Histórias de anjos que protegem e cuidam de crianças

Crianças são nossos tesouros mais preciosos e queremos protegê-los a todo custo. Pela falta de conhecimento e experiência, às vezes, as crianças ficam expostas a situações em que correm perigo. Quando não estamos por perto, ou quando não podemos ajudá-las, há casos em que anjos são enviados para socorrer e ajudar nossos pequeninos.

Protegido dos perigos de uma rodovia

Quando meu filho Gary tinha cerca de 18 meses de idade, de alguma forma ele encontrou uma maneira de abrir nossa porta dos fundos que estava trancada e caminhou para longe de nossa casa. Morávamos a uma rua de uma rodovia muito movimentada.

Eu estava trabalhando em um quarto dos fundos quando ouvi batidas na porta. Quando abri a porta, vi uma mulher desconhecida que segurava a mão de Gary. Ela era alta e imponente. Fiquei assustada porque não havia notado sua ausência.

Ela simplesmente disse: “Seu filho estava andando na rodovia”. Peguei sua mão ainda e ainda estava boquiaberta com a situação. Agradeci rapidamente e o levei para dentro, envergonhada e horrorizada pelo que poderia ter acontecido.

Me perguntei: “Quem era aquela mulher?” Como ela sabia que Gary era meu filho? Como ela me encontrou? Ela estava vestida de maneira diferente das pessoas onde eu morava.

Olhei pela janela para vê-la melhor, e ela havia desaparecido. De repente, fui surpreendida com a consciência de que ela era anjo.

Anjos designados para proteger crianças

Eu amo a escritura em Mateus 18 que fala especificamente sobre os anjos das crianças:

 “Vede que não desprezeis nenhum destes pequeninos, porque eu vos digo que os seus anjos nos céus sempre veem a face de meu Pai que está nos céus.”.

Reuni vários relatos em primeira mão de crianças que, mesmo durante abusos ou traumas, veem e sentem que anjos as estão ajudando. Confira os seguintes relatos inspiradores:

Crianças protegidas do mal

Uma mulher me contou sobre uma experiência que teve quando criança, em que um anjo a protegeu durante um evento muito traumático. Ela escreveu,

“Quando eu era muito jovem, entre 5 e 6 anos, me encontrava em uma situação que seria descrita como muito infeliz. Há alguns anos, ao refletir sobre essa memória, tive o que acredito ser uma revelação a respeito desse incidente.

Vi a mim e a outro garotinho que também estava presente, e estávamos sofrendo e com medo, junto com outras pessoas não muito longe de nós. De repente, reconheci que havia vários anjos ministrando especificamente para nós dois. Eles estavam muito próximos, bem ao nosso lado, e eu sabia que eles estavam nos protegendo, por assim dizer, em meio àquelas circunstâncias.

Ao ter esta revelação, imediatamente percebi que o tempo dos anjos, o tempo de Deus, não era o mesmo que o nosso tempo terreno. Mesmo com o que acontecia ao meu redor, os anjos estavam em um espaço diferente do nosso aqui na Terra, mas eles estavam muito próximos de nós, ocupados nos protegendo e guardando nossos espíritos.

Daquele momento em diante, eu soube que o mundo espiritual está bem aqui entre nós, embora não possamos vê-lo. Existem anjos e espíritos envolvidos em nossas vidas em vários graus.

Agora sempre oro especificamente por sua ajuda em minha vida e na das pessoas ao meu redor, e sei que eles estão aqui para nós. É um grande conforto para mim e tenho certeza absoluta de que eles estão ajudando os filhos de Deus em todo o mundo a suportar suas provações e sofrimentos. O Pai Celestial não nos deixa sozinhos, nunca.”

Essa experiência é inspiradora. Os anjos recebem a designação de ajudar as crianças em muitas tempestades. Às vezes, essas tempestades são literais, como no relato a seguir.

Protegidos durante um tornado

Na conferência de abril de 2014 Élder Rasband compartilhou o seguinte relato:

“Em Oklahoma, tive a oportunidade de conhecer algumas das famílias assoladas pelos fortes tornados. Ao conversar com a família Sorrel, fiquei particularmente tocado pelo que aconteceu com sua filha, Tori, que na época estava na quinta série do Ensino Fundamental, na Escola Plaza Towers.

