Elder Christofferson fala sobre os solteiros e a pandemia do COVID-19: “Pense no que significa pertencer”

Membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em todos os lugares do mundo, estão criando oportunidades de servir ao próximo, mesmo durante a atual pandemia do COVID-19.

Ao falar sobre o sentimento de fazermos parte de algo, o Élder D. Todd Christofferson, membro do Quórum dos Doze Apóstolos disse que estamos passando por um momento que requer “uma consciência constantes do bem-estar daquelas ao nosso redor”.

Ele falou sobre como o distanciamento social, as restrições relacionadas a trabalho, alimentação e viagem, somadas à insegurança financeira, as famílias e as pessoas em todo o mundo compartilham de preocupações parecidas com relação à segurança e bem estar. “Todos pensamos, ‘terei o que preciso?… se necessário, terei acesso a cuidados médicos?’

Ele ainda destacou os desafios adicionais enfrentados pelos adultos solteiros, que além de todas as preocupações comuns, tem acesso limitado às bençãos do sacerdócio e acesso limitado a ordenanças, como o sacramento. Além de ter “um desafio ainda maior ao lidar com a solidão”, ele acrescentou.

“Em meio a tudo isso, temos que ser mais sensível ao isolamento e outros desafios que os adultos solteiros enfrentam, especialmente pais e mães solteiros, que têm uma grande carga. Precisamos dar uma atenção maior à inclusão, para que possamos refletir sobre a ajuda que podemos oferecer a eles.”

Pertencer

Ao falar sobre o significa pertencer a um grupo, o Élder Christofferson disse:

“Pense no que significa ‘pertencer’ e o que você sente a respeito disso. Há muito que podemos fazer um pelo nosso próximo, se tivermos um senso de pertencimento e irmandade.”

A organização da Igreja do Senhor providenciou a Sociedade do Socorro e os Quóruns do Sacerdócio para que pudéssemos cuidar uns dos outros – em tempos bons e difíceis, disse o Élder Christofferson.

Ele continuou falando sobre como as organizações podem usar maneiras criativas de interagir com todos os seus membros, em especial os membros solteiros.

Ao citar o discurso da manhã de domingo do Presidente Nelson na conferencia geral de abril, o apóstolo disse que os esforços precisam ser “cada vez mais intencionais”.

“O Presidente Nelson disse: ‘Reitero meu apelo a vocês para que façam tudo o que estiver a seu alcance para ampliar sua capacidade espiritual de receber revelação pessoal.’ Isto é poderoso.”

O Élder Christofferson citou a lei da consagração e como o Senhor a descreve em Doutrina e Convênios 82, versículo 19: “Todo homem procurando os interesses de seu próximo”.

Ele também citou o fato do mundo atual apresentar a tendência natural de olharmos para nós mesmos. E sobre como olhar as outras pessoas ao nosso redor é o conceito por trás da ministração “que é maior e mais sagrado do que simplesmente completar uma designação ou preencher um relatório de visitas”.

Os desafios da solidão

O Élder Christofferson salientou como o isolamento forçado pode resultar em solidão e ter consequências físicas e mentais negativas.

Ele sugeriu alguns conselhos para que os jovens adultos enfrentem melhor os desafios da solidão:

Servir

“Encontre uma maneira de contribuir. Procure oportunidades de ajudar, de ser gentil.”

O apóstolo disse que pensar nas pessoas ao nosso redor pode ajudar com o sentimento de solidão. Ele explicou que há ações que podem ser feitas online, e que há maneiras de estar em segurança ao usar máscaras, luvas e outros equipamentos de proteção para fazer algum tipo de serviço comunitário.

Trabalhar

“Se você pode trabalhar de casa, o faça.” Se trabalhar não é uma opção no momento, “planeje maneiras de impulsionar sua carreira”, Cursos online são uma opção.

“Depois que as coisas se abrirem novamente, você será grato por dedicar um tempo, enquanto pôde, para examinar as opções e o crescimento de sua carreira. Só porque as coisas estão ‘em espera’ no momento não significa que não podemos nos preparar para o futuro.”

Interagir

Encontre maneiras “de interagir como humanos, como irmãos e irmãs”.

“Ligue só para conversar. Você não precisa de uma mensagem ou pedido em especial, só converse.”

Cumpra a designação de ser um irmão ou irmã ministrador. Organize um estudo em grupo online ou encontre um para participar. Seja criativo. “Encontre algo inspirador e divertido”.

Procurar oportunidade de fazer o trabalho missionário e história da família

Nas circunstâncias atuais, algumas pessoas podem estar um pouco mais abertas a pensar em religião do que no passado, disse ele. Compartilhe o evangelho.

Ajude os missionários de tempo integral a encontrar pessoas para ensinar. Aproveite o tempo extra para aprender sobre história da família e ensinar outras pessoas a fazer o mesmo.

Exercitar-se

“Isso é algo que eu recomendaria a qualquer pessoa, mas principalmente para alguém que está isolado. Faça uma caminhada, dentro ou fora de casa.”

Desenvolver-se espiritualmente

O Élder Christofferson disse: “Este é um momento essencial para o desenvolvimento espiritual pessoal, para “banquetear-vos com as palavras de Cristo”.

“Temos um pouco mais de calma”, disse ele. “Este é o momento de aprender a ‘ouvir o Senhor’”.

O profeta pediu aos Santos dos Últimos Dias que desenvolvessem maior capacidade de reconhecer e receber revelação pessoal.

“É preciso disciplina – e intenção. Assuma a responsabilidade pessoal por isso. Como Brigham Young disse, podemos ser ‘como argila nas mãos do oleiro’”.

Esperar

Para as pessoas esperam poder receber o sacramento, ir ao templo ou estar com os amigos e familiares, o apóstolo prometeu que a situação atual mudará. Ele disse

“Não ficaremos sem essas coisas para sempre.”

Não somos esquecidos

O Élder Christofferson disse que todo membro da Igreja do Senhor deve sentir que há muitas pessoas que o apoiam e se preocupam com ele, mesmo durante imprevistos.

Às vezes, os Santos dos Últimos Dias solteiros sentem que “não podem contar com ninguém”. Mas ele acrescentou que para o Senhor “nenhum de nós é esquecido”.

“Ninguém pode dizer: ‘O Senhor não está cuidando de mim’.. Ninguém pode dizer isso.”

Alma, ao falar com seu filho Helamã, disse: “sei que aqueles que confiarem em Deus serão auxiliados em suas tribulações e em suas dificuldades e em suas aflições; e serão elevados no último dia.” (Alma 36:3)

O Élder Christofferson disse que essas promessas também se aplicam “ao aqui e agora”.

“Deus o apoiará se você se voltar para Ele. Ninguém é excluído desta promessa.”

Essa promessa ajudará os Santos nesse grande momento de oportunidades, ao se conscientizarem de seu próximo e ajudarem a colher almas. Ministrar ao lado do Salvador – e a Seu modo – “ajudará a todos a sentirem-se seguros, inclusive os solitários”.

Fonte: Church News

Relacionado:

Deus sempre está presente em sua vida, embora às vezes você não reconheça

| Profetas Hoje

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *