Nunca é tarde demais para estudar: Mulher de 90 anos se gradua na BYU

Oneita Sumsion, de 90 anos, mostrou que nunca é demais para se graduar.

Sumsion se tornou a pessoa mais velha a se graduar na história da BYU. Agora, Sumsion tem uma licenciatura em jornalismo. É uma conquista que demorou décadas.

Segundo The Daily Universe, só faltava um crédito para Sumsion se graduar quando ela largou a universidade para servir uma missão com seu esposo na Inglaterra.

Posteriormente, Sumsion serviu em mais quatro missões em lugares diferentes: Nauvoo, no CTM de Provo, Springville History Center e, novamente, na Inglaterra.

Veja também: Utah University concede título de doutor honoris causa para Presidente Nelson 

Entretanto, Sumsion fez um bom uso da educação, trabalhou como jornalista no Deseret News, no Daily Herald e no Springville Herald. Por fim, o referido, contou como o crédito que faltava e que levou à sua graduação.

Sua neta e um assessor acadêmico também foram essenciais para ajudá-la a receber seu diploma.

Devido a que Sumsion se graduou em 2020, a pandemia a impediu de viajar para a cerimônia de formatura. No entanto, alguns alunos a viram no campus.

“Os jovens me olharam como se eu estivesse louca. Me perguntaram se eu estava me graduando e lhes disse que sim. Aqui estava eu, aos 90 anos, me graduando como os jovens”, disse Sumsion a The Daily Universe.

Na foto com sua beca, o sorriso de Sumsion diz tudo quando se trata do que essa conquista significa pra ela.

“Eu estava muito emocionada. Sempre pensei em voltar e me graduar”, disse.

Fonte: LDS Living e The Daily Universe

 

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *