5 razões pelas quais os membros da Igreja não deveriam assistir Game of Thrones

Vai assistir “Game of Thrones” no próximo domingo?

Se não, provavelmente você já não aguenta mais ver um monte de postagens e propagandas nas mídias sociais sobre o blockbuster da HBO que voltou no dia 14 de abril para sua oitava e última temporada.

Espera-se que mais de 1 bilhão de pessoas sintonize no mundo todo para assistir os últimos episódios.

Com toda a comoção sobre o show, os fãs de “Game of Thrones” podem não acreditar que algumas pessoas escolham não assistir.

Na verdade, há muitas boas razões, algumas apoiadas pela ciência, para resistir à tentação e não assistir o show nos últimos oito anos. Embora a série seja sobre várias famílias, ela não é um entretenimento para a família.

Você pode não ser capaz de convencer seus amigos e colegas de trabalho a não assistir, mas aqui estão seis razões válidas (uma para cada episódio) para não assistir a série:

1 – O efeito da violência no cérebro.

Embora os efeitos negativos do conteúdo violento em crianças sejam amplamente conhecidos, as imagens violentas afetam os adultos de maneira diferente, de acordo com a pesquisa da Escola de Medicina Icahn, no Mount Sinai, em Nova York.

Os pesquisadores examinaram a função cerebral de dois grupos de homens enquanto assistiam a filmes violentos: alguns tinham tendências agressivas, outros não. Enquanto assistiam, os homens agressivos tinham menos atividade na região do cérebro associada à tomada de decisões e autocontrole. Os homens não agressivos relataram estarem desconfortáveis, nervosos e com apressão sanguínea alterada.

Mas, independentemente de nossas tendências agressivas, os pesquisadores descobriram que os adultos podem ficar dessensibilizados à violência ao consumir conteúdo violento repetidamente – e isso afeta como tratamos nossos filhos.

O Orlando Sentinel publicou uma pesquisa feita pelo Centro de Políticas Públicas de Annenberg, que descobriu que os pais se tornam mais tolerantes com relação ao que as crianças devem assistir à medida que aumentam sua exposição à violência.

“Esperávamos que houvesse uma certa quantidade do que chamamos de dessensibilização. Mas o que foi impressionante foi o quão claro e  intenso era o padrão”, disse Dan Romer, atual diretor de pesquisas do Annenberg Public Policy Center e principal autor do estudo.

Antes de preencher nossas mentes com coisas que não edificam , podemos procurar oportunidades para sermos alimentado por coisas espirituais. Aprendemos que os pensamentos se transformam em ações. O Presidente David O. McKay em várias ocasiões declarou o seguinte: 

“‘Diga-me em que você pensa quando não tem o que pensar, e eu lhe direi quem você é’. Os santos dos últimos dias têm a responsabilidade de ter pensamentos puros, de acalentar ideais elevados. Enquanto o fizerem, seus atos concordarão com esses ideais”

2 – Você não pode “desver”.

Pergunte a qualquer pessoa que assistiu episódios de “Game of Thrones”. Mesmo que planejem desviar o olhar para as piores cenas, nem sempre é possível. E uma vez que você tenha visto o que é conhecido como o “Casamento Vermelho” (vermelho, por causa do sangue) você não pode voltar atrás. O mesmo se aplica à mutilação de Theon Greyjoy.

Apesar da violência ser usada como fidelidade histórica em filmes de guerra como “O Resgate do Soldado Ryan”, na série Game of Thrones é para chocar e provocar. Por exemplo, um homem sendo comido vivo por cães em um episódio.  É por isso que existem artigos on-line como “As 20 mortes mais repugnantes de Game of Thrones.”

Você realmente quer que esses tipos de imagens ocupem espaço em seu cérebro pelo resto de sua vida? Penso que não. Um site de fãs de “Game of Thrones” calculou que houve cerca de 174.373 mortes no programa desde sua estréia.

Não perca sua inocência, “que a virtude adorne teus pensamentos incessantemente;” (D & C 121: 45). Nós podemos encher nossas vidas com luz, paz e fé. Ao preencher nossas vidas com o que é bom, não haverá lugar para fontes de escuridão espiritual. Podemos superar qualquer hábito que tenhamos que levam a atos imorais.

internet e testemunho

3 – Vamos ser claros: É pornografia.

muita nudez em “Game of Thrones”. Mesmo quando o sexo não é estupro, muitas cenas do tipo são violentas ou ocorrem em bordéis. Um dos principais “romances” do show é incestuoso.

O Daily Mail relatou que a atividade em sites pornográficos cai durante o programa, e que pesquisas por imagens sensuais dos atores da série aumentam exponencialmente.

Se você tiver que correr para desligar a TV se um dos seus filhos (ou seus pais) entrarem na sala, você deveria mesmo estar assistindo?

Presidente Harold B. Lee ensinou:

“Cinjam-se com a armadura da retidão. Não cedam às tentações num momento de fraqueza. Protejam essa que é a fortaleza da pureza. O corpo é o templo do Espírito Santo, caso o conservemos limpo e puro.”

Satanás faz você não fazer nada

4 – Adeus ao Dia do Senhor

Com a chegada da última temporada da série “Game of Thrones”, uma energia renovada e determinação por parte do público também estão presentes. A maioria das pessoas está presa em cada episódio, no entanto, a estréia deles é sempre no domingo. 

O Salvador disse: 

“O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.” (Marcos 2:27). 

Embora o Dia do Senhor tenha sido criado como um presente para nós, um dia em que podemos descansar da rotina, de nossas obrigações e trabalho, também é nossa oportunidade de renovar o nosso espírito, nossos convênios e nos aproximarmos como uma família. 

noites em um lar santificado

O Presidente Nelson, na Conferência Geral em abril de 2015, aconselhou: 

Até que ponto santificamos o Dia do Senhor? Quando eu era bem mais jovem, estudei o trabalho de outros que tinham compilado listas de coisas para fazer e coisas para não fazer no Dia do Senhor.

Foi só mais tarde que aprendi nas escrituras que minha conduta e minha atitude no Dia do Senhor constituíam um sinal entre mim e meu Pai Celestial.12 Com esse entendimento, não precisei mais de listas do que fazer ou evitar.

Quando tinha que tomar a decisão sobre uma atividade ser ou não adequada para o Dia do Senhor, simplesmente me perguntava: “Que sinal quero dar a Deus?” Essa pergunta fez com que minhas escolhas para o Dia do Senhor ficassem bem claras.

vergonha

5 – A linguagem

A linguagem chula é frequente. Um personagem importante nasce fora do casamento, e os escritores do programa alegremente inserem o palavrão para essa condição em todas as oportunidades. E isso é apenas o começo.

Como a violência, nos tornamos insensíveis à profanação ao nos expor frequentemente a ela, assim como nossos filhos. O Washington Post relatou que as crianças estão usando palavrões em idades mais precoces do que as gerações passadas. Como o estudo diz, os filhos repetem os palavrões que ouvem os pais falarem.

“Quando as crianças vão para a escola agora, elas dizem todas as palavras que tentamos evitar dizer na frente delas porque elas aprendem com a televisão”, disse o professor de psicologia Timothy Jay ao jornal. “Nós achamos que o uso de palavrões começa entre 3 a 4 anos de idade.”

casal recebe no templo mensagem da filha que não nasceu

Para o Vigor da Juventude, que é um guia para todos os membros da Igreja, nos diz o seguinte: 

“O modo pelo qual vocês se comunicam reflete o fato de que são um filho ou uma filha de Deus. Uma linguagem limpa e inteligente é evidência de uma mente brilhante e sadia. A boa linguagem, que eleva, incentiva e elogia as pessoas, convida a companhia do Espírito para estar com vocês.”

Ajudar nossos filhos a usar uma linguagem saudável criará uma atmosfera de paz e amor em nosso lar. Podemos ser uma luz para nossos filhos, amigos e conhecidos. Podemos ser uma luz para aqueles que buscam o Senhor. 

Larry M. Gibson, da Presidência Geral dos Rapazes, disse: 

“As palavras que usamos refletem os sentimentos de nosso coração e quem realmente somos.”

A armadura de Cristo

Há muitas razões que justificam que “Game of Thrones” não convém para aqueles que procuram seguir o caminho estreito e estreito. No entanto, a decisão é para cada indivíduo. Todos nós temos a capacidade de escolher o caminho que leva a um fortalecimento espiritual. 

Sempre haverá coisas que chamam nossa atenção, essa é a obra de Satanás, no entanto, são passos pequenos que nos afastam da luz.

Cada coisa pequena e simples que fazemos, como ler nossas escrituras, fazer nossas orações diárias e escolher o certo, nos dá a oportunidade de ser protegido pela armadura de Cristo. 

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.” (Efésios 6:11).

É importante lembrar que, assim como colocamos a armadura de Deus, podemos facilmente perdê-la. Não vale a pena perder a felicidade duradoura por um momento de prazer momentâneo. 

“E agora, meus filhos, lembrai-vos, lembrai-vos de que é sobre a rocha de nosso Redentor, que é Cristo, o Filho de Deus, que deveis construir os vossos alicerces; para que, quando o diabo lançar a fúria de seus ventos, sim, seus dardos no torvelinho, sim, quando todo o seu granizo e violenta tempestade vos açoitarem, isso não tenha poder para vos arrastar ao abismo da miséria e angústia sem fim, por causa da rocha sobre a qual estais edificados, que é um alicerce seguro; e se os homens edificarem sobre esse alicerce, não cairão.” (Helamã 5:12)

“Game of Thrones” é a sensação do momento, amanhã haverá outro programa, outro filme, outra decisão a tomar. O mundo procura ansiosamente a nossa atenção, procura nos despir da nossa armadura, no entanto não estamos sozinhos nesta luta, há alguém que nunca nos abandonará. Como Presidente Monson ensinou:

“Ouse ser mórmon,

Ouse ficar sozinho.

Ouse ter um firme propósito,

Ouse torná-lo conhecido.”

Fonte: Deseret News

Relacionado:

Ser aceito ou manter meus padrões

| Para refletir

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *