Por que as combinações secretas estão associadas a Caim e a obter lucro?

“E toda nação que apoiar tais combinações secretas para obter poder e lucro, até que se espalhem pela nação, eis que será destruída”. Éter 8:22

O conhecimento

Em todo o Livro de Mórmon, combinações secretas são frequentemente associadas com a busca por riquezas e poder, e são descritas simplesmente como obter “lucro”.

Em Éter 8:22, por exemplo, Morôni ameaça, “toda nação que apoiar tais combinações secretas para obter poder e lucro… será destruída”.

Palavras como “conseguir” e “obter”, quando usadas no contexto de combinações secretas, parecem esclarecer as alusões a Caim, que conspirou com Satanás para matar seu irmão Abel.

Sobre o nascimento de Caim, Eva declarou, “Alcancei do Senhor um homem” (Gênesis 4:1). De acordo com Matthew Bowen, a palavra em hebreu para “alcancei” (qānîtî) nesta passagem também pode significar “ganhei” ou “adquiri”.

A explicação de Eva se aproxima do que parece ser a palavra raiz por trás de Caim (*qyn), que pode significar “‘forjar’ ou ‘trabalhar em metal’ um conceito relacionado a ‘criar’ em um sentido de formar ou moldar”.

Infelizmente – e até ironicamente – a aparente alegria de Eva por ter alcançado um filho do Senhor acabaria se transformando em tristeza, ao Caim escolher alcançar Satanás.

No livro de Moises lemos, “e Caim disse: Na verdade eu sou Maã, o senhor deste grande segredo, para que eu possa matar e obter lucro. Portanto, Caim foi chamado Mestre Maã e vangloriou-se de sua iniquidade” (Moisés 5:31). Bowen explica que,

“Ao dar esta declaração, Caim ‘remotiva’ o significado de seu próprio nome: ele não é mais ‘alcançado’ do Senhor ou ‘procriado’ com a ajuda do Senhor (Gênesis 4:1; Moisés 5), mas agora é o ‘mestre’ (criador, possuidor) de um assassinato secreto para ‘obter lucro’”.

Parece que os autores do Livro de Mórmon sabiam do significado daquela motivação. Uma evidência está na consistência em que as combinações secretas estão associadas a vários esforços para “obter lucro”.

No entanto, algumas passagens vão além de uma casual alusão e fazem uma conexão direta a Caim. Morôni, por exemplo, explicou que as combinações secretas entre os Jareditas “haviam sido transmitidos desde Caim” e eram “para ajudar aqueles que buscavam poder a conseguir poder” (Éter 8:15-16)

Encontramos outra evidência na maneira em que as combinações secretas estão frequentemente associadas com a imagem de sangue ou vozes de santos ou profetas que clama da terra.

Novamente, em Éter 8, Morôni declara, “E toda nação que apoiar tais combinações secretas para obter poder e lucro… será destruída; porque o Senhor não permitirá que o sangue de seus santos, que será derramado por eles, clame sempre a ele por vingança desde a terra, sem que os vingue” (Éter 8:22).

Tais descrições correspondem aos relatos em Gênesis e no Livro de Moisés, onde o Senhor perguntou a Caim: “Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra” (Gênesis 4:10; Moisés 5:35).

Sob a luz destas e outras relações textuais notáveis, Bowen concluiu,

“Há pouca dúvida de que as referências no Livro de Mórmon sobre ‘combinações secretas’, que permitem aos homens ‘matar’ e ‘obter lucro’, são uma referência direta a Caim cujo nome está etiologicamente ligado ao verbo ‘qny’, denotando ‘obter’, ‘adquirir’ ‘(pro)criar’. Entre os povos do Livro de Mórmon, Caim era visto como o consumado ‘obtentor’”.

O porquê

“A influência da etimologia de ‘Caim’ [origem do significado] sobre os escritores do Livro de Mórmon, e sua importância para estes mesmos escritores, dificilmente pode ser exagerada” escreveu Bowen.

Mórmon, Morôni, Néfi e outros autores não inseriram casualmente essas narrativas de combinações secretas em seus escritos. Na verdade, eles as incluíram intencionalmente porque sabiam que iríamos enfrentar problemas parecidos em nossos dias.

