Uma história de Joseph Smith e seu guarda-costas, Allen Stout, fornece um exemplo de um encontro com uma pessoa transladada que ocultou sua condição celestial enquanto cumpria sua missão na Terra.

João

Quando Joseph Smith e Allen Stout andavam em uma estrada a oeste do rio Mississippi, “viram um homem andando por uma estrada que vinha do sul em sua direção.” O Profeta disse a Allen para permanecer onde estava enquanto ele ia conversar com aquele pedestre. Allen virou as costas para eles e depois de um tempo ficou envolvido com seus próprios pensamentos, enquanto ele cutucava um pequeno arbusto com a bengala que carregava.

“A mão do Profeta em seu ombro o despertou. O Profeta disse: ‘Devemos retornar imediatamente a Nauvoo’. Eles caminharam rapidamente em silêncio.

Allen ficou muito triste por ter negligenciado seu dever e seus olhos lacrimejaram. O Profeta perguntou-lhe por que ele estava chorando.

Allen confessou:

‘Eu não sou um bom guarda-costas. Negligenciei criminalmente seu bem-estar. Eu permiti que aquele homem que você conheceu falasse com você sem nem mesmo estar pronto para defender se ele o atacasse. Ele poderia ter matado você e ter escapado sem que eu soubesse quem ele é, de onde veio e como ele se parece. Você terá que dispensar meus serviços e escolher um guarda costas no qual possa confiar. Sua vida é preciosa demais para ser confiada aos meus cuidados.

O Profeta então disse: ‘Aquele homem não me machucaria. Você acabou de ver João, o amado. ‘” [1]

O mensageiro das placas

Outro relato, relatado por David Whitmer (uma das Três Testemunhas do Livro de Mórmon), também demonstra que os seres transladados ou ressurretos podem esconder o fato de serem anjos:

“Eu estava voltando para Fayette com Joseph e Oliver. Todos nós andando na carroça. Oliver e eu em um antigo assento de madeira e Joseph atrás de nós.

Fomos de repente abordados por um homem muito agradável e bonito em um lugar aberto e claro, que nos saudou com: “Bom dia, está muito quente” Ao mesmo tempo, ele enxugou o rosto ou a testa com a mão.

Devolvemos a saudação e, por um sinal de Joseph, convidei-o a cavalgar conosco, se estivesse seguindo o mesmo caminho, mas ele disse muito educadamente:

‘Não, estou indo para Cumora’.

Isso era algo novo para mim, eu não sabia o que Cumorah queria dizer, e olhei inquisitivo para  Joseph.

“… Ele tinha, eu acho, cerca de 1 metro e oitenta de altura e era bem encorpado… Ele estava vestido com um terno de lã marrom; o cabelo e a barba eram brancos. . . . Também me lembro que ele tinha uma espécie de bolsa nas costas, e dentro havia algo que tinha a forma de um livro.

Ele era o mensageiro que tinha as placas ”. [2]

Fonte: LDSLiving

[1] McConkie, Remembering Joseph, 210–11.

[2] Baugh, “Parting the Veil,” in Welch and Carlson, Opening the Heavens,269–70; see also Jenson, Latter-day Saint Biographical Encyclopedia,1:267; Whitmer, “Old Man Instantly Disappeared,” in Best-Loved Stories, 38–39.

Relacionado:

5 Coisas que você provavelmente não sabia sobre os Três Nefitas