Membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias estão entre os havaianos que perderam suas casas ou foram ameaçados pela lava do vulcão Kilauea.

Ao menos 35 construções foram destruídas, inclusive a residência de uma família mórmon.

“A casa desses membros está completamente destruída,” disse Samuel Erbe, presidente da estaca Hilo. “A lava leva tudo o que está pela frente.”

Todos os membros e missionários estão seguros. Dez famílias mórmon que moravam na área afetada encontraram abrigo na casa de parentes e amigos. Não há nenhum perigo iminente para as propriedades e capelas da Igreja, de acordo com o porta voz da Igreja, Daniel Woodruff.

O vulcão Kilaue entrou em erupção no dia 3 de maio, enviando “fontes e rios de lava através dos bairros próximos.”

A população que viviam em comunidades no lado leste da ilha do Havaí foi evacuada.

Mas mesmo os habitantes que não tiveram seus lares ameaçados pela lava foram prejudicados pelo desastre. Rios de lava destruiu ou danificou a distribuição de energia, água, e diversas estradas. Um terremoto de magnitude 6.9 também atingiu a região no dia 4 de maio.

“Muitas comunidades são afetadas pela falta de água e eletricidade,” disse Presidente Erbe. “As toxinas liberadas nas nuvens de cinzas deixam as pessoas doentes… Os gases fazem com que nos sentimos nauseados. Eles fazem com que seus olhos e sua pele ardem. Fazem com que sua vida seja miserável.”

A capela da Ala Kea’au está sendo usada como abrigo e santos dos últimos dias locais estão ajudando onde for necessário.

“A comunidade tem sido incrível,” disse Presidente Erbe. “Muitas pessoas estão compartilhando o espírito de ‘Aloha.’”

Muitas das vítimas, não tiveram tempo de salvar seus pertences. Os membros da estaca Hilo tem doado roupas, sapados, alimento e outros itens essenciais para as pessoas abrigadas nas instalações da Cruz Vermelha.

Uma tabela ajuda a identificar as vítimas e os itens que elas precisam. O desastre deixou muitos necessitados.

“O que eles mais precisam é de um amigo e um abraço,” disse Presidente Erbe.

Como todos os habitantes do estado, o líder da Igreja não sabe o que esperar do Kilauea. “Tudo é incerto.”

O governador do estado, David Ige, disse:

“A lava segue em frente de forma imprevisível. É difícil determinar a direção. Ela segue em frente e para aleatoriamente. Esta é a incerteza que os habitantes têm que enfrentar.”

Fonte: LDS Church News

Relacionado:

Presidente Nelson conclui sua viagem de ministração pelo mundo no Havaí