Casar cedo

Quando recebi a tarefa de escrever para mormons.ph, fiquei extremamente feliz por ter ter a oportunidade de compartilhar minhas crenças. Não há nada de mais alegre para mim do que compartilhar o Evangelho. Como Moisés, falar não é o meu forte, mas encontrei maneiras de compartilhar meus pensamentos e uma delas foi através da escrita. Recebi o tópico acima e pensei: isso é fácil. Por que os mórmons se casam cedo? Casei-me aos 22. Isso é cedo. Eu era uma das pessoas consideradas muito jovens para amarrar o nó. 12 de maio de 2012 foi quando Emil e eu nos selamos para essa vida e para toda eternidade no Templo de Laie no Havaí.

Mal tinha acabado de me formar, Emil tinha saído da escola havia um ano, sofremos um acidente algumas semanas antes de nosso selamento, o que fez Emil ficar mancando por algumas semanas, quase perdi a visão do meu olho direito, tínhamos menos que $ 500,00, só trabalhava uma parte do tempo e nossos pais não apoiavam nosso selamento.

Quando você pensa sobre isso, há inúmeras razões pelas quais não deveríamos ter nos casado então. Mas por que ainda persistimos quando tudo estava conspirando contra nós? Não são esses sinais para não se casar? Não! Não para nós. Deixe-me dizer-lhe alguns motivos que provam o contrário:

Emil e eu no Hospital de Queen em Honolulu depois que nosso carro foi atingido por um motorista embriagado. Estávamos comprando as coisas de nosso casamento.

A família é essencial para o plano do Senhor

A Bíblia e o Livro de Mórmon registram histórias sobre a importância da família à vista do Senhor. Eva foi feita para Adão nos primeiros momentos da vida de Adão, porque “não é bom que o homem esteja só” (Gênesis 2:18). Néfi e seus irmãos voltaram a Jerusalém partindo do deserto para casarem-se com as filhas de Ismael e ter filhos (1 Néfi 7). Verdadeiramente, esses exemplos enfatizam quanto o casamento é essencial para o Senhor.

O casamento desbloqueia todo o seu potencial

Quase quatro anos de nosso casamento, Emil e eu aprendemos muito não apenas sobre o outro, mas sobre o sexo oposto em geral. Claro, eu não sou a representação máxima da feminilidade nem ele a masculinidade, mas vimos como as habilidades e as diferenças do homem e da mulher se complementam. Há coisas que os garotos podem ensinar garotas e vice-versa. Para mim, pessoalmente, há práticas que eu cresci fazendo que não é muito agradável para outras pessoas e para o Senhor, que só meu marido me dirá de forma direta que não está bom. Sim, temos amigos, melhores amigos e até mesmo pais que podem nos dizer os hábitos que podemos melhorar, mas raramente nos vêem dentro de nossas casas onde somos o nosso verdadeiro eu. Os cônjuges podem nos ajudar a melhorar nossa natureza e ajudar uns aos outros a ser mais como o nosso Salvador.

Um vestido de casamento de 150$, um buquê de 15$, e uma experiência eterna.

O dinheiro, um diploma, uma casa, um carro etc. não fazem parte da equação do casamento

“Hindi pa ako naka-graduado”(Ainda não me formei),“Dipa namin oferece magpakasal”, (Não podemos dar ao luxo de se casar cedo), “Tutulong muna ako sa parents ko”(Eu ajudarei meus pais primeiro), “Magme-med school muna ako”(Eu vou estudar primeiro).São apenas algumas das coisas que dizemos a nós mesmos quando temos a idéia de nos casar. Claro que o dinheiro é importante, um diploma é importante, ajudar nossos pais é importante. Na verdade, a Igreja é uma grande defensora da importância da auto suficiência, porém, estas coisas não devem ser razões para atrasar a obediência a um mandamento dado pelo Senhor.

Perguntei a uma amiga como ela decidiu que era o momento certo para se casar. Ela perguntou a seu bispo e ele deu três padrões espirituais para orientar sua decisão: 1. Você o ama? 2. Ele é digno de estar no tempo? 3. Você está atraído por ele? Essas três questões não envolvem quaisquer aspectos temporais, mas, em vez disso, todas essas perguntas,levam-nos ao nosso relacionamento com nosso futuro esposo e nosso relacionamento com o Senhor.

Eu perguntei a outra pessoa como ela decidiu se casar cedo quando eles ainda não tinham nada e ela respondeu com alegria: “Ano pang iwo-work niyo juntos kung lahat e tapos na? Diba mas nakaka”(em Filipino), que traduzindo para a Língua Portuguesa quer dizer: “Aproveite enquanto trabalham  juntos”. Isso eu posso atestar. Nós passamos por meio de rejeições e promoções de trabalho juntos, compramos nosso primeiro carro juntos, viajamos para vários estados, visitamos salas de emergência um par de vezes, ajudamos nossas duas famílias e muitas outras coisas que eu nem consigo imaginar fazer sozinha. Através destes triunfos e provações, aprendemos a não só confiar no Senhor, mas a confiar nas habilidades uns dos outros.

A mudança é constante

Ficamos noivos após 10 meses de namoro e muitas vezes me perguntaram se isso não era muito cedo. “Para sa mga Pinoy, mas matagal, mas maganda kasi mas makikilala pa natin lalo ang isa’t isa”(em Filipino), que traduzindo quer dizer: “Para os filipinos, é muito mais longo, é melhor se conhecer mais”. A mudança é inevitável e sempre acontecerá. Não haverá o tempo “na kilala mo na siya fullykilala”(em Filipino), que “se conhecerão completamente, porque ambos mudarão”. Eu não sou a mesma pessoa que se casou com Emil há quase quatro anos e ele também não é a mesma pessoa, porque acredite ou não, a mudança é constante. Sempre haverá algo a aprender sobre a outra pessoa. É um processo interminável e não é mais alegre estar juntos para que vocês dois aprendam coisas novas um sobre o outro?

Apesar de todos os eventos que aconteceram antes, o dia em que decidimos que “é isso” foi um dos dias mais pacíficos, porque sei que o Senhor ficou muito feliz com nossa decisão de entrar no templo e fazermos um convênio com Ele. Ser  selado (a) pessoa  dos seus sonhos não é apenas um romance. A equação não envolve apenas os dois, mas envolve você, seu(a) futuro esposo(a) e o Senhor. Claro, saber que o Senhor está do seu lado quando você toma decisões certas ajuda muito, mas a maior parte do tempo, a tarefa em questão não é fácil, mas por mais difícil que possa parecer, o Senhor preparará um caminho para que possamos realizar o que Ele quer que façamos (1 Néfi 3:7). Quando você orou sobre isso e você recebeu uma resposta clara do Senhor de que é realmente isso, não demore.

“Não deixem para seguir as inspirações depois; em vez disso, ajam de acordo com elas e o Senhor abrirá o caminho”.

Thomas S. Monson

Este artigo foi traduzido do Inglês por Inaê Leandro.

Saiba mais:

A Coragem para Me Casar aos 22 Anos de Idade