O Presidente Henry B. Eyring , segundo conselheiro na Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, rededicou o Templo de Jordan River, em Utah, no dia 20 de maio de 2018.

Durante a reforma de dois anos o interior do templo de Jordan River foi amplamente renovado. Foram adicionados novos móveis, carpetes, pinturas decorativas e arte em vidro.  Elementos mecânicos, elétricos e hidráulicos foram atualizados para melhorar a eficiência do edifício. O exterior do edifício não foi alterado. O jardim ao redor do templo e das calçadas é novo, e outras áreas foram renovadas. Detalhes adicionais da renovação podem ser encontrados aqui.

Em uma entrevista antes da dedicação, o Presidente Eyring disse que durante a dedicação ele sentiria “os ecos dos pioneiros” que se estabeleceram naquela parte do Vale do Lago Salgado “por causa da fé que eles tinham”. Este é um “lugar pioneiro.”

O Presidente Eyring também comentou sobre a oração dedicatória de 1981 oferecida pelo Presidente Spencer W. Kimball, seu tio, e disse que é “apropriado para o nosso tempo”. Na oração, o Presidente Kimball falou sobre os governos e a necessidade de termos líderes justos e união.

O Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, também participou da rededicação, juntamente com os Élderes Timothy J. Dyches e Mervyn B. Arnold, dos Setenta ; Irmã Joy D. Jones , presidente geral da Primária; e o bispo Dean M. Davies , primeiro conselheiro no Bispado Presidente .

O templo foi rededicado em três sessões. Entre os participantes estavam os santos dos últimos dias que vivem na área do Templo de Jordan River, nos distritos de Draper Utah e na área do Templo de Oquirrh Mountain. A programação regular das reuniões dominicais foi cancelada naquele dia.

No dia anterior a rededicação do templo, 17.000 jovens dançaram e cantaram em uma celebração cultural no Centro de Conferências na Praça do Templo no sábado, 19 de maio. O tema do evento foi “Prontos”, da escritura em Doutrina e Convênios 50:46.

O Presidente Eyring se dirigiu aos jovens antes da apresentação:

“Minha oração é que essa experiência os direcione a uma vida inteira de escolhas para tornar o templo uma estrela guia em sua jornada ao lar para viver eternamente em famílias amorosas com o Pai Celestial e Seu Filho Amado. Eu sou grato por estar nesta jornada com vocês. Obrigado pela sua companhia hoje e que essa celebração seja mais um passo neste caminho. ”

Um elenco de mais de 2.000 jovens participaram como narradores, solistas, dançarinos e membros do coro, banda e orquestra. Os 15.000 adolescentes restantes se juntaram ao público do Centro de Conferências e se apresentaram em vários outros momentos. Os artistas ensaiaram durante dois meses, proporcionando-lhes uma experiência destinada a construir força espiritual em sua preparação para entrar no templo de Jordan River.

A celebração cultural foi transmitida para capelas na região.Um vídeo das atividades realizadas pelos jovens durante as oito semanas anteriores foi um destaque.

Uma das atividades que os jovens participaram enquanto se preparavam para a rededicação aconteceu no sábado, dia 12 de maio. Milhares de jovens e seus líderes caminharam, em um dia muito chuvoso, de suas casas do Vale do Lago Salgado até o templo, uma jornada de mais de 12 quilômetros.

Fonte: MormonNewsroom

Relacionado:

O que os mórmons devem (ou não) falar sobre os templos