Dignidade

Primeiramente, se alguma promessa não foi cumprida, ou uma bênção nunca foi recebida, pode ser porque a pessoa não viveu de forma a ser digna das coisas que o Senhor lhe havia prometido.

Se não nos esforçarmos para viver fielmente a nossos convênios, poderemos perder as oportunidades de receber as bênçãos prometidas a nós. Por exemplo, se a bênção patriarcal de um jovem diz que ele servirá como missionário quando jovem mas então ele não permanece digno de servir em uma missão, essa oportunidade (e as bênçãos associadas) seriam perdidas ou, no mínimo, atrasadas.

Ele certamente pode se arrepender e servir uma missão com sua esposa no futuro. No entanto, se ele não estiver digno para receber a bênção, ele simplesmente perderá a promessa feita.

a ansiedade

Tempo certo

Uma segunda razão pela qual algumas promessas de uma bênção patriarcal podem parecer atrasadas tem a ver com o tempo. O Presidente Boyd K. Packer (1924–2015), ex-presidente do Quórum dos Doze Apóstolos, explicou:

“Às vezes, alguém se preocupa porque uma promessa feita em uma bênção patriarcal ainda não foi cumprida.Por exemplo, uma bênção pode indicar que um membro se casará mas não encontrou um companheiro(a). Isso não significa que a bênção não será cumprida.

É bom saber que as coisas acontecem no devido tempo do Senhor, nem sempre no nosso. Coisas de natureza eterna não têm fronteiras. Desde a existência pré-mortal até nossa existência além dos véus da morte, nossa vida é uma vida eterna. [1]”

desejamos

Suposições

Alguns supõem que certas promessas em sua bênção patriarcal não foram inspiradas porque não testemunharam seu cumprimento em suas vidas (ver Hebreus 11:13).

No entanto, em muitos casos, a bênção prometida foi cumprida, mas não da maneira esperada. Assim, às vezes não percebemos o seu cumprimento e assumimos que ou o patriarca estava errado ou que Deus nos decepcionou.

Como exemplo, o Élder LeGrand Richards, dos Doze Apóstolos, contou sobre a morte de seu filho mais velho – que ainda não tinha completado dezesseis anos quando ele morreu.

Na bênção patriarcal do menino, prometia: “Pois será teu privilégio levar o santo sacerdócio e ir até entre estranhos e em terras estranhas, em defesa da verdade e da justiça”.

O Élder Richards e sua esposa interpretaram essas promessas como significando que seu filho serviria em uma missão em algum país onde provavelmente aprenderia uma língua estrangeira; e que, ao retornar, ele se casaria e teria filhos.

Assim, quando o menino morreu, o Élder Richards e sua esposa ficaram arrasados ​​e confusos. Foi um de seus filhos mais jovens que apontou para eles que seu irmão mais velho estava servindo uma missão entre “estranhos e em uma terra estranha”.

Além disso, o irmão mais novo notou que a nova casa de seu irmão era uma “morada apropriada para os espíritos de seus entes queridos.” Da mesma forma, minha bênção patriarcal me prometeu o dom de línguas.

Minha suposição imediata era de que eu estaria servindo uma missão de língua estrangeira. No entanto, fui chamado em uma missão de língua inglesa, na Inglaterra.

Eu experimentei absolutamente o dom de línguas em minha vida, mas foi de um modo muito diferente do que eu supus que o Senhor quisesse (quando Ele me prometeu este presente em minha bênção).

Se eu não tivesse mudado meu paradigma, o cumprimento dessa promessa em minha vida poderia muito bem passar despercebido.

Traduzido do Inglês do site LDSLiving por Inaê Leandro.

Relacionado:

6 Maneiras de Preparar Seus Filhos Agora Para Receber a Bênção Patriarcal