Fé: um antídoto para a incerteza

A vida é cheia de incertezas, mas a fé nos dá uma maneira de lidarmos com isso.

Há alguns anos, trabalhei para o VindeaCristo.org. Estar em contato com pessoas que tinham dúvidas sobre a Igreja fazia parte da minha rotina.

Durante os quatro anos em que tive este trabalho, interagi com milhares de pessoas que desafiaram, inspiraram e aprofundaram minha fé com suas perguntas que ultrapassavam os limites do meu conhecimento do evangelho.

E por meio de minhas experiências, aprendi algumas coisas sobre o que realmente é a fé.

O que é fé?

De todas as minhas conversas com outras pessoas que estavam em diferentes estágios de fé, cheguei a algumas definições práticas e funcionais do que é fé:

A fé é confiar em Deus quando não temos todas as respostas.

A fé é o que acontece nos espaços entre o que sabemos ser verdade.

A fé é estar em paz com o desconhecido.

A fé avança mesmo quando você não sabe o que virá a seguir.

Para resumir, a fé é a resposta para a incerteza.

A incerteza é inevitável

A incerteza pode ser frustrante e assustadora. Algumas das pessoas com quem conversei no meu trabalho não suportavam o sentimento de incerteza.

Elas não se permitiam sequer contemplar a possibilidade da existência de Deus ou da vida após a morte.

Elas haviam se decidido antes mesmo de me fazerem perguntas e só ouviam o que queriam ouvir.

Me lembro de um homem que disse: “Você não pode me mostrar as placas de ouro, então não posso acreditar que elas existiram”.

Eu respondi: “Suponha que eu pudesse mostrar as placas, isso seria o suficiente para você?” E ele respondeu: “Não, porque eu procuraria por algum tipo de falsificação”.

Não importava o que eu dissesse, ele já havia decidido que “não” era a resposta certa, porque “não” poderia eliminar sua incerteza.

Lamã e Lemuel deram um exemplo perfeito disso quando desejaram receber respostas como Néfi recebeu.

Néfi perguntou a seus irmãos: “Haveis perguntado ao Senhor?” E eles responderam: “Não perguntamos, porque o Senhor não nos dá a conhecer essas coisas” (1 Néfi 15:8-9).

Lamã e Lemuel não estavam dispostos a seguir o simples passo de orar porque eles já tinham predeterminado em suas mentes qual seria o resultado.

Pode ser fácil ter essa mentalidade. E se tivermos essa perspectiva, podemos ficar paralisados, porque não podemos iniciar relacionamentos, nos candidatar a empregos, constituir família, enfrentar a morte ou qualquer tipo de mudança sem algum grau de incerteza.

A incerteza é inevitável e a fé é uma escolha necessária que devemos fazer contra ela.

Como a fé nos ajuda com a incerteza

Às vezes, quando temos perguntas, podemos ficar tão desesperados por respostas que aceitamos qualquer uma que recebemos.

O pesquisador de ciências sociais Brené Brown explica que: “A incerteza nos faz sentir vulneráveis, então tentamos escapar dela da maneira que podemos. Às vezes, até preferimos a desinformação ou notícias ruins a não saber”.

Rejeitar a incerteza leva à resistência ao crescimento ou ao desenvolvimento em todas as áreas da vida. Isso nos mantém presos.

Porém, quando aceitamos a incerteza, a fé pode nos ajudar a seguir em frente através de perguntas não respondidas.

Aceitar a incerteza é confiar que encontraremos respostas. Não é desistir de encontrá-las, é aceitar o fato de que não podemos forçar quando as recebemos.

Como o Primeiro Conselheiro no Bispado Presidente na época, Richard C. Edgley, disse na conferência de outubro de 2010:

“Quanto às coisas que desconheço ou que não compreendo plenamente, com a vigorosa ajuda de minha fé, preencho a lacuna e sigo em frente, partilhando as promessas e bênçãos do evangelho. Então, conforme ensinou Alma, nossa fé nos proporciona um conhecimento perfeito (ver Alma 32:34)”.

A fé é esperar nas coisas “que se não veem e que são verdadeiras” (Alma 32:21). E como o Senhor ensinou: “bem-aventurados os que não viram, e creram” (João 20:29).

Temos o poder de escolher

Sempre temos uma escolha: confiar em Deus e em Seu silencioso convite para seguir em frente e esperar pacientemente pelo conhecimento da verdade ou confiar naqueles que afirmam ter todas as respostas.

Escolha Deus. Ele sempre dirá a verdade. Veja algumas maneiras pelas quais você pode escolher segui-Lo, não importa o quão forte seja a sua fé:

Se a confusão e a desesperança pesarem em sua mente, escolha “despertardes e exercitardes as vossas faculdades” (Alma 32:27).

Achegar-se humildemente ao Senhor com o coração quebrantado e espírito contrito (ver 3 Néfi 9:20) é o caminho para a verdade e o caminho de luz, conhecimento e paz do Senhor.

Mesmo que você esteja inseguro quanto ao seu testemunho, escolha acreditar e exerça “uma partícula de fé”; escolha “por à prova [Suas] palavras” (Alma 32:27).

O Salvador explicou que: “Se alguém quiser fazer a vontade dele, conhecerá a respeito da doutrina, se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo” (João 7:17).

Quando a lógica, a razão ou as dúvidas entrarem em conflito com os ensinamentos e doutrinas sagradas, ou se mensagens opostas atacarem suas crenças como os dardos inflamados descritos pelo apóstolo Paulo em Efésios 6:16, escolha continuar e não lançar a semente fora de seu coração pela incredulidade (Alma 32:28).

Lembre-se que não recebemos um testemunho antes da prova de nossa fé (Éter 12: 6).

Se sua fé for comprovada e amadurecida, opte por continuar a nutri-la “com muito cuidado” (Alma 32:37), por meio do estudo das escrituras, da oração, do serviço, da adoração no templo e de qualquer outra coisa nos mantenha próximos do Senhor.

Não sei tudo, mas isso eu sei 

É bom ter perguntas se nos esforçarmos para fortalecer nosso testemunho enquanto buscamos respostas.

As perguntas podem nos levar a uma fé mais profunda e a um testemunho mais forte da verdade. Estamos aqui na terra para aprender a viver pela fé.

Com o passar dos anos, desde que trabalhei para o VindeaCristo.org, tive outras experiências que aprofundaram o meu conhecimento sobre a fé.

Eu agora concluí a faculdade de medicina e aprendi que com o tempo sempre há mais para aprender e mais para ser revelado.

Não sei tudo, mas sei do fundo do meu coração que temos um Pai Celestial que nos ama. Sei que cada vez que leio o Livro de Mórmon, tenho certeza de sua veracidade.

E sei que Deus nos guiará, responderá nossas perguntas a Seu tempo e nos inspirará a seguir em frente. Ele tem a verdade que procuramos. Escolha segui-Lo em vez de ceder às vozes do mundo.

Fonte: churchofjesuschrist.org

| Fé em Jesus Cristo

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *