Estamos estudando o Livro de Mórmon todo, conforme o pedido do Presidente Russell M. Nelson e da Presidência de Área do Brasil, que lançou um desafio a todos os membros da Igreja do país para terminarem a leitura do Livro de Mórmon até Dezembro. Neste artigo comentamos 1 Néfi 11, e o significado da visão da árvore da vida.

No Centro de Treinamento Missionário aprendi que podemos aprender a estudar as escrituras com esse capítulo do Livro de Mórmon. Néfi estava ponderando sobre as coisas que seu pai tinha falado e deseja saber o significado da árvore da vida, retratada em 1 Néfi 8. Além de ler as escrituras precisamos desejar saber o significado delas e ponderar sobre o que lemos.

Nossa própria visão

Ao meditar, ele teve sua própria visão, onde teve um diálogo com o Espírito do Senhor. Abaixo, foram selecionados dois vídeos produzido pela Igreja que nos ajudam a simular um pouco a experiência que Néfi teve. Esse vídeos representariam nossas “visões.”

O Espírito perguntou-me: Que desejas tu?”

E eu respondi: Desejo ver as coisas que meu pai viu.”

Que possamos ter uma fé semelhante à de Néfi, para receber o significado da visão da Árvore da Vida:

E aconteceu que o Espírito me disse: Olha! E eu olhei e vi uma árvore; e era semelhante à árvore que meu pai tinha visto; e sua beleza era tão grande, sim, que excedia toda beleza, e sua brancura excedia a brancura da neve.”

“Lehi’s Dream,” por Steven Lloyd Neal

E perguntou-me ele: Que desejas tu?”

E disse-lhe eu: Saber a interpretação do que vi…”

E aconteceu que ele me disse: Olha!”

“E disse-me o anjo: Eis o Cordeiro de Deus, sim, o Filho do Pai Eterno! Sabes tu o significado da árvore que teu pai viu?”

E respondi-lhe, dizendo: Sim, é o amor de Deus que se derrama no coração dos filhos dos homens; é, portanto, a mais desejável de todas as coisas.”

E depois destas palavras, disse-me:Olha!”

“E olhando, vi o Filho de Deus caminhando entre os filhos dos homens:”

“A árvore da vida (…) é o amor de Deus. A mais profunda expressão do amor de Deus a Seus filhos é a entrega de Jesus para ser nosso Redentor: ‘Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito’ ( João 3:16). Participar do amor de Deus é ter parte na Expiação de Jesus e na liberdade e alegria que ela nos pode dar.” – Neal A. Maxwell.

Nosso Salvador Jesus Cristo

Os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (conhecido como mórmons) adoram a Jesus Cristo como o Filho de Deus e o Salvador da humanidade. Ele é o ponto central do Livro de Mórmon e de toda a doutrina da Igreja.

“Mas o que nós queremos dizer quando afirmamos que Ele é o Salvador do mundo? O Redentor? Cada um desses títulos aponta para a verdade de que Jesus Cristo é o único caminho pelo qual poderemos voltar a viver com nosso Pai Celestial. Jesus sofreu e foi crucificado pelos pecados da humanidade, dando a cada um dos filhos de Deus a dádiva do arrependimento e do perdão. Somente por Sua graça e misericórdia podemos ser salvos. Sua subsequente Ressurreição preparou o caminho para que todas as pessoas sobrepujassem a morte física também. Esses acontecimentos são chamados de Expiação. Em resumo, Jesus Cristo salvou-nos do pecado e da morte. Por essa razão, Ele é literalmente nosso Salvador e Redentor.”

A Palavra de Deus

Durante a visão de Néfi ele disse:

“E aconteceu que vi que a barra de ferro que meu pai tinha visto era a palavra de Deus, que conduzia à fonte de águas vivas.”

A melhor forma de seguir a Jesus Cristo é conhecer seus ensinamentos. A Bíblia e o Livro de Mórmon se completam sendo a palavra de Deus, enviada por meio de seus profetas na terra.

Para seguir a Cristo precisamos estudar as escrituras todos os dias e assim estaremos nos apegando à barra de ferro e desfrutaremos do fruto da Árvore da Vida por meio de seus convênios e ordenanças. E assim um dia viveremos na presença de nosso Pai Celestial e Jesus Cristo com nossas famílias para sempre.

Para saber mais sobre a visão da árvore da vida, leia o livro de mórmon e nosso artigo sobre o tema abaixo:

Relacionado:

Comentários sobre 1 Néfi 8 – A Visão da Árvore da Vida #13