Para os gentios dos tempos modernos, Morôni disse “o Senhor vos ordena que quando virdes essas coisas surgirem entre vós, estejais conscientes de vossa terrível situação por causa desta combinação secreta que existirá entre vós” (Éter 8:24).

Note que Morôni não disse “se” essas coisas surgirem entre vós, ele disse “quando”. Ele sabia que aconteceria. Combinações secretas estarão (ou já estão) entre a maioria ou em todas as sociedades modernas, então precisamos estar preparados.

Como Bowen expressou, “Mórmon e Morôni reiteram esta lição repetidas vezes, em uma tentativa urgente, quase frenética, de chamar a atenção de seus leitores nos últimos dias”.

Ao reconhecer a conexão entre as combinações secretas e o assassinato de Abel por Caim, aumentamos nossa capacidade de avaliar o quão insidiosas e antigas essas conspirações ou alianças privadas realmente são.

Elas são inspiradas pelo próprio diabo, e as escrituras mostram como ele as usou com grande e terrível efeito.

Seu principal modo de operação enfatiza e glorifica a ganância, obter de coisas, manipular ganhos, tirar vantagem dos outros e acumular recursos escassos.

Moroni explicou que as combinações secretas eram o principal problema que eventualmente causou “a destruição deste povo [os Jareditas] sobre o qual estou falando agora e também a destruição do povo de Néfi” (Éter 8:21).

 

Em 1997, o Élder M. Russell Ballard alertou,

“Se não tomarmos cuidado, as combinações secretas de hoje obterão poder e influência tão rápida e completamente como o fizeram na época do Livro de Mórmon. Você se lembra do padrão? As combinações secretas começaram entre a ‘parte mais perversa’ da sociedade, mas eventualmente ‘seduziram a maior parte dos justos’ até que toda a sociedade foi contaminada”.

Como podemos evitar esse resultado em nossos dias? No mesmo discurso, o Élder Ballard deu alguns conselhos sobre quais ações podemos tomar:

“Devemos… apoiar os esforços de indivíduos, organizações, comunidades e governos para auxiliá-los e ajudar a prevenir o crime. Devemos trabalhar dentro de nossos respectivos sistemas legais e judiciais para legislar e fazer cumprir leis que forneçam a proteção necessária contra criminosos, garantindo ao mesmo tempo direitos e liberdades essenciais. E devemos nos voluntariar para apoiar e ajudar líderes governamentais na divulgação de programas destinados a proteger e fortalecer famílias e comunidades”.

Em outras palavras, precisamos ser ativos na busca pela proteção justa de nossa família e comunidade – uma proteção que ajudará a prevenir aqueles que buscam obter poder e influência por meio de combinações inspiradas por Satanás.

Além disso, podemos ser diligentes em obter perspectivas justas, podemos ser melhores em viver os princípios do evangelho de Jesus Cristo e adquirir mais sabedoria.

Conforme aconselhado em Provérbios 4: 7, “adquire, pois, a sabedoria, e com tudo o que possuis adquire o entendimento”.

Em outro versículo em Provérbios lemos, “quanto melhor é adquirir a sabedoria do que o ouro! E quanto mais excelente adquirir a prudência do que a prata!” (Provérbios 16:16).

Felizmente, seja qual for o domínio que Satanás exerce sobre o mundo, podemos ter a confiança de que o Senhor continuará a guiar e proteger Seu povo, se formos justos.

No início de 1831, o Senhor advertiu os novos conversos a fugirem para o oeste dos Estados Unidos para evitar as terríveis consequências das combinações secretas,

E mesmo agora, os que forem para o leste ensinem aqueles que se converterem a fugir para o oeste; e isto em consequência do que sucederá na Terra e de combinações secretas”. (D&C 42:64).

Hoje, podemos confiar que o Senhor ajudará da mesma maneira a proteger os justos em todos os lugares daqueles que, como Caim, conspiram para “obter lucro”.

Fonte: Book Of Mormon Central

| Livro de Mórmon

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *