Atletas mórmons nas Olimpíadas do Rio

Os atletas ao redor do mundo estão se preparando para as Olimpíadas que começam hoje no Rio de Janeiro. Aqui vai uma lista de 12 atletas mórmons que participarão das Olimpíadas.

Maka Unufe: Rugby, EUA

Maka Unufe rugby RIO 2016Esta Olimpíada é um evento histórico para os jogadores de rugby, pois o jogo finalmente voltará aos Jogos Olímpicos depois de quase um século. A última vez que o rugby foi parte dos Jogos Olímpicos foi em 1924. E quem compete este ano é o SUD Maka Unufe, que vive em Provo, Utah. A primeira aparição internacional de Unufe foi nos Jogos Pan-Americanos de 2011, quando ele ajudou sua equipe a levar para casa uma medalha de bronze. Ele trouxe para casa uma outra de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2015 e é o 11º jogador com a maior pontuação nos EUA, um feito que lhe rendeu um lugar na equipe de rugby nacional.

 

Jared Ward: Maratona, EUA

Jared Ward Maratonista RIO 2016Jared Ward, um missionário retornado de 27 anos que serviu na Pensilvânia, competirá como um dos três corredores norte-americanos nas maratonas masculinas dos Jogos Olímpicos 2016. Além de ser um corredor em tempo integral e pai de dois filhos, Ward também é professor adjunto de estatística na BYU e usa seus conhecimentos em matemática para ajudar a aperfeiçoar o seu funcionamento. Embora Ward tenha corrido pela Davis High e pela BYU, sua primeira maratona só aconteceu em 2013.

 

 

Valerie Adams: Arremesso de peso, Nova Zelândia

Valerie Adams Lançamento de peso RIO 2016Valerie Adams já tem duas medalhas de ouro em arremesso de peso, uma nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 e outra nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012. Ela também foi campeã mundial quatro vezes e três vezes campeã mundial indoor. Agora Adams está de volta para aumentar a sua coleção de medalhas ao competir com as equipe de atletismo da Nova Zelândia. Ela também celebrou seu casamento no templo de Hamilton Nova Zelândia no início deste ano.

 

 

Sarah Robles: Levantamento de peso, EUA

Sarah Robles levantamento de peso RIO 2016

Sarah Robles competirá na modalidade levantamento de peso no Rio em 2016. Imagem via LDSLiving.com.

Ficando em sétimo lugar nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, Sarah Robles está de volta para mais uma tentativa rumo a uma medalha olímpica. Robles, uma entre as melhores atiradoras de peso na faculdade, somente começou seus treinos quatro anos antes de sua primeira aparição nos jogos Olímpicos, em 2012. Ela é a melhor levantadora de peso dos EUA, e participará na competição de levantamento de pesos acima de 75 quilos.

Taylor Sander: Voleibol, EUA

Taylor Sander Volei RIO 2016

Taylor Sander é um dos novos nomes no vôlei nas Olimpíadas do Rio. Imagem via LDSLiving.com.

Com 1,92 de altura, Taylor Sander é um atleta a ser reconhecido. O ex-jogador da BYU ganhou por quatro anos seguidos o prêmio All-American, e foi considerado o jogador nacional pela Associação Americana de Treinadores de Voleibol em 2014. Ele foi nomeado como o melhor servidor durante sua estreia na equipe nacional dos EUA enquanto participava do Campeonato Qualificatório de 2014, fazendo com que ele fosse aceito rapidamente na equipe. Ele casou-se com Rachel McQuivey em 2015.

Jake Gibb, Vôlei de Praia, EUA

 Jake Gibb volei de praia RIO 2016Graduado pela Universidade de Utah, Jake Gibb tem participado dos Jogos Olímpicos, chegando na quinta colocação tanto nos jogos de 2008 como em 2012. Gibb só começou a jogar vôlei depois dos 20 anos, fazendo dele o jogador de Voleibol mais velho dos jogos desse ano no Rio. Gibb também é um sobrevivente contra o câncer por duas vezes, tendo lutado contra um câncer nos testículos e um melanoma maligno em seu ombro. Ele e sua esposa, Jane, se casaram em 2000. Curiosidade: o nome do meio de Jake Gibb é Striker (artilheiro, aquele que bate).

 

 

Casey Patterson: Vôlei de Praia, EUA

Casey Patterson volei de praia RIO 2016Graduado pela BYU, Casey Patterson fará sua estréia olímpica com o atleta experiente Jake Gibb. Ele foi nomeado em 2013 como o jogador mais ofensivo e ganhou o prêmio Equipe do Ano junto com Gibb. Os dois ficaram em quinto lugar no Campeonato Mundial de Vôlei de praia em 2015. Patterson casou-se com sua esposa Lexi em 2005 e é agora pai de dois filhos.

