Élder Stevenson: “Pondere sobre seu papel no cumprimento dessas responsabilidades divinas”

No dia 02 de março, o Élder Gary E. Stevenson do Quórum dos Doze Apóstolos falou para alunos na Brigham Young University em Provo, Utah, sobre a importante ligação entre as bênçãos e as responsabilidades para todos os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias.

“Enquanto nos esforçamos para cumprir essas responsabilidades divinamente designadas como parte da obra do Senhor, a Igreja oferece uma infinidade de recursos”, disse ele.

“Estas são bênçãos, derramadas do céu sobre nós. Elas vêm em muitas formas. Muitas são personalizadas para a nossa idade, localização e circunstância. Algumas dessas bênçãos resultam de convênios que fazemos como membros da Igreja, outras abençoam a vida de todos os filhos de Deus.”

O apóstolo descreveu as quatro principais responsabilidades de ser um santo dos últimos dias, como descrito no Manual Geral da Igreja:

  1. Viver o Evangelho de Jesus Cristo
  2.  Unir as famílias para a eternidade
  3. Convidar todos a receber o evangelho
  4. Cuidar dos necessitados

O Élder Stevenson destacou como a Igreja ajuda os santos dos últimos dias cumprir o trabalho necessário em cada uma das quatro áreas.

Viver o Evangelho de Jesus Cristo

universidade on-line

Ao referir-se aos estudantes que o ouviam, o Élder Stevenson falou sobre a importância da fé na educação. Ele citou como as universidades e faculdades da Igreja junto com os seminários e institutos, somam mais de 900 mil estudantes.

Ele também citou todos os diversos programas e recursos da Igreja que são voltados para o aperfeiçoamento de seus membros, como o Livro de Mórmon que está disponível em 112 línguas, o novo programa para crianças e jovens e o evento Cara a Cara.

Unir as famílias para a eternidade

“Unir as famílias para a eternidade não seria impossível sem a bênção dos templos que marcam a Terra. Porque é na casa do Senhor que as ordenanças que ligam as famílias acontecem.”

“Aqui está uma demonstração dramática da bênção da proximidade do templo”, disse Elder Stevenson. “Quando o Presidente [Russell M.] Nelson nasceu em 1924, havia apenas seis templos operacionais na Igreja em todo o mundo. Sessenta anos depois, em abril de 1984, quando ele se tornou um Apóstolo, havia 26 templos operacionais. Com a visão inspirada do Presidente [Gordon B.] Hinckley para construir mais templos, em 2000 havia 100 templos em operação. Existem agora 168 templos operacionais no mundo.”

Convidar todos a receber o evangelho

O Élder Stevenson descreveu os sacrifícios de milhares de missionários da Igreja que têm servido desde 1830. “Parece que cada geração de missionários é abençoada por ser capaz de progredir depois daqueles que antecederam”, disse ele.

Apesar da pandemia, os missionários continuam a servir. “O trabalho avança”, disse o Élder Stevenson.

“Os missionários seguem diligentemente as diretrizes locais para a COVID-19 nas áreas que servem…  A diligência dos missionários com o apoio de suas famílias e membros, combinada com os recursos da Igreja, nos abençoa para cumprir a responsabilidade divinamente designada de convidar todos a receber o evangelho. Pertencer verdadeiramente traz bênçãos.”

Cuidar dos necessitados

Devido à pandemia da COVID-19, ele disse, os esforços humanitários da Igreja em 2020 têm sido “de longe os mais extensos na história, composta de centenas de projetos que abrangem 151 países.”

Isto inclui a distribuição de mais de 28 milhões de itens de equipamentos de proteção individual, 1,3 milhões de itens médicos (como ventiladores e termômetros), 2,1 milhões de kits de higiene e alimentos para cerca de 4 milhões de pessoas.

Ele também citou a recente parceria com a UNICEF para levar vacinas contra COVID-19 para os mais vulneráveis em todo o mundo.

O Élder Stevenson citou outras maneiras que a Igreja ajuda diversos países e populações em todo o mundo.

“Em muitos desses casos, mais uma vez foram os nossos membros, que foram os heróis, vestindo seus coletes amarelos — agora acompanhado frequentemente por máscaras—e enfrentando as condições da pandemia de continuar a fornecer os abnegados pós-esforços de socorro que eles vieram a ser conhecidos,” ele disse.

O apóstolo concluiu com um convite para que os estudantes da BYU “ponderem sobre seu papel no cumprimento dessas responsabilidades divinas e se envolvam ansiosamente neste trabalho. Ao fazerem isso, prometo vocês serão humilde e vencerão com alegria em reconhecer e apreciar as bênçãos enviadas pelos céus para você realizar este trabalho.”

Fonte: Newsroom

| Profetas Hoje

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *