Meta: Casar em 2016!

pessoa certa

namoro 1O Casamento para os membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é muito sagrado. Em “A Família: Proclamação ao Mundo”, a Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos declaram que “o casamento entre homem e mulher foi ordenado por Deus e que a família é essencial ao plano do Criador para o destino eterno de Seus filhos” [1].

Para os membros solteiros que desejam casar-se em 2016 aqui vão 7 dicas das Autoridades Gerais que irão ajudar no estabelecimento de planos de ação para o cumprimento do maior e mais sublime anseio: casar-se com a pessoa certa, no momento certo, pela autoridade correta!

Mas lembre-se do que o Presidente Howard W. Hunter disse sobre o casamento: “A felicidade e o sucesso no casamento geralmente não é tanto uma questão de casar com a pessoa certa, mas, sim, de você ser a pessoa certa”. Então, os conselhos abaixo focam no que você pode fazer, em vez de esperar atitudes dos outros ou mudanças nas circunstancias ao seu redor.

1) Antes de casar, é preciso conhecer e namorar alguém!  O Presidente Thomas S. Monson, nosso profeta, disse: “Tenho pensado muito em vocês, rapazes, que estão em idade de casar, mas ainda não decidiram fazê-lo. Vejo moças adoráveis que desejam casar e criar uma família, mas suas oportunidades estão limitadas porque há tantos rapazes que adiam o casamento. (…) Sei que há muitos motivos pelos quais vocês podem estar hesitantes em dar o passo para o casamento. Se estiverem preocupados com o sustento financeiro de uma esposa e família, asseguro-lhes de que não é vergonha um casal ter de pechinchar e economizar. (…) Talvez tenham medo de fazer a escolha errada. Quanto a isso digo que precisam exercer fé. Encontrem alguém que lhes possa ser compatível. (…) Irmãos, há um momento de se pensar seriamente no casamento e de procurar uma companheira com quem desejam passar a eternidade.” [2] “Posso ser franco?” disse o Elder Robert D. Hales, na última Conferência Geral. “A senda que leva ao casamento passa pelo terreno que se chama namoro! Namorar é ter a oportunidade de conversar muito. Ao namorar, descubram tudo o que puderem um sobre o outro. Procurem conhecer a família um do outro se possível. Suas metas são compatíveis? Vocês compartilham dos mesmos sentimentos em relação aos mandamentos, ao Salvador, ao sacerdócio, ao templo, à criação de filhos, aos chamados na Igreja e ao serviço ao próximo? Observaram um ao outro nos momentos de estresse, como reagem ao sucesso e ao fracasso, como resistem à raiva e como lidam com revezes? A pessoa que vocês estão namorando humilha os outros ou eleva as outras pessoas? Em sua atitude, linguagem e conduta, com o que vocês gostariam de conviver cotidianamente? Tendo dito isso, ninguém se casa com a perfeição; casamos com o potencial. O casamento certo não tem a ver apenas com o que eu quero. Tem também a ver com o que ela — que vai ser minha companheira — quer e precisa que eu seja.” [3]

 

2) Fortaleça seu espírito. Os profetas aconselham os solteiros a aperfeiçoar seu relacionamento com Deus ao orar. O Élder Bednar aconselhou os jovens adultos solteiros durante uma sessão de perguntas e respostas em Bountiful, Utah: “Pensamos que orar é apenas ficar de joelhos. Orar também inclui o trabalho que fazemos após dizermos ‘amém’, para conseguirmos as coisas pelas quais estivemos orando (…) Pensar que vocês têm que ficar ajoelhados o dia inteiro expressando gratidão é impossível. Então vocês têm que se levantar. Há coisas que vocês precisam fazer. Mas vocês reconhecem a Sua mão em todas as coisas. Isso é parte de orar sempre. Quando as bênçãos vêm, e vocês se enchem de gratidão, isso é parte de orar sempre. E enquanto prosseguem, buscando Sua ajuda para fazer as coisas que sabem ser certas, isso é orar sempre” [4]. Eles também nos aconselham a estudar as escrituras e palavras dos profetas vivos com diligência: “[O] plano eterno inclui o empenho de agarrar-nos à barra de ferro — apegar-nos à palavra de Deus e à palavra de Seus profetas. Precisamos agarrar-nos com mais força à barra que nos leva de volta à presença Dele. Este é o “dia de escolha” para todos nós.” [5]

 

3) Cuide de seu corpo. O Élder Earl C. Tingey, que serviu na Presidência dos Setenta disse: “Vamos falar um pouco de um assunto muito delicado que muitas vezes afeta o livre-arbítrio. É um assunto com o qual seus pais e líderes se preocupam muito mas talvez não saibam como discutir com vocês. Trata-se da aparência pessoal. O exercício do arbítrio, às vezes, é influenciado pela aparência pessoal, tanto a de vocês quanto a da outra pessoa. Em certas ocasiões, é difícil conhecer de fato uma pessoa, por causa da primeira impressão. Tenham a coragem de sentar-se com uma pessoa de confiança e fazer esta pergunta: O que você recomendaria que eu fizesse para melhorar minha aparência? Ouçam o que a pessoa tem a dizer. Não fiquem ofendidos, mas deem ouvidos ao conselho. Se necessário, façam as mudanças com alegria, quer isso envolva sorrir mais, perder peso ou mudar o corte de cabelo, o jeito de arrumar-se, as roupas, manias, higiene pessoal ou qualquer outra coisa.(…) Lembrem-se de que o corpo é o templo do espírito. Mantenham-no limpo, arrumado, apresentável, em boas condições e puro, para que seu espírito possa brilhar através dele e ser visto por todos.” [6]

 

4) Frequente os programas e atividades da Igreja. A Irmã Julie B. Beck, que serviu como Presidente da Sociedade de Socorro aconselhou: “Ao participarem do trabalho do templo e de história da família, terão a garantia de que o Espírito vai consolá-los em seus desafios e guiá-los em todas as decisões importantes que precisarem tomar. Ao participar desse trabalho como indivíduos, em grupos de sua ala ou instituto e da Sociedade de Socorro e quóruns do sacerdócio, vocês criarão boas amizades e terão experiências sociais significativas. E como seu círculo de conhecidos e amigos estará se expandindo, e o Espírito estará trabalhando com vocês, haverá maior probabilidade de vocês encontrarem um cônjuge e formarem uma família eterna.” [7]

 

5) Ouça e siga o Espírito Santo. Na última Conferências Geral o Élder Larry R. Lawrence ensinou: “Um jovem humilde, que parecia não conseguir encontrar a moça certa, buscou ao Senhor pedindo ajuda: “O que está me impedindo de ser o homem certo?” ele perguntou. A seguinte resposta veio à sua mente e ao seu coração: “Use uma linguagem pura”. Naquele momento, ele percebeu que muitas expressões grosseiras haviam se tornado parte de seu vocabulário, então comprometeu-se a mudar. Uma irmã solteira perguntou corajosamente: “O que preciso mudar?” E o Espírito sussurrou-lhe: “Não interrompa as pessoas enquanto falam”. O Espírito Santo realmente nos aconselha de modo personalizado. Ele é um companheiro absolutamente honesto e dirá a nós coisas que ninguém mais conhece ou tem a coragem de dizer.” Ele, porém, afirmou que apenas se formos “humildes e doutrináveis, o Espírito Santo nos inspirará a melhorar e nos guiará”. [8]

 

6) Torne-se autossuficiente – e mantenha-se assim. O Elder Hales disse: “Muitos jovens adultos do mundo estão fazendo dívidas para conseguir estudar, mas então descobrem que o custo dos estudos é maior do que eles conseguem pagar de volta. Procurem obter bolsas de estudo e subsídios. Arrumem um emprego de meio período, se possível, para ajudar a pagar suas despesas. Isso vai exigir algum sacrifício, mas vai ajudá-los a ter sucesso.” [9] “O Senhor nos abençoou com recursos e espera que sejamos mordomos sábios para administrá-los. Ele quer que sejamos financeiramente autossuficientes para que possamos prover para nós mesmos e servir ao próximo. Para isso, devemos pagar o dízimo e as ofertas, evitar dívidas desnecessárias, usar um orçamento e viver dentro de nossas posses.” [10]

 

Templo Casamento7) Adquira uma visão ampliada do Plano. O Élder Quentin L. Cook ensinou: “Muitas vezes nossas metas baseiam-se em coisas valorizadas pelo mundo. Os elementos essenciais são realmente bem simples para os membros que receberam as ordenanças de salvação. Sejam justos. Criem uma família. Encontrem um meio adequado de sustentar-se. Sirvam quando forem chamados. Preparem-se para se encontrarem com Deus” [11]. O Élder Boyd  K. Packer, em seu último discurso antes de falecer ensinou: “Quando falamos do casamento e da vida em família, inevitavelmente pensamos: “E quanto às exceções?” Alguns nascem com limitações e não podem gerar filhos. Algumas pessoas inocentes veem seu casamento ser destruído devido à infidelidade do cônjuge. Outras não se casam e vivem solteiras em retidão. Por enquanto, ofereço este consolo: Deus é nosso Pai! Todo o amor e toda a generosidade manifestados no pai terreno ideal são magnificados Nele que é nosso Pai e nosso Deus, muito além da capacidade de compreensão da mente humana. Seus julgamentos são justos; Sua misericórdia, sem limites. Seu poder para compensar está além de qualquer comparação terrena. “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens” (I Coríntios 15:19). [12]

 

A meta de casamento deve ter seu foco no Templo. Falando aos rapazes, o profeta disse: “Quando se casarem desejarão casar-se na casa do Senhor. Para vocês que possuem o sacerdócio, não deve haver outra opção. Tomem cuidado para não destruir sua elegibilidade para esse casamento.” [13]

Se o casamento não se concretizar em 2016, mesmo com o máximo de esforço da sua parte, não se alarme! Veja o quanto cresceu e se desenvolveu. Oportunidades novas surgirão. Como nosso profeta ensina: “o futuro é tão brilhante quanto sua fé!” [14] Então, fortaleça sua fé no Plano Eterno e em um Deus que sabe o que é melhor pra você e esta muito ansioso para te abençoar!

_______

NOTAS

[1] “A Família: Proclamação ao mundo

[2] “O Poder do Sacerdócio“, Conferência Geral Abril de 2011.

[3] “Enfrentar os Desafios do Mundo Atual“, Conferência Geral Outubro de 2015.

[4] “Conselho para os Jovens Adultos Solteiros

[5] Idem a Nota 3

[6] “A Verdades Simples do Céu: O Modelo do Senhor” – Serão do SEI 13 de janeiro de 2008

[7] “ABRIR A PORTA DAS BÊNÇÃOS DE ABRAÃO”, Serão do SEI para Jovens Adultos • 2 de Março de 2008 • Universidade Brigham Young

[8] “O que me falta ainda?“, Conferência Geral Outubro de 2015

[9] Idem a Nota 3

[10] “Como posso me preparar para ser financeiramente autossuficiente?” Manual “Vem e Segue-me Escola Dominical

[11] Idem a Nota 4

[12] “O Plano de Felicidade“, Conferência Geral Abril de 2015.

[13] Idem a Nota 2

[14] “Tenham bom ânimo!“, Conferência Geral Abril de 2009.

| Vida dos Santos dos Últimos Dias
Publicado por: Lucas Guerreiro
Escritor, Advogado, Membro da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/SP, Membro da J. Reuben Clark Law Society São Paulo. Fez Missão em Curitiba - Brasil. Gosta de desenhar, estudar filosofia, fotografar, viajar e assistir series de super-heróis.
Como Star Wars foi Influenciado por um santo dos últimos dias
Violinista Mórmon Lindsey Stirling Toca Corações com Linda Canção...

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *