Hartman Rector Junior e sua esposa Connie foram batizados na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em fevereiro de 1952. Dezessete anos depois ele foi chamado como uma Autoridade Geral no primeiro Quórum dos Setenta da Igreja SUD. Ele havia dedicado sua vida ao Salvador Jesus Cristo, e escreveu um livro com muitas historias de conversões. Cada historia é inspiradora. Uma delas conta a experiência de um homem chamado Immo Luschin Von Ebengreuth:

mormon-familiaImmo é um tradutor de tempo integral da Igreja em Frankfurt, na Alemanha. Ele é um homem com uma educação invejável, ele fala cinco línguas e estudou medicina e direito na Universidade de Graz na Áustria. Ele sempre foi muito religioso. Abençoado com um casamento feliz ele não podia acreditar que este terminaria com a morte. Ao ponderar e orar a respeito ele se deu conta que a sua fé católica não podia oferecer as respostas que desejava. Mesmo assim, ele estava relutante em procurar as respostas fora de sua religião.

Ele conta: “Por muitos meses antes de nosso casamento, minha noiva e eu passávamos as tardes falando sobre cada fase de nosso futuro. Entre outras coisas, decidimos fazer da religião uma parte importante de nosso casamento. Nossos filhos deveriam ser protegidos da maldade do mundo, e esse resultado poderia ser alcançado fazendo da religião o fundamento de nossa vida moral.

No dia do nosso casamento em setembro de 1947, fomos nos confessar e participar do sacramento da eucaristia para depois sermos casados. Tentamos entrar em harmonia com todos os rituais infligidos para Igreja Católica Romana. A medida que nossos quatro filhos nasceram, cada um foi batizado semanas depois do nascimento; mais tarde os ensinamos a orar para o nosso Pai Celestial e frequentar a igreja conosco todos os domingos.

Depois de seis anos de felicidade ininterrupta, eu disse a Helmi, minha esposa: “Estive pensando, eu não acredito que seremos separados depois da morte, como disse o padre na nossa cerimonia de casamento. Deveríamos ficar juntos para sempre”. Ela me respondeu com uma pergunta: “Mas como isso pode ser possível?”

“Eu não sei. Mas uma coisa eu tenho certeza. Se eles não acreditam nisto ainda, deverão começar a acreditar, para o nosso próprio bem”.

Um dia Helmi estava aguando o jardim (quando dois missionários Mórmons aparecerão) e a convenceram a se sentar com eles em uma das mesas no nosso jardim. Eles pedirão permissão para começar a mensagem com um oração. Perguntaram a ela sobre a sua família, apresentando temas religiosos e fazendo perguntas. Helmi pediu que voltassem no sábado quando seu esposo estaria em casa. Eles então fizeram uma oração. Helmi disse: “Esta foi a coisa que mais me impressionou, e por muitos anos aquilo permaneceu em minha mente. Eles incluíram a mim e meus filhos na oração, pedindo que fossemos abençoados em nossas necessidades”.

Eu mal prestei atenção nela quando me disse que no sábado de manhã, dois jovens, provavelmente americanos, viriam para me ver. Eu estava trabalhando em minha oficina, fazendo um presente de aniversario para Helmi quando a campainha de nossa casa tocou.

“Bom dia. Nós somos missionários de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e temos uma mensagem muito importante para compartilhar com o senhor”, disse um deles. Ele disse que se chamava Elder Bryner e seu companheiro Elder Johnson.

“Queremos informa-lo de que existe um profeta do Senhor vivo em nossos dias”, ele continuou, “e que a plenitude do evangelho de Jesus Cristo foi restaurada na era moderna pelo profeta Joseph Smith”.

Immo se mostrou muito interessado, e depois de varias mensagens, ele descobriu que os missionários haviam trazido a verdade para ele. Todas as suas perguntas concernentes ao casamento pela eternidade foram respondidas. Ele disse: “Os missionários sabiam a resposta a todas as suas perguntas, e além disso, sabiam as respostas certas, aquelas que eu procurei por toda a minha vida. Eu senti que estava tornando a casa depois de muitos anos de ausência. No fim de sua segunda visita os élderes me convidaram a ajoelhar com eles e oferecer uma oração. “Por meio dessas mensagens, Immo e sua família foram lentamente convencidas da veracidade do evangelho:

No dia 28 de agosto de 1960, eu fui batizado pelo Elder David F. Johnson, e confirmado membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias pelo Elder Lowell L. Bryner.

Helmi foi batizada duas semanas depois; meus dois filhos mais velhos, Astrid de 12 e Hanno de 10 anos, se batizaram depois de três meses de instruções, em dezembro do mesmo ano. Gero, que na época tinha 7 anos e Iris de 5, foram batizados por mim mesmo quando completarem ambos oito anos de idade.

O dia mais importante da minha vida, e da vida de minha esposa, 21 de agosto de 1961, foi quando fomos selados para o tempo e para a eternidade no templo da Suíça. E eu sei que se formos fiéis, não seremos separados na vida após a morte.

Eu sei que isso é verdade; Eu sempre soube disso. Mas alguém teve que vir e me mostrar, quebrar os muros da tradição e as dissimulações que haviam sido colocadas ao meu redor. Alguém tinha que ser corajoso e persistente o suficiente para vencer a minha relutância em fazer o que o Senhor desejava que eu fizesse.

Alguém tinha que me ajudar. Agradeço a Deus aos missionários.

O Senhor tem chamado servos escolhidos nos nossos dias e época para que o Seu evangelho fosse pregado aos Seus filhos. Os missionários de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias são chamados por Deus e tem uma mensagem para você. A vida não precisa ser confusa. Eu te convido a conhecer os missionários Mórmons para que você também possa ser abençoado com o evangelho de Jesus Cristo e encontrar paz e alegria no Plano do Pai Celestial.

Este artigo foi escrito por Mady Clawson, um membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Recursos Adicionais

Solicite você também a visita dos missionários Mórmons e aprenda mais sobre o Plano de Felicidade de nosso Pai Celestial.