Lindsey Stirling Fala Como Sua Fé Mórmon a Faz Feliz

Lindsey Stirling

O termo “artista por si só” nunca foi aplicado tanto quanto para Lindsey Stirling, que começou fazendo um curso sobre como criar uma carreira na web. Quando Stirling, em seguida, postou sua primeira canção original em vídeo, “Spontaneous Me”, no YouTube sob o nome da usuária “lindseystomp” – uma homenagem a seu grupo de rock na escola, Stomp on Melvin – ela não esperava obter mais de 22 milhões de visualizações. Mas seu caminho independente para o sucesso não é muito surpreendente, já que Lindsey transmite muita energia e uma música diferente de qualquer outra coisa lá fora: violino entronizado com música eletrônica. Com base nos pedidos dos fãs, ela posta vídeos de covers em parceria com artistas, como John Legend e Macklemore e músicas tema de Game of Thrones e O Fantasma da Ópera, todos com danças coreografadas.

Com uma personalidade tão grande seja pessoalmente ou no palco, não é de se admirar que a carreira de Lindsey foi além da de um músico normal. Comumente comparada com Hayley Williams de Paramore – um herói da musica para Lindsey – tanto na aparência como na personalidade, ela é como “Fogos de Artifício no palco”. Seu canal no YouTube também inclui tutoriais de penteados de cabelo e aulas de dança, e ela está escrevendo um livro, The Only Pirate at the Party, que será lançado em janeiro do ano que vem. Falamos por telefone para falar sobre sua carreira, religião e o próximo Tour musical.

Por que a música eletrônica?

Eu tentei tantas músicas diferentes. Eu meio que me cansei da música clássica e queria torná-la divertida novamente. Eu comecei a tocar com bandas indies e bandas de country, e finalmente percebi que a música eletrônica trazia vida ao meu estilo de vida.

Como o YouTube mudou sua vida?

YouTube – minha nossa! – Eu posso fazer a minha carreira no meu próprio ritmo. Eu não tenho ninguém para me dizer que eu não estou pronta, e eu aprendi como fazer o marketing pessoal e como criar estratégias. “Spontaneous Me” já estava no iTunes, mas com exceção da minha mãe e minha avó, ninguém comprou. Quando ela chegou no YouTube, a coisa ficou louca.

Como você incorpora outros instrumentos em suas músicas?

Às vezes eu adiciono guitarra ou vocalistas ou vocais de fundo na música. Mas eu escrevo a principal partitura do violino, que é sempre a característica principal.

Você já fez aulas de dança profissionais?

Não, não fiz aulas de dança. Ao longo dos últimos dois anos e nos vídeos de música, eu contratei coreógrafos. Isso me fez uma dançarina muito melhor e dá a minha música o que eu estou procurando.

Eu entendo que você é mórmon. Isso restringe seu estilo de vida ou carreira?

Eu ainda sigo o estilo de vida da igreja Mórmon. Eu tento ir à igreja todos os domingos, mesmo quando estou em turnê. Não é só porque isso fez parte da minha educação, isso me ajuda a manter a sanidade. Isso me ajuda a lembrar do meu propósito e do quadro geral, do que é importante para mim e do que me faz feliz. As pessoas acham que esse estilo de vida é restrito, mas isso me mantém muito segura. Ao mesmo tempo, isso não significa que é fácil.

O que acontece depois da turnê?

Na verdade, estou dando um pulo no estúdio na próxima semana para gravar um novo álbum, que é … ahh … intimidador e assustador! Farei um monte de vídeos de música nesse segundo semestre e farei uma turnê do livro em janeiro.

Falando nisso, como é que você chegou no título do seu livro?

Quando criança, eu era criativa e original, e eu fui assim por toda minha vida. Uma vez, eu fui a uma festa a fantasia, e eu era a única pirata lá.

Este artigo é uma entrevista do Santa Barbara Independent e foi traduzido do site Independent.com. Traduzido por Esdras Kutomi.

| Inspiração
Publicado por: Esdras Kutomi
Formado em SI, mórmon, gosta de RPG e Star Wars, lê artigos científicos por diversão, e se diverte mais com crianças ou idosos do que com pessoas de sua idade.
Invenções Mórmons
7 Coisas Que Você Não Sabia Que Foram Inventadas Por Um Mórmon
Cofre mórmon
Cofre da Igreja Mórmon Está Entre os 8 Lugares Mais Seguros do Mundo

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *