Aceitar um Chamado

Ao sermos batizados na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias fazemos convênio com Deus de tomar sobre nós o nome de Cristo.  Isso nos remete a agir, a viver de maneira semelhante aos ensinamentos de Jesus Cristo e nos esforçarmos por seguir seu exemplo.

Quando o próprio Salvador esteve na Terra, ele estabeleceu sua igreja e chamou seus apóstolos. Ele (Jesus Cristo) lhes deu poder para agir e ajudar as outras pessoas :

“E chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e curarem toda enfermidade e todo mal.” (Mateus 10:1)

chamado

Os apóstolos receberam seu chamado diretamente de Jesus Cristo. (imagem via lds.org)

As pessoas são chamadas por Deus para ocuparem diferentes chamados. Espera-se que elas possam ajudar na edificação do reino de Deus aqui na Terra. O que ocorre quando alguém é chamado e não tem o desejo de servir?

Citarei três pontos relevantes a se pensar quando essa situação acontece:

1- Deus nos conhece

Jesus, o bom pastor

Imagem via lds.org.

Por meio da Quinta Regra de Fé aprendemos que:

” Cremos que um homem deve ser chamado por Deus, por profecia, e pela imposição de mãos, por quem possua autoridade, para pregar o Evangelho e administrar as suas ordenanças.”

É importante lembrar que cada chamado acontece por revelação,  por meio do sacerdócio de Deus e precisamos confiar neste poder. O Pai Celestial nos conhece e sabe o que é melhor para nós.  Ele sabe do nosso potencial, mesmo quando não nos sentimos prontos, devemos confiar em sua sabedoria.

Ao receber um convite de um  líder para servir em uma determinada responsabilidade, podemos pensar que o Pai Celestial está nos demonstrando seu amor por meio de sua confiança em dar-nos a oportunidade de ajudar a outros. E que bênção é ter a confiança de Deus!

2- Oportunidades de servir

 

O Salvador em seu ministério na Terra nos ensinou muito sobre o serviço. Veja um exemplo:  

“Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Mateus 10:45)

Cada chamado é uma oportunidade de servir a outros, mas principalmente a nosso Pai Celestial. Nessa constante busca por ser semelhante a Cristo, precisamos desenvolver o hábito de servir, tal como Ele o fez. Dessa forma, desenvolveremos seus atributos e nos aproximaremos mais Dele.

3- Pensar positivamente

razões para ser mórmon

É natural que pensemos em todos os aspectos pelos quais esse chamado não “combina” conosco.  Pensar em todas as dificuldades que enfrentaremos, ou muitas vezes nos sacrifícios que precisaremos realizar. Em vez disso, se mantivermos nossa mente focada no objetivo principal que é o de ajudar e servir a outros e a nós mesmos, poderemos experimentar de inspiração e a companhia do Espírito Santo para saber o que o Senhor requer de nós.

Sentiremos seu amor e chegaremos a ser instrumentos em suas mãos. Pensar positivamente aumenta nossa fé em nossa busca por sermos melhores discípulos de Cristo.