Tori e algumas de suas amigas se encolheram num banheiro para abrigar-se quando o tornado se abateu ruidosamente sobre a escola. Ouçam enquanto leio as próprias palavras de Tori relatando o que aconteceu naquele dia:

‘Ouvi algo atingir o telhado. Achei que era apenas granizo. O barulho foi ficando cada vez mais forte. Fiz uma oração pedindo ao Pai Celestial que nos protegesse a todas e nos mantivesse seguras. De repente, ouvimos um forte barulho de sucção, e o telhado desapareceu bem acima de nossa cabeça. Ventava muito e havia muitos detritos voando a nosso redor e me atingindo em toda parte do corpo. Estava muito escuro lá fora e o céu parecia estar preto, mas não estava — era o interior do tornado. Só fechei os olhos, esperando e orando para que acabasse logo.

De repente, tudo ficou quieto. Quando abri os olhos, vi uma placa de trânsito bem na frente do rosto! Quase tocava meu nariz”.

Tori, a mãe, três de seus irmãos e vários amigos que estavam na escola com ela sobreviveram milagrosamente ao tornado. Sete de seus colegas de escola não conseguiram.

Naquele fim de semana, os irmãos do sacerdócio deram muitas bênçãos aos membros que haviam sofrido com a tempestade. Senti-me humilde ao dar uma bênção a Tori. Ao impor as mãos sobre a cabeça dela, uma escritura favorita me veio à mente: “Irei adiante de vós. Estarei a vossa direita e a vossa esquerda e meu Espírito estará em vosso coração e meus anjos ao vosso redor para vos suster”.

Aconselhei Tori a lembrar-se do dia em que um servo do Senhor impôs as mãos sobre sua cabeça e declarou que ela havia sido protegida por anjos na tempestade.”

Anjos podem proteger as crianças do perigo, bem como ajudar em sua cura. Em Salmos está escrito que, “aos seus anjos dará ordem a teu respeito para te guardarem em todos os teus caminhos”.

Às vezes, são as mães de crianças que veem ou sentem os anjos.

O médico anjo do meu filho

anjos

Sherry Bonneau compartilhou uma história muito tocante, onde um anjo foi enviado para salvar seu bebê.

Desde o nascimento, seu filho de 2 anos, Richard, lutou contra graves problemas de saúde e, em diversas ocasiões, quase morreu.

Um dia, em um fim de semana de feriado, quando não havia médicos no plantão do hospital, Richard teve uma reação muito ruim à sedação que acabara de receber para uma biópsia, e todos os alarmes dispararam. Ela conta que,

“Ele estava com febre de 40,5C e mal tinha pulso. Eu sabia que ele estava morrendo. Implorei ao Pai Celestial e disse que Ele não permitiu que Richard sobrevivesse a todas as outras quase mortes, apenas para levá-lo agora!

 Quando levantei a cabeça com lágrimas escorrendo pelo rosto, um médico desconhecido estava na porta. Ele me fez algumas perguntas e, em seguida, virou-se para a enfermeira e disse-lhe que abrisse totalmente o seu soro intravenoso e aplicasse dois sacos daquele medicamento.

Assim que a primeira bolsa foi retirada, sua temperatura começou a baixar e a pressão arterial começou a subir. Os alarmes pararam de tocar. No momento em que a segunda bolsa passou, meu filho estava totalmente acordado.

Levantei a cabeça para agradecer ao médico, mas ele não estava lá. Pedi às enfermeiras que me dissessem quem ele era. Ao verificar, descobriram que ele não assinou o livro de registro e ninguém o viu passar pela mesa ao entrar ou sair. As únicas enfermeiras que realmente o viram foram aquelas em nosso quarto que foram instruídas para salvar a vida do meu bebê.”

Sei que o Pai Celestial enviou o anjo médico naquele dia e serei eternamente grata”.

Uma linda autoridade

Os anjos recebem a linda autoridade para cuidar das crianças e protegê-las das piores situações da vida, ou se tiverem que passar por provações, muitas vezes os anjos têm permissão para apoiá-los durante estes momentos.

Os anjos das crianças estão na presença da face de Deus e estão especialmente equipados para proteger os pequeninos. Um dia teremos o relatório completo de como fomos protegidos e apoiados quando crianças por nossos anjos.

Fonte: Meridian Magazine

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *