Dez anos depois que o Anjo Morôni foi colocado no topo do templo de Londres, Inglaterra, sessenta anos após sua dedicação em 7 de setembro de 1958, o tempo de Londres continua a abençoar os membros da Igreja que moram no Reino Unido.

Ele fica em uma área onde a Igreja foi estabelecida há muito tempo. A primeira unidade foi criada em Preston em 1837, apenas sete anos após a Igreja ter sido oficialmente organizada. O templo de Londres foi o primeiro templo no Reino Unido e o 12º templo da Igreja em funcionamento.

Por muitos anos, os conversos da Igreja tinham que ir para os Estados Unidos a fim de reunir-se com outros membros da Igreja. Na década de 1950, os líderes da Igreja incentivaram os membros novos a edificar a Igreja em sua terra natal, o que fez com que o número de membros crescesse.

O tempo de Londres  Foto: Intellectual Reserve, Inc.

Com esse conselho, veio a necessidade de um tempo para os membros da Inglaterra.

O crescimento da Igreja da Inglaterra e o anúncio de um templo em Londres

O local do edifício original, de mais de 3.150 m2, localizado a 40 Km ao sul de Londres em Newchapel, Surrey, Inglaterra, foi selecionado em junho de 1952 pelo Presidente David O. McCkay e pelo Élder Stayner Richards.

Um ano mais tarde, a Igreja comprou 32 acres. Os planos para a construção do templo foram anunciados em 10 de agosto de 1953. Dois anos mais tarde, o Presidente David O. McKay participou da cerimônia de abertura de terra, no dia 27 de agosto de 1955.

Três anos após a construção do edifício, a dedicação aconteceu entre os dias 7-9 de setembro de 1958. O Presidente McKay presidiu as seis sessões dedicatórias.

Um antigo do Church News de 20 de setembro de 1958 escreveu sobre a reação do Presidente
David O. McKay ao voltar para casa dessa viagem até Inglaterra. Ele elogiou muito o trabalho feito no tempo de Londres.

Antes da dedicação, 76 mil pessoas fizeram um passeio pelo templo durante a visitação pública.

De acordo com o artigo datado de 15 de setembro de 1958, o novo templo ficou aberto ao público por dezessete dias. E durante as sessões dedicatórias havia 11 mil membros da Igreja assistindo à transmissão pela Inglaterra em 75 capelas.

Reforma e colocação do Anjo Morôni

Cerca de 32 anos mais tarde, o templo fechou para reforma e acrescentou quase 800 m2 ao quarto andar do edifício existente. A rededicação aconteceu dos dias 18 a 20 de outubro de 1992, quando o Presidente Gordon B. Hinckley conduziu as sessões.

Em 15 de dezembro de 2008, mais de 50 anos depois da dedicação, uma estátua do Anjo Morôni foi colocada no topo do templo.

“Em um dia de céu nublado e com 150 espectadores, um helicóptero voou 100 quilômetros de distância para içar a estátua dourada com quase dois metros e meio de altura até o topo do templo de 50 anos de idade”, lemos em um artigo do Church News. O andaime que foi montado anteriormente tornou possível aos trabalhadores da construção acessarem a torre de 54 m de altura para colocar a estátua de modo seguro. O evento parou o trânsito por um momento na avenida movimentada onde o templo fica e os curiosos saíram do carro para observar tudo de perto.

A colocação de Morôni foi a conclusão da comemoração do jubileu do templo de Londres, que aconteceu em 2008. O projeto do jubileu inclui a restauração do  centro de visitantes, o acréscimo de dois escritórios de novas missões ao local do templo e uma reforma no alojamento onde ficam os frequentadores do templo.

Hoje há mais de 186.000 membros da Igreja no Reino Unido, com 6 missões, 327 congregações e dois templos.

Em junho de 1998 o segundo templo da Igreja na Inglaterra, que fica em Preston, foi dedicado.

Fonte: ChurchNews

Relacionado:

Templo de Jordan River – Porque os templos mórmons passam por processo de renovação