No dia 24 de novembro, mais de 500 jovens do Distrito do Templo de Fort Lauderdale Florida participaram de um projeto de trabalho do templo de 24 horas consecutivas, resultando na conclusão de 2.876 ordenanças batismais.

Claro que, para a maioria dos americanos, a última sexta-feira final de Novembro significava “Black Friday” – a procura anual por promoções pré-natal em itens eletrônicos, brinquedos, roupas e outros itens da lista de desejos.

Temple White Friday

Mas para os jovens do sul da Flórida e seus líderes, o dia foi apropriadamente chamado de “Temple White Friday”. O projeto de oito estacas – programado para iniciar a campanha local da inciativa “Seja a Luz do Mundo” – começou os trabalhos no batistério às 10 horas da Sexta-feira e continuou sem parar, até as 10 horas da manhã seguinte.

“Foi uma grande honra realizar ordenanças que ajudam os outros a poderem retornar e viver com o Pai Celestial”, disse Victoria Menezes, uma adolescente de 16 anos de Miami Beach.

“Uma experiência fantástica”, acrescentou o Élder Stephen E. Thompson, um setenta de área que preside as estacas no distrito (Boynton Beach, Coral Springs, Fort Lauderdale, Fort Meyers, Miami, Miami Lakes, Miami South e Stuart).

No momento em que a ordenança final foi realizada, “todos nós sentimos a impressão de que havia muita alegria do outro lado do véu por muitas pessoas”, disse Scott Richards, presidente da estaca Miami Lakes Florida.

O projeto do sul da Flórida foi impulsionado pelo “Desafio do Templo aos Jovens”, publicado em 2014 pelo Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos: “preparar tantos nomes para o templo quanto os batismos que realizam no templo e ajudar outra pessoa a fazer o mesmo”.

Preparação

Os jovens de todo o distrito do templo passaram meses procurando e preparando nomes de suas próprias linhagens familiares. “A maioria esmagadora da juventude trouxe seus próprios nomes para o templo”, disse o presidente Robinson.

Organizar um projeto do templo 24 horas por dia para centenas de jovens do sul da Flórida não era tarefa pequena. Durante meses, os líderes locais trabalharam em estreita colaboração com a presidência do templo para gerenciar a logística. Cada uma das estacas preenchia um turno de três horas. E cada uma das oito estacas era responsável por manter uma equipe do templo com seus próprios trabalhadores durante o período de tempo atribuído.

Simplesmente precisávamos manter roupas brancas em grandes quantidades no templo, o tempo todo.

“Durante a ‘Temple White Friday’ , continuamos orando para que as máquinas de lavar e secar continuassem a funcionar bem”, afirmou o presidente do Templo de Fort Lauderdale, Jack Fisher. “E elas funcionaram bem – o que foi um milagre”.

Parcelas de mães, pais e líderes dos jovens locais também foram alistadas para transportar os jovens de suas casas para o templo e de vice versa.

“Nada disso teria acontecido sem os sacrifícios dos pais, dos oficiantes do templo e, claro, dos jovens”, disse o presidente Robinson.

As conexões feitas pelos jovens participantes se estendiam além de seus entes queridos falecidos. A maioria dos jovens são os únicos mórmons em sua escola, por isso servir no templo junto com os outros Santos dos Últimos Dias promoveu a unidade e muitas novas amizades.

“Esta foi uma oportunidade para a nossa juventude se juntar com um único propósito”, acrescentou o presidente Robinson.

Veronica disse que pode ter perdido algumas promoções no “Black Friday”, mas ela não trocaria a oportunidade da Temple White Friday que foi oferecida juntamente com as centenas de jovens da Santos dos Últimos Dias.

“Estar no templo de Fort Lauderdale nesse dia cheio me trouxe tanta paz”, disse ela.

Após o seu serviço no templo, os jovens se reuniram para um devocional na estaca central de Miami Lake Florida. Vários compartilharam seus testemunhos antes de ouvir mensagens do presidente Fisher e da Sister Maria Mercedes Fisher, junto com o Élder Thompson.

O Setenta de Área disse que era edificante estar ao púlpito e testemunhar a diversidade da juventude sul da Flórida. “É como olhar para a população do mundo porque todos os continentes estão representados”.

No meio-dia de sábado, os jovens estavam voltando para suas casas , mas eles não vão esquecer seu dia histórico em Fort Lauderdale.

“Espero que façamos a tradição do Temple White Friday crescer” , disse Veronica.

O impacto duradouro do dia, acrescentou Elder Thompson, “será o sentimento do Espírito Santo e do Espírito de Elias que tocaram seus corações porque eles encontraram nomes de familiares e executaram trabalho para eles no templo”.

Fonte: Deseret News

Relacionado:

Videoclipe do Tema da Mutual de 2018 Foi Filmado no Brasil