 

 

 

Lydia Casey Jele: Corrida, Botswana

Lydia Casey Jele corrida RIO 2016

Lydia é a primeira mulher de Botswana a se classificar para uma prova de atletismo olímpico. Imagem via botswanayouth.com.

A SUD Lydia Casey Jele é a primeira mulher de Botswana a se qualificar para um evento na pista olímpica. A atleta mórmon de 26 anos de idade correrá os 400 metros. Ela estudou agricultura na Faculdade de Agricultura de Bershite, e casou-se com seu marido, Ofentse Edward Jele, em julho de 2011.

Cody Sanderson: Luta Olímpica, EUA

Cody Sanderson luta olímpica RIO 2016

Cody e Cael Sanderson com o lutador Nico Megaludis. Imagem via LDSLiving.com.

Apesar de não competir nos Jogos desse ano, Cody Sanderson estará presente nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 para treinar o competidor Frank Molinaro. Irmão do medalhista de ouro olímpico, Cael Sanderson, Cody Sandserson trabalha como treinador associado de Luta Olímpica na Universidade Penn State. Sanderson ajudou a criar a primeira divisão de Luta Olímpica no país a partir do zero, quando criou a primeira equipe de luta Olímpica da Utah Valley University.

John Nunn: Marcha Atlética, EUA

 John Nunn marcha atlética RIO 2016Três vezes um competidor olímpico, John Nunn é um competidor de marcha atlética, um escoteiro, um missionário retornado que serviu em Las Vegas, e um pai. O californiano competirá pela segunda vez na marcha atlética de 50 quilômetros durante os Jogos Olímpicos do Rio 2016, tendo competido na mesma prova nos Jogos de 2012. Nos Jogos de 2004, Nunn competiu na marcha atlética de 20 quilômetros. Quando jovem, Nunn odiava marcha atlética, mas devido o incentivo da família e as bolsas de estudo, John decidiu continuar a praticar o esporte. Atualmente ele dirige um negócio de cookies gourmet com sua filha, Ella.

 

Mykayla Skinner: Ginástica (substituta), EUA

Mykayla Skinner ginástica RIO 2016

Imagem via LDSLiving.com.

Mykayla Skinner, uma jovem de 19 anos do Arizona, ganhou uma medalha de ouro pela equipe e uma medalha de bronze individual no campeonato mundial de Ginástica em 2014, na China. Após ficar em quarto lugar nas seleções de ginástica, Skinner foi escolhida como uma substituta para os jogos desse ano. Skinner mais tarde estudará na Universidade de Utah.

Jackson Payne: Ginástica (substituto), Canadá

 Jackson Payne ginástica RIO 2016

Imagem via LDSLiving.com.

Depois de sacrificar sua carreira para servir uma missão de dois anos na Coreia do Sul, o ginasta Jackson Payne começou a treinar duro para as Olimpíadas de 2016. O seu trabalho foi recompensado quando ele ganhou o primeiro lugar em dois campeonatos canadenses em ambas as modalidades solo e barras paralelas. Agora, ele vai viajar para o Rio como um substituto. Payne descobriu seu talento para a ginástica aos seis anos de idade, quando ele e sua família foram buscar sua irmã que praticava ginástica.

Leilani Mitchell: Basquetebol, Austrália

Leilani Mitchell basquete RIO 2016Com apenas 1,62 de altura, Leilani Mitchell não é a jogadora mais alta de basquete que você verá na quadra. Mas isso não a diminui. Uma jogadora Americana Australiana de basquete com dupla cidadania, Mitchell foi a estrela de sua equipe de basquete na escola, em Washington. Isso lhe rendeu uma bolsa de estudos para a Universidade de Idaho e mais tarde na Universidade de Utah, onde ela foi nomeada a jogadora do ano na Mountain West Conference. Em 2008, ela foi considerada a 25 melhor no mundo pela Phoenix Mercury. Atualmente, ela joga para o Adelaide Lightning na WNBL, quando ela não está jogando pela Austrália nos Jogos Olímpicos.

 

Dustin Williams: Atletismo, EUA

Dustin Williams atletismo RIO 2016

Imagem via LDSLiving.com.

Apesar de não competir no campo, Dustin Williams está indo para os Jogos de 2016 como o líder e treinador esportivo da equipe de atletismo. Um missionário retornado que trabalhou na Inglaterra, Williams conheceu sua esposa, Jillian Camarena, nas competições e qualificatórias Olímpicas de 2008. Ela era uma lançadora de peso que mais tarde passou para as Olimpíadas de 2012.

Este artigo foi escrito por Danielle B. Wagner no site LDSLiving.com. Traduzido por Esdras Kutomi.

Conhece mais alguns atletas mórmons? Deixe nos comentários.