O que os mórmons podem aprender com Rafaela Silva – 1°Ouro brasileiro, Rio-2016

determinação esporte

Esporte e determinação

“Se houver qualquer coisa virtuosa, amável, de boa fama ou louvável, nós a procuraremos”

A primeira medalha de ouro brasileira nos Jogos Olímpicos, Rio 2016, veio através de Rafaela Silva. Carioca, nascida na Cidade de Deus, uma das regiões mais pobres do Rio de Janeiro. A primeira academia em que a judoca treinou foi improvisada por seus pais que buscavam uma atividade para acalmar a menina brigona. Sua entrevista pós vitória, onde sucumbia em lágrimas  emocionou o Brasil. Leia a seguir algumas coisas que os mórmons e o mundo podem aprender através de seu exemplo:

Determinação

determinação

Rafaela Silva – Determinação que leva o Brasil ao 1° Ouro.

Rafaela pode ser considerada uma integrante de três diferentes grupos de exclusão social: mulher, pobre e negra. Sofreu com o racismo depois de sua eliminação nos Jogos Olímpicos, Londres-2012, sendo insultada por internautas. A este caso se aplica o conceito de paciência descrito no Guia de Estudo das Escrituras “tranquila resignação; a capacidade de suportar aflições, insultos ou injúrias sem reclamação ou represália.”

Sobreviver aos momentos de Tensão

determinação

Determinação para superar momentos de tensão

Para aqueles que buscam a vitória, sempre existirá momentos de grande tensão e estresse. Para a judoca foi a luta da semifinal onde lutou contra uma romena. A luta foi prorrogada e decidida no “golden score” (morte súbita do judô).

“Os homens devem ocupar-se zelosamente numa boa causa e fazer muitas coisas de sua livre e espontânea vontade e realizar muita retidão” (D&C 58:27)

determinação

Determinação e fé que levam a vitória.

Sobre a vitória Rafaela falou: “treinei muito depois de Londres-2012 porque não queria repetir o sofrimento [foi eliminada na estreia, ao aplicar um golpe ilegal]. Depois da minha derrota, muita gente me criticou, disse que eu era uma vergonha para minha família, para meu país. E agora sou campeã olímpica”, disse Rafaela logo depois da luta. “Em 2014, eu estava desacreditada, mas, agora, treinei o máximo que podia e o resultado veio”.

“O justo pela fé viverá” (Hab. 2:4)


Fontes

UOL

Terra

Imagens via google

| Santos no Brasil
Publicado por: Leilyanna da Penha
Leilyanna da Penha é natural de Goiânia, professora de História, serviu na missão Argentina Buenos Aires Oeste, é estudante de inglês e fala espanhol fluentemente.
Jesus Cristo e o Pai Celestial são o mesmo personagem?
Hang loose: um sinal criado por um mórmon do Havaí

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *