Tive uma ótima vida de solteiro. Sério, era incrível. Sempre falaram mal sobre o casamento para mim.

Saia em encontros toda semana, viajava mensalmente, ficava sempre na banheira de hidromassagem, saía com os amigos, dirigi meu próprio negócio e, acima de tudo, me diverti muito.

Quase ninguém me perguntava o porquê de eu estar solteiro. SQN.

Eu estava solteiro porque minha vida era muito divertida e todos diziam que a vida de casado era terrível.

Se alguém perguntasse para meus familiares e amigos, eles diriam que eu estava solteiro porque não segui os conselhos deles — mas na verdade, talvez eu estivesse solteiro justamente por segui-los. Eles disseram: “Aproveite ao máximo a vida de solteiro agora — porque depois do casamento, a vida acaba!”

Então, aproveitei.

Até que conheci minha esposa.

Tudo o que todo mundo me disse sobre a vida estava errado. Completamente errado. Se aprendi algo com o casamento foi que não seremos mais felizes ou infelizes por causa do casamento.  A vida será tão feliz quanto nos esforçarmos para que ela seja.

Infelizmente, parece que as pessoas mais velhas com frequência sentem a necessidade de alertar-nos sobre a próxima fase e como ela será ruim.

As pessoas disseram que seria difícil namorar. Mas foi ótimo!

As pessoas disseram que seria difícil casar. Mas tem sido incrível.

As pessoas me disseram se seria difícil ter um filho. Mas tem sido incrível!

Agora as pessoas me dizem que as coisas vão ficar ruins quando eu tiver dois filhos. Sabe o que vai acontecer? A essa altura, essas premonições de mau agouro não significam nada para mim, porque não se trata de um estágio arbitrário da vida, é um estado de espírito.

Minha vida e o casamento

Recentemente, minha esposa, nosso bebê e eu começamos o dia com desjejum na cama, fizemos uma caminhada de mais de 15 km, fomos a um show terminamos o dia vendo um filme e comendo pipoca. A vida de pai de família está de igual para igual com o melhor dia de solteiro que tive.

Minha vida é diferente de quando eu era solteiro? Sim. Mas isso não significa que de alguma forma estou amarrado ou incapaz de me divertir como antes. Minha diversão simplesmente mudou.

Ainda saio em encontros toda semana. Ainda viajo todo mês, ainda tenho tempo para a banheira de hidromassagem, vejo meus amigos, administro meu próprio negócio e no geral, me divirto muito.

O que estou tentando dizer é o seguinte:

Se você estiver solteiro, não se assuste com os conselhos das outras pessoas sobre o casamento. Sim, haverá novos desafios e provações. Seja a melhor versão de si mesmo, esforce-se para ser feliz e construir um relacionamento com Deus, e tudo vai dar certo. Quem disser algo contrário a isso, provavelmente é infeliz.

Se você é casado: vamos ajudar a mudar a retórica. Todos temos adversidades. Mas só porque teve uma específica ou superdifícil no primeiro ano, não quer dizer que isso acontecerá com todo mundo. O que foi proveitoso? Vamos compartilhar ambos os lados da história sobre o casamento. Só porque sua vida parou quando teve seu primeiro filho, não quer dizer que a de todos vai parar também. Tornar-se pai ou mãe pode ser o começo de outra vida. Que conselhos úteis podemos dar? Não estou dizendo que temos que ver tudo através de óculos cor de rosa. Porém podemos enxergar o lado bom de todas as coisas.

Considero o casamento lindo, divertido e maravilhoso. Ele pode ter desafios, mas TODA fase da vida tem. Então vamos trabalhar juntos para criar uma norma de exemplos e conversas edificantes e positivos sobre o relacionamento terreno mais importante. Vamos todos juntos defender o casamento.

Fonte: LDSLiving.com.

Relacionado: 

10 coisas que os mórmons solteiros gostariam que você soubesse