Como presidente da BYU-Idaho, David A. Bednar recebeu um telefonema do Presidente Gordon B. Hinckley para se encontrar com ele no dia seguinte às 3 da tarde — ligação que não era incomum.

“Eu disse a Susan: “Sei exatamente o que ele quer. Já estamos aqui há quase oito anos, e ele vai agradecer pelo nosso serviço e dizer que preciso procurar um novo emprego”, disse o Élder Bednar ao East Idaho News em uma entrevista concedida em maio. Mas a reunião foi muito diferente do que o Élder Bednar esperava.

“Conversamos por uma hora e ele me chamou para servir”, lembra o Élder Bednar. “Ele perguntou como eu me sentia, e eu disse: ‘Presidente Hinckley, estou atordoado’. Ele disse, ‘Que bom, é estar mesmo’.” O Presidente Hinckley então disse ao Élder Bednar que ele deveria discursar na  conferência geral. O discurso seria no dia seguinte e deveria durar exatamente 10 minutos.

Irmã Susan Bednar

“Ele disse que as primeiras palavras que eu disse [depois do chamado] foram ‘Acho que não consigo’. Foi assim mesmo que me senti e sinto que tenha sentido”, diz a irmã Susan Bednar. “Quando você começa a pensar sobre a duração deste chamado, é bastante tempo. Eu não sabia o que fazer. Como faço para aprender a ser a esposa de um apóstolo?

Mas nos últimos 13 anos, o Élder Bednar e a irmã Bednar aprenderam muito sobre esse novo chamado.

“Quando ele era bispo, eu aprendi a dividi-lo com a ala”, disse a irmã Bednar ao East Idaho News. “Quando ele era presidente de estaca, aprendi a dividi-lo com a estaca. Quando ele era Setenta de Área, aprendi a dividi-lo com a área. Agora estou tentando aprender a dividi-lo com o mundo todo. Tem sido uma ótima experiência e as pessoas que conhecemos são extraordinárias. Nós a amamos.”

Ela continua: “Tem sido surpreendente para mim quantas vezes vi a mão do Senhor agir e intervir na minha vida todos os dias se eu tiver fé, coragem e disciplina para isso. Precisamos agir e orar ou não perceberemos a mão do Senhor na nossa vida”.

A Lição Mais Importante Aprendida como Apóstolo

Qual a maior lição aprendida como apóstolo?, perguntaram a ele. A resposta foi: “O Senhor nos conhece pelo nome”. Em seguida, ele compartilhou uma bela experiência da época em que ele viu que o Senhor nos ama um por um.

Pouco antes de uma conferência em outro país, o Élder Bednar tinha alguns minutos para falar com os missionários do centro de treinamento missionário. Ele se sentiu inspirado a esclarecer o último discurso que havia dado na Conferência Geral sobre a diferença entre ser chamado para o trabalho e ser designado a uma área específica para servir. “Por que eu falei sobre isso? Se eu tinha apenas 10 minutos, por que eu falei sobre isso?” O Élder Bednar perguntou a esposa depois da reunião.

Um por Um

O Élder Bednar soube o porquê posteriormente quando o presidente do CTM lhe perguntou como ele ficou sabendo sobre uma das missionárias na primeira fila — alguém sobre quem o Élder Bednar não sabia nada. O presidente do CTM explicou que a designação da missionária havia mudado apenas de três dias antes, algo que a deixou perturbada e angustiada. “Creio que a mensagem que você compartilhou foi só para ela”, o Élder Bednar lembra do presidente do CTM dizendo.

O Élder Bednar depois conversou com a missionária. “Eu disse a ela, ‘estou aqui por muitas razões, e talvez a principal seja que o Senhor me enviou para compartilhar aquela mensagem, que eu não tinha preparado. Assim você pode ter certeza de que Ele conhece você pelo nome”, o Élder Bednar disse ao East Idaho News. “Aprendi ao longo dos anos é que podemos viajar meio mundo e sempre encontramos uma pessoa ou várias que o Senhor nos envia para que abençoemos”.

Aplicação da Lição Aprendida

Esta lição causou um impacto tão grande no entendimento do Élder Bednar do Evangelho, que ele mesmo escreveu um hino chamado “Um”. Posteriormente ele escreveu um livro abordando esse mesmo tema, Um por Um.

Nele, o Élder Bednar escreve: “Este padrão simples de um por um influencia tudo o que faço. Todos os dias da minha vida e cada lugar a que eu vou. Por exemplo, enquanto estou falando em uma reunião, eu não vejo uma congregação de 100, 1.000, 2.000, ou 20.000 pessoas. Em vez disso, com a ajuda do Senhor, tento ver 100, 1.000, 2.000 ou 20.000 indivíduos”.

Ele continua: “A primeira palavra dita por Deus, o Pai Eterno ao homem que teve a primeira visão nesta dispensação dos últimos dias foi ‘Joseph’. O Pai e o Filho conheciam Joseph Smith como indivíduo. Todo chamado para servir ao Salvador é um convite para aprender sobre o princípio de um por um, porque esse é o padrão do Seu serviço.

Presidente Gordon B. Hinckley

(…) Mais recentemente, o Presidente Gordon B. Hinckley admoestou: ‘Precisamos cuidar das pessoas.  Cristo sempre falou sobre pessoas. Curou os doentes individualmente. Ele falava de indivíduos em Suas parábolas. Esta Igreja se preocupa com indivíduos, não com números. (…) Sejam 6, 10, 12 ou 50 milhões, não podemos jamais perder de vista o fato de que o importante é a pessoa. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Gordon B. Hinckley [2016], pág. 306.)

Escrito por Danielle B. Wagner e traduzido por Luciana Fiallo Alves

Fonte: www.ldsliving.com

Saiba mais:

Devocional Mundial para Jovens Adultos com o Élder Bednar