3 Elementos-Chave para que ocorra uma cura pelo poder do Sacerdócio

cura

O sacerdócio é o poder de Deus dado ao homem para agir em nome Dele para salvação de Seus filhos. O sacerdócio realiza as ordenanças de salvação – batismo, confirmação, ordenação ao sacerdócio, Investidura e Casamento Eterno. O sacerdócio também tem o poder de realizar outras ordenanças – como a concessão de bênçãos de cura.

As bênçãos de cura sempre fizeram parte do evangelho de Jesus Cristo. Lemos sobre muitas uras no Velho e Novo Testamento, bem como no Livro de Mórmon. Em tempos mais recentes o Senhor também ordenou que os portadores do sacerdócio dessem bênçãos de saúde (D&C 42:48).

O Presidente Spencer W. Kimball, que foi Presidente da Igreja no passado, disse existem 3 elementos-chave para que uma ordenança de cura efetue a cura propriamente dita. Ele disse:

“O Senhor garantiu-nos que os doentes serão curados se forem efetuadas as ordenanças, se houver fé suficiente e se o enfermo não estiver “designado para morrer”. Contudo, há três fatores, e todos eles devem ser satisfeitos. Muitos não realizam as ordenanças, e inúmeras pessoas não estão dispostas a exercer fé suficiente ou não são capazes disso. Mas o outro fator também é importante: se eles não estiverem “designados para morrer”. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Spencer W. Kimball, capítulo 2)

Assim os três elementos que precisam ser satisfeitos para cura são: (1) Realizar a ordenança apropriadamente; (2) exercer fé; e (3) não estar designado para morrer.

Realizar corretamente a ordenança

A bênção de cura só pode ser realizada por portadores dignos no sacerdócio de Melquisedeque. Esse portadores precisam compreender o que é uma bênção de saúde. O Presidente Dallin H. Oaks, quando era membro do Quórum dos Doze Apóstolos, ensinou:

“Há cinco partes no uso da autoridade do sacerdócio para abençoar os enfermos: (1) a unção, (2) o selamento da unção, (3) a fé, (4) as palavras de bênção e (5) a vontade do Senhor.

Mais instruções sobre como dar uma bênção de cura estão no Manual de Administração da Igreja (Manual 2) e nas escrituras.

Exercer Fé

A fé é essencial para a cura pelos poderes do céu. O Livro de Mórmon até ensina que “se não houver fé entre os filhos dos homens, Deus não pode fazer milagres entre eles” (Éter 12:12).

O Presidente Spencer W. Kimball disse:

“A necessidade da fé é frequentemente subestimada. O enfermo e a família geralmente parecem depender inteiramente do poder do sacerdócio e do dom de cura que os irmãos que ministram a bênção possam ter, quando na verdade a responsabilidade maior cabe àquele que é abençoado. (…) O elemento principal é a fé exercida pela pessoa, quando ela está consciente e lúcida. ‘A tua fé te salvou’ (Mateus 9:22) é uma frase repetida tantas vezes pelo Mestre que quase se tornou um refrão” (“President Kimball Speaks Out on Administration to the Sick”, Tambuli, agosto de 1982, pp. 36–37.)

Funeral ressurreição mórmon

Não estar designado para morrer

O Presidente Spencer W. Kimball disse também:

Todos vão morrer um dia. A morte é uma parte importante da vida. Obviamente, nunca estamos preparados para tal mudança. Sem saber quando ela virá, lutamos — com razão — para preservar nossa vida. No entanto, não devemos ter medo da morte. Oramos pelos doentes, administramos aos aflitos, imploramos ao Senhor que cure e diminua a dor e adie a morte.

(…) [Mas] depois de certo tempo de vida [morremos]. (…)

Diante do que nos parecem tragédias, devemos depositar nossa confiança em Deus, cientes de que apesar de nossa visão limitada, Seus desígnios não falharão. Com todas as suas dificuldades, a vida oferece-nos o tremendo privilégio de progredir em conhecimento e sabedoria, fé e obras, preparando-nos para regressar à presença de Deus e partilhar de Sua glória.” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Spencer W. Kimball, capítulo 2)

Para buscar a cura devemos usar tanto a ciência quanto a fé

O Presidente Dallin H. Oaks, disse que os membros da Igreja utilizam a (1) ciência médica, (2) as orações da fé e (3) as bênçãos do sacerdócio para obter cura e alívio. Ele disse:

Os santos dos últimos dias acreditam em aplicar as melhores técnicas e conhecimentos científicos disponíveis. Usamos a nutrição, os exercícios e outras práticas para preservar a saúde e recrutar a ajuda de profissionais da saúde, como médicos e cirurgiões, para restaurá-la. (…)

Sabemos que a oração da fé, proferida em particular, em nosso lar ou no local de adoração, pode ser eficaz para curar os enfermos. Muitas escrituras falam do poder da fé na cura de uma pessoa. O Apóstolo Tiago ensinou que devemos “[orar] uns pelos outros, para que sareis”, acrescentando que “a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” (Tiago 5:16). (…)

Muitas escrituras ensinam que os servos do Senhor “porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão” (Marcos 16:18).6 Os milagres acontecem quando a autoridade do sacerdócio é usada para abençoar os enfermos. Já vi esses milagres. Quando rapaz, e depois de adulto, vi curas tão milagrosas quanto as registradas nas escrituras, e muitos de vocês também já as viram.” (“Curar Enfermos“, Conferência Geral Abril de 2010)

Assim, quando a doença e a aflição vier, devemos procurar a ciência, a oração da fé e as Bênçãos do Sacerdócio. Quando os portadores dignos do sacerdócio administrarem apropriadamente e exercemos fé, seremos curados – caso não estejamos designados para alguma provação, que, segundo a Sabedoria de Deus, visa nos aperfeiçoar e elevar. Mesmo a morte é uma bênção para os fiéis, pois os leva para mais próximo do Senhor.

Relacionado:

https://mormonsud.net/para-refletir/5-verdades-sobre-o-sacerdocio/

| Para refletir
Publicado por: Lucas Guerreiro
Escritor, Advogado, Membro da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/SP, Membro da J. Reuben Clark Law Society São Paulo. Fez Missão em Curitiba - Brasil. Gosta de desenhar, estudar filosofia, fotografar, viajar e assistir series de super-heróis.
cura
O poder da gratidão em nossa vida
oaks
Presidente Oaks fala sobre doenças mentais, história da Igreja e...

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *