fbpx

Discussões que Devemos Ter Antes do Casamento

fofas

[et_pb_section bb_built=”1″ admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat” background_size=”initial”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Lá estava eu, na seção de laticínios do Walmart, ouvindo meu pai dar um conselho de casamento. Ele explicou algumas das principais diferenças que ele e minha mãe tiveram quando estavam prestes a se casar e nos anos após o casamento. Ele foi especialmente sincero naquele dia, e eu aprendi muito mais sobre meus pais do que eu pensava.

Eu não sou casado, e meu pai, com mais de trinta anos de experiência matrimonial, compartilhou sua sábia sabedoria comigo. Eu tentei absorver todos os conselhos que eu poderia. Eu ouvi muitas histórias de casamentos ruins, então esse conselho parecia inestimável.

O que me impressionou mais do que qualquer outra coisa foi o fato de que meus pais não tiveram certas discussões antes de se casarem. Ele explicou como isso tornou seu casamento mais difícil. Isso me deixou curioso e comecei a me perguntar se outros casais tiveram experiências semelhantes.

[/et_pb_text][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

A Pesquisa de Casamento

Por causa da minha curiosidade, queria saber quais as discussões que as pessoas deveriam ter. Então, fiz uma pesquisa no Google. Depois de pesquisas pela web, fiz um questionário e pedi as respostas honestas das pessoas. Perguntei-lhes quais as discussões que devemos ter antes de nos casarmos e recebi algumas respostas.

A partir desta pesquisa, notei alguns padrões. Muitos dos que responderam, deram o mesmo conselho. Suas respostas podem parecer respostas muito obvias, mas também dizem por que eles dão seus conselhos específicos. Suas explicações dão ainda mais poder ao seu ponto de vista.

Este não é o meu conselho. Eu não sou casado, então eu não sou realmente o cara para dar conselhos de casamento. Em vez disso, esses conselhos vem das muitas pessoas que responderam à pesquisa. Se você está prestes a se casar, preste atenção. Você pode aprender alguma coisa. Se você já é casado, preste ainda mais atenção – você pode ter certeza que aprenderá alguma coisa.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat” background_size=”initial”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” _builder_version=”3.0.51″ src=”https://mormonsud.net/wp-content/uploads/2017/06/marriage-4.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” sticky=”off” align=”left” always_center_on_mobile=”on” border_style=”solid” force_fullwidth=”off” /][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Objetivos e expectativas

Percebi padrões nas respostas da pesquisa. Parece que as expectativas e os objetivos pessoais são duas coisas que devem ser abordadas antes que duas pessoas se casem.

Muitas das respostas da minha pesquisa explicam que as pessoas devem conciliar suas expectativas individuais antes de se casarem. Isso inclui expectativas de intimidade, finanças, tradições familiares e até tarefas domésticas. Isso também deve ajudar os dois a verificar a realidade.

É importante regular as expectativas porque “simples mal-entendidos na comunicação podem criar barreiras significativas em um casamento e, muitas vezes, compartilham uma fonte comum: expectativas não atendidas”. Falar sobre o que você espera do seu casamento pode ajudar você e seu (a) parceiro (a) a chegarem a um consenso sobre o seu futuro juntos. Pode não ser fácil, mas ajuda a reduzir a turbulência no casamento.

Os casais devem se unir e falar sobre o que eles esperam um do outro e o que eles esperam da vida. Isso pode ser um pouco estranho (especialmente quando se trata de falar sobre sexo), mas precisa acontecer. Muitas respostas da pesquisa disseram que o assunto sobre o sexo definitivamente deveria ser discutido antes do casamento. Eles disseram que falar sobre isso pode “evitar confusão, problemas e também relembra a natureza sagrada de tais”.

Depois que os casais compreendem o que ambos esperam, eles podem então falar sobre seus objetivos. Isso inclui metas dentro do relacionamento (metas de dinheiro, onde se estabelecer, metas religiosas, etc.) e também deve incluir objetivos pessoais. Com suas expectativas em mente, ambos podem formar seus objetivos juntos.

Ambos os parceiros devem saber se o outro parceiro quer ficar em casa e ser pai/mãe de tempo integral, voltar a estudar, ter uma carreira profissional ou uma mistura de todos os três. Isso ajudará o casal a permanecer na mesma página. Ter essas conversas antes de se casar irá prepará-los “para saber como lidar com coisas difíceis e ajuda a não se surpreender com coisas importantes que viriam no seu futuro”. (Resposta anônima da pesquisa).

O Presidente Monson reconhece o imenso impacto do apoio que sua querida Frances teve sobre ele. Ele diz: “não há ninguém como ela – absolutamente ninguém”. Ambos, obviamente, conheciam e entendiam as prioridades e os objetivos pessoais uns dos outros.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat” background_size=”initial”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” _builder_version=”3.0.51″ src=”https://mormonsud.net/wp-content/uploads/2017/06/marriage-1.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” sticky=”off” align=”left” always_center_on_mobile=”on” border_style=”solid” force_fullwidth=”off” /][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Filhos

Outro tópico que precisa ser discutido é o tema das crianças. Em primeiro lugar, você precisa falar sobre quando e quantos filhos você quer ter. Um dos meus entrevistados disse que ele “entrou com certas expectativas de ter filhos imediatamente, mas não foi bem isso que aconteceu”. Pode ser frustrante ter diferentes opiniões nesta área. Falar sobre isso de antemão preparará os dois para tomar uma decisão.  

Como criar seus filhos também é uma ótima coisa para se conversar. Um dos pais pode ser mais autoritário e o outro mais permissivo. Tais disparidades são muito impactantes porque podem causar dissonância dentro da família. Falem sobre isso.

Com essas decisões, todos nós, casados e solteiros, devemos lembrar o ensinamento do Élder Anderson que “a decisão de quantos filhos ter e quando os ter é entre marido e esposa e o Senhor. Não devemos julgar uns ao outros neste assunto”.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat” background_size=”initial”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” _builder_version=”3.0.51″ src=”https://mormonsud.net/wp-content/uploads/2017/06/marriage-3.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” sticky=”off” align=”left” always_center_on_mobile=”on” border_style=”solid” force_fullwidth=”off” /][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Assuntos mais sensíveis

Essas discussões podem ser um pouco mais sensíveis. Estes são os “esqueletos no armário” e as coisas que, por sua própria natureza, tornam a vida casada mais difícil. Meus entrevistadores responderam um pouco sobre isso. Um deles disse:

[/et_pb_text][et_pb_testimonial admin_label=”Depoimento” _builder_version=”3.0.51″ url_new_window=”off” quote_icon=”on” use_background_color=”on” quote_icon_background_color=”#f5f5f5″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

“Seja aberto e completamente honesto sobre quaisquer esqueletos no armário que possam sair mais tarde. Você não quer se casar e depois descobrir meses ou anos mais tarde sobre uma doença mental grave que lidam / tratam ou um vício que ainda está presente em sua vida.”

[/et_pb_testimonial][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Este é um assunto muito sério. Para nós, o casamento é um compromisso eterno. Portanto, devemos ter cuidado para não esconder coisas que afetem nosso (a) esposo (a). Devemos ser liberais com a partilha de nós mesmos e esperar o mesmo em troca. Isso pode significar que devemos divulgar uma doença mental, preocupação com a saúde ou dependência com a qual lutamos. Isso pode fazer com que nosso parceiro (a) nos revele algo também.

Aqui, é importante lembrar o que outro entrevistado da pesquisa disse: “Fale sobre tudo e esteja pronto para desapontamentos que exigem amor incondicional”. Não importa o que eles compartilhem, não os condene ou desencorajem. Apenas ame-os como Cristo faria.

Essas trocas deveriam acontecer antes de se casar. Eles podem acontecer depois, mas eu imagino que eles ficam mais difíceis com o passar do tempo. Antes do casamento, você pode terminar o relacionamento antes que os convênios sejam feitos. Ter essas discussões pode impedir muitos argumentos difíceis ou conflitos conjugais.

Você também deve saber que nem tudo precisa ser compartilhado. Às vezes, isso pode causar mais mal do que bem. Eu, no entanto, encorajaria você a buscar a orientação do Espírito. Ele irá dizer o que e quando divulgar essas coisas desconfortáveis.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat” background_size=”initial”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” _builder_version=”3.0.51″ src=”https://mormonsud.net/wp-content/uploads/2017/06/marriage-5.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” sticky=”off” align=”left” always_center_on_mobile=”on” border_style=”solid” force_fullwidth=”off” /][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Estresse

Este é um tipo de tópico “todo o resto”. Ele varia de “os piores cenários possíveis, como pagar uma grande quantidade de dívidas, ou enfrentar a morte de um ente querido, ou enfrentar problemas médicos”. (Resposta anônima da pesquisa)

Essas discussões são tão importantes quanto às outras que mencionei. Estas incluem os pequenos estresses que podem se acumular e ameaçar separar vocês dois. Descobrir como vocês dois irão lidar com o estresse, as lutas ou os mal-entendidos. Encontre as melhores maneiras de se chegar ao mesmo denominador o mais rápido possível. Encontre o que funciona para o seu relacionamento.

Você também deve falar sobre as coisas que você pensa que nunca acontecerão com você, Meu pai estava em um acidente de avião quando eu era apenas um bebê. Garanto que meus pais nunca pensaram que isso lhes acontecesse. Como um casal, discuta os cenários “e se”, mas não os deixe encobrir a sua positividade e otimismo. Tenha planos de A a Z e depois continue.

Os parentes, em particular, podem ter um tremendo efeito sobre o casamento. Observei como os parentes afetaram meus pais, minha família e meus amigos em seus casamentos. Se não for abordado, provavelmente se tornará um tópico de preocupação para uma das partes.

Um artigo na Psychology Today fez isso certo. Ele descreveu como homens e mulheres podem sentir lealdades conflitantes quando têm que decidir entre pais e cônjuge. Eles dizem que precisamos apoiar e defender nosso (a) esposo (a) mesmo contra nossa própria família. Na Igreja, acreditamos que precisamos “deixar pai e mãe” (Mateus 19: 5) e ficar ao lado de nosso (a) companheiro (a).

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat” background_size=”initial”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” _builder_version=”3.0.51″ src=”https://mormonsud.net/wp-content/uploads/2017/06/marriage-2.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” sticky=”off” align=”left” always_center_on_mobile=”on” border_style=”solid” force_fullwidth=”off” /][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

O Porquê

O padrão mais comum que encontrei nos resultados da pesquisa foi uma pequena explicação que muitos dos entrevistados deram para o porquê devemos ter essas discussões. Em sua maioria, todos diziam que isso constituía um precedente para a abertura. Eles disseram que estar aberto um com o outro os ajudou a superar muitos desafios. Eu posso facilmente ver como a capacidade de se comunicar abertamente criaria um casamento forte.

Como a citação à abaixo nos ajuda a lembrar, essa coisa de casamento deve durar para sempre. Além disso, é suposto ser agradável. A abertura é a chave. Isso ajuda a construir essa amizade que é tão importante.

“Este será o seu novo melhor amigo para sempre”.

Uma das melhores coisas sobre o casamento é o fato de que ele pode ser feito para resistir aos piores obstáculos. Se você não tem um excelente casamento, você pode construir um. Se você não está aberto com seu cônjuge, você pode começar hoje. Todos os que responderam a pesquisa responderam com tons otimistas. Isso me fez acreditar que, independentemente das discussões que tiveram ou das discussões que não ocorreram antes do casamento, tudo estará certo para eles.

[/et_pb_text][et_pb_text admin_label=”Texto” _builder_version=”3.0.51″ background_layout=”light” text_orientation=”left” border_style=”solid”]

Continue conversando

Se você é um recém-casado ou se casou há mil anos, todos nós podemos resolver a melhor comunicação em nossos casamentos. Tudo começa com abertura e conversa. Certamente, todos nós apreciamos a conexão que vem de uma melhor comunicação.

Eu adoraria ouvir o que você pensa sobre as coisas que devemos falar antes de nos casarmos. Por favor, deixe um comentário abaixo ou sinta-se à vontade para fazer a pesquisa.

Este artigo foi traduzido do inglês: Mormonhub.com

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

| Vida dos Santos dos Últimos Dias
Publicado por: Inaê Leandro
Inaê Leandro é estudante de Administração, escritora e foi Jovem Senadora em terceiro lugar por Minas Gerais, no Prêmio Jovem Senador, do Senado Federal. Atua como voluntária no Instituto Oikon e mantém juntamente com amigos, o site suscitare.com.br.
bênção patriarcal
O que é uma benção patriarcal e porque devo recebê-la?
Devocional Especial Sobre Liberdade Religiosa Aconteceu em São Paulo

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *