Arqueólogos encontraram o que eles afirmam ser a igreja dos apóstolos, que foi construída em cima da casa dos apóstolos de Jesus, Pedro e André. A construção fica perto do Mar da Galiléia, segundo os arqueólogos americanos e israelenses.

Especialistas têm escavado o local de el-Araj, na costa norte do Mar da Galileia. Os arqueólogos acreditam que el-Araj é o local da antiga vila de pescadores judeus de Betsaida , que mais tarde se tornou a cidade romana de Julias.

O prof. Steven Notley do Nyack College disse à Fox News que as escavações anuais no local revelaram evidências da existência da igreja, como pedaços de mármore e pequenos blocos de vidro dourado chamados tesselas que eram usados ​​em mosaicos de paredes ornamentadas das igrejas.

“Essas descobertas nos revelaram que a igreja estava esperando para ser encontrada em algum lugar próximo”, explicou ele.

Seguindo as pistas, os arqueólogos descobriram os pisos do mosaico da igreja.

“É sempre extraordinário trazer à luz esses lindos pisos decorados depois de terem ficado enterrados por quase 1500 anos”, explicou Notley.

A igreja bizantina havia sido mencionada pelos primeiros peregrinos cristãos.

“[O bispo Willibald, 725 d.c] afirmou que a igreja estava em Betsaida construída em cima da casa de Pedro e André, que foram os primeiros discípulos de Jesus,” Notley disse à Fox News.

O professor acrescentou que a descoberta da igreja é significativa por pelo menos duas razões.

“Primeiro, até sua recente descoberta, muitos estudiosos questionaram sua existência. Embora seja mencionado nos itinerários de peregrinações bizantinas, muitos pensaram que esses relatos estavam equivocados ”, explicou. “Segundo, a igreja indica que lá existia uma memória viva na comunidade cristã sobre a localização de Betsaida, lar de Pedro, André e Filipe (João 1:44)”.

A cidade romana Julias surgiu da vila de pescadores judeus de Betsaida durante o primeiro século depois de Cristo, segundo o historiador judeu Josefo Flavius. O Novo Testamento descreve Betsaida como o lar dos apóstolos de Jesus, Pedro, André e Filipe. Jesus também curou um cego em Betsaida, de acordo com Marcos 8: 22-26. Já Lucas 9: 10-17 descreve um local próximo para alimentar as cinco mil pessoas.

Enquanto o local parece ter sido abandonado por cerca de dois séculos, durante o quarto e quinto séculos depois de Cristo, a comunidade cristã local ainda lembrava onde a aldeia do Novo Testamento havia sido localizada, de acordo com Notley.

“A descoberta da igreja fortalece nossa posição de que el-Araj deve ser considerado o principal candidato a ser identificada como a cidade de Betsaida e Julias do Novo Testamento”, acrescentou.

Especialistas estão confiantes de que a próxima temporada de escavações em el-Araj revelará mais dos segredos do antigo local e planejam escavar inteiramente a igreja bizantina.

“Até agora, descobrimos apenas algumas das salas na parte sul da igreja, provavelmente o corredor ao sul”, disse Notley. “No final desta temporada, apenas começamos a descobrir os mosaicos do que é esperado ser a parte central da igreja.”

Imagens eletromagnéticas também sugerem que existem mais edifícios e estruturas a serem escavadas em el-Araj.

“No final da próxima temporada, esperamos publicar um relatório preliminar sobre as nossas primeiras cinco temporadas e, definitivamente, provar a localização da cidade de Betsaida e Julias do Novo Testamento”, explicou Notley.

Fonte: Fox News

Relacionado:

Incrível nova descoberta arqueológica corrobora o Livro de Mórmon