Casamento feliz

“A família foi ordenada por Deus. O casamento entre o homem e a mulher é essencial para o Seu plano eterno.” (Família Proclamação) O primeiro mandamento dado a Adão e Eva por Deus referia-se ao potencial de tornarem-se pais, na condição de marido e mulher. Não é de se admirar que as famílias estejam passando por tantos desafios hoje em dia. Satanás sabe que a maneira mais eficaz de  procurar frustrar o plano do Senhor é tentar destruir as famílias.

São tempos trabalhosos e a cada dia se torna mais difícil conciliar interesses pessoais com os interesses familiares e a construção de um projeto familiar sólido certamente exigirá de ambas as partes muitos sacrifícios. Mas é possível fazer todos estes sacrifícios e ainda ter uma vida feliz? Ou mesmo um matrimônio feliz?

A resposta do Senhor é sim! A promessa é de que nenhum sucesso na vida compensará o fracasso no lar e a felicidade na vida familiar é algo perfeitamente alcançavel. Em conformidade com o manual “Relacionamento Conjugal e Familiar” preparamos algumas dicas:

1.Desenvolver união

casamento

Para um casamento feliz, faça de seu companheiro seu melhor amigo.

Como o tempo de sua família está sendo usado? O início deste processo de união consiste em se comunicar. Sente com o seu cônjuge e falem sobre as necessidades pessoais e familiares. Em seguida avaliem como o tempo de vocês está sendo gasto, certifiquem-se que seus compromissos não estão interferindo na lealdade que tem um para com o outro.

Rogo-vos, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que sejais concordes no falar, e que não haja dissensões entre vós; antes sejais unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer.” (I Coríntios 1-10)   

2.Cultivar amor e amizade

O que vocês fazem para se divertirem juntos? Façam planos de passarem algum tempo juntos, só o casal todas as semanas. Talvez seja preciso marcar uma data e horário específicos. Além do tempo dedicado ao relacionamento é necessário certificar-se de que está desenvolvendo individualmente as características de uma pessoa caridosa.

“E a caridade é sofredora e é benigna e não é invejosa e não se ensoberbece; não busca seus interesses, não se irrita facilmente, não suspeita mal e não se regozija com a iniquidade, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (Morôni 7:45)

3.Enfretar dificuldades com comunicação positiva

Talvez você tenha boas razões para reclamar, mas a verdade é que 99% das vezes não vale a pena. Alguns estudos comprovam e o Élder Joe J. Christensen fez a seguinte obervação: “poucas pessoas melhoram por ouvirem críticas e reclamações constantemente.”

Que tal reservar tempo durante essa semana para avaliar o que pensa e  diz ao seu companheiro? Com que frequência sua comunicação expressa a ele coisas positivas que vê em seu comportamento? Se você não acreditasse que essa pessoa possui determinadas qualidades não teria se casado com ela verdade? Você tem expressado em palavras sua apreciação por seu cônjuge?

“Eis que esta não é minha doutrina, levar a cólera ao coração dos homens, uns contra os outros; esta, porém, é minha doutrina: que estas coisas devem cessar.” (3 Néfi 11:29–30)

4.Fé, Oração e Perdão

casamento

Um casamento feliz se alicerça nos princípios da fé, oração e perdão.

As vezes a simplicidade do metódo leva a descrença na execução. Seria mais fácil crer que algo complexo fosse ajudar mais, mas não existe maior fator de fortalecimento familiar que a fé, oração e perdão. Casais que encontram alegria em suas relações possuem individualmente a habilidade de aplicar esses princípios.

Ouse ter metas e sonhos conjuntamente. O que esperam para o futuro de vocês? O que estão dispostos a fazer para alcançarem estes planos? Em meio as dificuldades será mais fácil perseverar se puderem visualizar o projeto de sua relação como algo amplo e não somente avaliar o sucesso de seu casamento por uma situação momentânea. Você poderá concluir que tiveram momentos difíceis mas que o projeto como um todo funciona.

 “E também aliviarei as cargas que são colocadas sobre vossos ombros, de modo que não as podereis sentir sobre vossas costas enquanto estiverdes no cativeiro; e isso eu farei para que sejais minhas testemunhas no futuro e para que tenhais plena certeza de que eu, o Senhor Deus, visito meu povo nas suas aflições.” (Mosias 24:14)

5.Administração financeira

casamento

A administração financeira é uma importante parte do casamento.

Como casal façam um orçamento para ser utilizado por um determinado período. Empenhem-se juntos em respeitar o orçamento que estabeleceram.

Faça uma lista das coisas que tem comprado ultimamente. Escreva uma letra “P”ao lado de cada coisa que você precisa e uma letra “Q” ao lado de cada coisa que você queria. Este recurso te ajudará a avaliar se está gastando seu dinheiro sabiamente. Estabelecer o dízimo como uma prioridade abençoará sua família infinitamente.

“Mas antes de buscardes riquezas, buscai o reino de Deus. E depois de haverdes obtido uma esperança em Cristo, conseguireis riquezas, se as procurardes; e procurá-las-eis com o fito de praticar o bem—de vestir os nus e alimentar os famintos e libertar os cativos e confortar os doentes e aflitos.” (Jacó 2:18–19)  

6.Filhos

casamento

Os filhos são uma das bênçãos do casamento.

A razão de muitas brigas em um relacionameto são os filhos. Discordância sobre a criação e descontentamento com o comportamento dos mesmos. Em momentos de raiva é comum que se escute a frase:”seu filho fez isso, ou, seu filho tirou essa nota na escola”. Os filhos são “nossos” na alegria e na tristeza e o desempenho deles, muitas vezes servem como um termômetro de quão bem o casal consegue trabalhar junto.

Conversem como casal sobre cada um de seus filhos. Procurem conhecer quais são as necessidades deles e decidir conjuntamente o que vocês como pais podem fazer para fortalece-los. Comprometa-se a passar tempo individualmente com cada filho. Em cada conversa com seu filho tente descobrir algo novo em relação ao interesse deles e suas necessidades.

“Os filhos são herança do Senhor.” (Família Proclamação)