Por Que os Rapazes Mórmons São Diferentes?

mormon-namoro-2Eu nem sempre fui um membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, a religião que muitas pessoas inadvertidamente se referem como os “Mórmons,” ao invés de Santos dos Últimos Dias, mas eu conheci alguns deles através dos anos. No segundo grau, o primeiro Mórmon que conheci foi um rapaz alguns anos mais novo do que eu. Estávamos trabalhando em uma peça do colégio e ele tinha o papel principal, mas nunca agiu como se fosse melhor que todo mundo. Ele era amigável e bondoso e uma coisa que realmente me deixou impressionada era o modo como ele falava de sua família.

Muitos pré-adolescentes e adolescentes vêem suas famílias como um peso que tem que carregar, mesmo aqueles que as amam secretamente. Ele parecia não ter motivos para fingir. Ele falava de como sua família havia trabalhado junta para terem sucesso e como planejavam estar juntos para sempre – mesmo depois da morte. Ele conseguiu minha atenção ao mencionar esta ultima parte. Eu simplesmente adorei a ideia de ter uma família que durasse para sempre.

Os Rapazes Mórmons São Confiáveis

No segundo grau nosso professor de teatro criou a regra de que somente rapazes Mórmons podiam dirigir depois de nossas festas ou passeios. Ele notou que eles eram os únicos que não estavam bêbados e que se esforçavam para cumprirem suas responsabilidades em nossas atividades. Eles também pareciam sempre ser os lideres. Notei isso também.

Então, tive que mudar de escola. Era uma escola pequena e no meu primeiro dia ninguém falou comigo, esperando saber primeiro a qual grupo eu pertencia. Somente uma pessoa pareceu não se importar. Ele me cumprimentou assim que entrei na sala de espanhol e ao descobrir que era nova na escola, me convidou para comer o lanche junto com ele e seus amigos, para que eu não me sentisse sozinha em meu primeiro dia. Ele não sabia a qual grupo eu pertencia, mas parecia que não se importava. Eu não fiquei surpresa ao descobrir que ele era Mórmon. Eu já sabia que os Mórmons eram assim.

Logo depois, ele me convidou a conhecer o grupo de jovens da igreja e participar de uma atividade. Ele me disse que isso me ajudaria a conhecer outros estudantes, que imediatamente percebi, não se importavam a qual panelinha eu deveria me unir.

Porém, foi apenas durante a atividade, que eu comecei a descobrir o quão diferente os rapazes Mórmons eram dos outros rapazes que estava acostumada a conviver. Eles tinham boas maneiras e tratavam as moças com muito respeito. Quando saímos do carro eles se ofereciam para abrir a porta. Eles carregavam nossas coisas e andavam do nosso lado – não porque acreditavam que éramos frágeis, mas porque desejavam que nos sentíssemos especiais. Eles não faziam isso apenas com as suas namoradas. Todas as garotas recebiam o mesmo tratamento de rainha.

Os Rapazes Mórmons Tratam as Moças com Respeito

investidura-mormonEu percebi como os rapazes tratam suas namoradas. Elas não se sentem pressionadas a ter intimidade sexual. As outras moças me disseram que eles compartilham o mesmo padrão moral e os rapazes jamais tentam passar esses limites. Para mim, os jovens Mórmons se ajudam mutuamente a manter seus padrões ao guardar e estabelecer altos padrões morais que fazem de seu relacionamento muito mais feliz.

Depois de um tempo, eu compreendi que eles tinham um proposito maior em suas vidas do que apenas se divertir. Apesar, de estarem aproveitando a adolescência, eles não se metiam em confusão. Os rapazes estavam se preparando para sair em missão, quando terminassem o segundo grau. Isto significava que eles deveriam manter seu padrão moral elevado para que pudessem ser dignos de servir e representar o Salvador Jesus Cristo. Eles passam a vida aprendendo a tratar as pessoas com respeito.

Nem todos eram perfeitos, é claro. Alguns tinham dificuldades para atingir esse elevado padrão, e mesmo quando tentavam, eles cometiam alguns erros – quem não comete? Mas no geral, os rapazes Mórmons que eu conheci pareciam mais maduros, responsáveis e confiáveis – e mais divertidos. Era maravilhoso estar na companhia de um rapaz que me tratava com respeito, prestava atenção em mim e nas minhas necessidades, e sabia como se diverti sem se embebedar e falar obscenidades.

Eu gostei tanto que resolvi me casar com um deles! Foi a preocupação deles pela eternidade que fez a diferença e continua a fazer a diferença hoje!

—-

Traduzido por Destro

Recursos Adicionais

Visite uma capela Mórmon

| Vida dos Santos dos Últimos Dias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *