Como uma rotina te ajudará a encontrar alegria durante o isolamento

O isolamento é difícil. Nesse momento, estou sentada no escuro, em minha casa, comendo miojo todos os dias, e me perguntando quando isso vai acabar.

Durante esse período de isolamento, tive dias bons e ruins. O que faz a diferença? Bom, para mim é uma rotina.

Um aviso: Não tenho filhos, mas entrevistei uma pessoa que tem e adicionei algumas ideias maravilhosas para famílias com crianças.

O início

A primeira semana em casa foi cheia de pijamas, Netflix, muitos lanches e nenhuma rotina. E pensei que seria um sonho, mas na verdade foi quase um pesadelo. Fiquei depressiva e me sentindo estagnada.

Com o passar da semana, eu me sentia cada vez mais cansada. Não tinha motivação. A casa estava uma bagunça, e meu cabelo também.

Ao final da semana, eu estava extremamente desencorajada. O que eu tinha feito todo aquele tempo? Não tinha feito faxina, nem praticado um hobby, ou estudado o evangelho. Eu estava brava comigo mesma.

A cobrança psicológica da COVID-19

Eu queria descobrir o que estava acontecendo. E a descoberta foi esclarecedora. Li o seguinte trecho em artigo do Columbia News:

“Junto com os riscos físicos, precisamos estar vigilantes sobre a cobrança psicológica do vírus, que vem com o distanciamento social e com o medo potencial de ser excluído pelos infectados.”

O artigo continua explicando como uma rotina que inclua exercícios, escrever em um diário, manter a conexão social e desenvolver projetos podem diminuir a resiliência emocional.

O artigo também diz para não usarmos pijamas, mas roupas normais de trabalho não tão formais e para nos afastarmos das mídias sociais. Todas boas ideias, mas como eu encontraria motivação para fazer aquilo?

Minha rotina

Fiz uma pequena oração e pedi ao Pai Celestial que me ajudasse a encontrar motivação para fazer coisas que me ajudariam a me sentir melhor. Logo depois da oração, uma das minhas amigas postou uma foto de seu planejamento semanal. Uma luz se acendeu em minha mente!

Decidi criar uma lista livre de tarefas. Naquela noite sentei e criei pequenas listas para cada manhã, tarde e noite. Minhas listas eram específicas, alcançáveis e sucintas. E fez uma grande diferença em minhas ações durante esse momento de “ficar em casa”.

Todas as manhãs consistem em me preparar para o dia e fazer pelo menos 20 minutos de exercícios. À tarde, inclui lavar a louça e à noite sempre tenho estudo das escrituras.

Tenho outras atividades em minhas listas, mas tento não colocar mais do que posso alcançar em cada período.  Observei que fico facilmente desencorajada quando não consigo realizar tudo o que planejei.

Claro, a sua rotina será diferente da minha. Estou compartilhando o que funcionou para mim. Faça a sua própria pesquisa, ore e crie uma rotina que o ajudará a sentir que alcançou seus objetivos.

O que a ciência diz?

Mais de um estudo foi feito sobre os benefícios que rotinas têm em nossa saúde mental. A Piedmonte Health escreveu:

“Toda vez que você toma uma decisão, você adiciona estresse a sua vida e quanto mais decisões você tem que tomar, menos autocontrole você terá, diz um estudo publicado no Journal of Personality and Social Psychology. Embora você não consiga parar totalmente com a tomada de decisões, criar rotinas regulares pode tirar muitas das suposições do seu dia.”

Esse artigo continua dizendo que você deve completar suas tarefas diárias no mesmo horário todos os dias. Incluir as pequenas ações como “fazer a cama” ou “lavar a louça” em sua lista, fará uma grande diferença. Ser capaz de completar essas atividades é como uma injeção de confiança e alivia o stress.

Um artigo na Psychology Today disse que pode ser tão fácil quanto fazer uma lista do que geralmente fazemos todos os dias. Escrever suas rotinas em uma lista de tarefas ajudará em seu humor e ajudará muito durante esse tempo de isolamento.

O artigo também mencionou que é crucial manter relacionamentos. Especialmente durante tempos como esse. Enquanto não podemos nos conectar fisicamente, encontre maneiras de se conectar virtualmente!

Por exemplo, meus amigos e eu fizemos uma chamada de vídeo em grupo. Fizemos alguns jogos e jantamos. Foi muito legal!

Rotinas me fazem feliz

O Centro de Saúde Mental Sylvia Brafman disse,

“A rotina adiciona elementos de hábito e ritmo à sua vida diária. Nosso corpo tende a funcionar melhor quando os padrões de comer, dormir e fazer exercícios são definidos regularmente. Nossas mentes também dependem de padrões e rotina. Como nossos cérebros têm muito a processar, eles dependem de hábitos para regular os processos diários.”

Manter uma rotina tem ajudado muito minha mente e meu corpo. Estou mais feliz, mais motivada, e me sinto mais saudável. Você também pode se sentir assim!

Depois de toda a minha pesquisa, percebi que eu realmente preciso celebrar as tarefas diárias durante essa pandemia. Nos sentiremos muito melhores sobre nós mesmos. Acredito que seremos pessoas melhores depois desse desafio.

E as crianças?

Não tenho filhos, mas posso imaginar que eles podem tornar essa coisa de rotina um pouco diferente. Conversei com uma amiga e mãe, e ela me deu umas dicas maravilhosas para quem tem filhos!

  1. Incluir na programação atividades CURTAS se você tiver filhos mais novos (30 min).
  2. Certifique-se de incluir tempo estruturado e livre (permita que às vezes eles escolham o que fazer).
  3. Certifique-se de envolver seus filhos no desenvolvimento de toda a programação e eles terão maior probabilidade de cumprir; você pode dar a eles um tema (arte ou atividade física) e eles decidem exatamente o que fazer.
  4. O suborno nunca é demais (se cumprirmos nossa programação, a recompensa será…)
  5. Torne a atividade divertida (talvez um pote com pequenos pedaços de papel com atividades que eles possam desenhar…)
  6. Peça a uma pessoa de fora que possa ajudar as crianças ou se envolver em certas partes da programação (por exemplo, professor de piano ou karatê que possa acompanhar para ver como está indo a prática, ou ler um livro com a vovó via vídeo ligação, etc.)
  7. Reserve um tempo regular para o estudo secular, procure conteúdos ou materiais de apoio online que possam ajudar para que o aprendizado se torne divertido e interessante.

Reserve um tempo para o Evangelho

Para terminar, preciso mencionar o impacto de programar o estudo das escrituras. Quando reservei um tempo para o evangelho em minha lista, ele se tornou uma prioridade maior.

Por ter um tempo reservado, não precisei correr com a leitura. E permiti que o Espírito tocasse o meu coração.

Após reservar um tempo para estudar e me concentrar no Evangelho, meu amor pelo Salvador e Seus ensinamentos cresceu tremendamente.

Isso tornou minha rotina melhor e acredito com todo o meu coração, que Deus tem me abençoado com mais motivação e otimismo.

Manter uma rotina tem me ajudado muito. Espero que ajude você também!

O que você tem feito para manter a rotina durante esse tempo de isolamento e distanciamento social? Compartilhe conosco nos comentários, vamos adorar ouvir as suas experiências.

Fonte: Third Hour

Relacionado:

6 exemplos de heróis da Igreja para nos ajudar a passar pela quarentena

 

 

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *