Muito tem sido escrito e dito a respeito do filme Noé. Ele esta causando muita controvérsia, porque ao invés de seguir as escrituras canonizadas ele se inspira nas interpretações de escritores não-religiosos e do apócrifo Livro de Enoque. O personagem de Noé também não tem nada a ver com um profeta de Deus. Dito isso, fazemos a seguinte pergunta, e se um Mórmon tivesse escrito o filme Noé? O que teria sido diferente?

  1. Adão e Eva – A representação do Jardim do Éden não seria tão diferente para os Mórmons, especialmente porque eles acreditam que o Criador deu a Adão e Eva uma escolha. Os Mórmons acreditam que a oposição em todas as coisas foi instituída por Deus para garantir o arbítrio do homem. A queda de Adão e Eva é considerada pelos Mórmons uma parte do grande plano de Deus, e a expiação de Cristo foi planejada muito antes da criação do mundo para compensar o “pecado original”, do qual falaremos mais adiante. A representação de Adão e Eva como seres humanos gloriosos também iriam satisfazer os Mórmons. Existem três graus de gloria nos céus, que também podem existir na terra de tempos em tempos – o celestial, o terrestrial, e o Telestial. (veja 1 Coríntios 15:40-42; Doutrina e Convênios 76) Nós vivemos em uma condição de queda, ou em um mundo Telestial, mas o Jardim do Éden se encontrava em um estado terrestrial, ou mais glorioso, e os corpos de Adão e Eva não estavam sujeitos a morte ou doenças (ou fertilidade). Sua gloria (luz) também era maior do que a nossa.adam-eve-alter-mormon
  2. A Criação – os Mórmons acreditam que toda a verdade nos instrui e edifica, não importa onde nos a encontramos. Quando a humanidade possuir toda a verdade cientifica, ela vai se alinhar com a verdade religiosa. Deus não revelou muitos detalhes a respeito da criação, mas os Mórmons acreditam que provavelmente ela levou milhões, mesmo bilhões de anos. Os Mórmons acreditam que Deus criou mundos sem fim, através de Seu Filho, Jesus Cristo. Mas, os Mórmons não acreditam que a terra tenha sido criada a partir do nada. Os Mórmons acreditam que a matéria sempre existiu e que a terra foi criada da “matéria inorganizada.” Os Mórmons acreditam que todas as coisas vivas e mesmo a terra foi criada espiritualmente em um reino espiritual antes de haverem sido criadas fisicamente. (veja Moisés 3:5)Universo - Criação
  3. A pele da serpente – Os Mórmons não acreditam que a pele da serpente tinha qualquer poder, a não ser o poder de Satanás. Os Mórmons acreditam que Cristo fez roupas de pele para Adão e Eva, quando foram expulsos do Jardim. Essa roupa não tinha somente o proposito de cobrir sua nudez, mas eram também os “garments dos santo sacerdócio” (o sacerdócio é o poder e a autoridade para agir em nome de Deus). O garment de Adão, provavelmente durou por algum tempo e era considerado muito poderoso.
  4. O Diluvio – Os Mórmons acreditam no relato bíblico do diluvio. A terra é viva e deve cumprir a medida de sua criação. Os Mórmons acreditam que o diluvio cobriu tudo o que havia na terra e foi o seu batismo. É interessante notar que os cientistas descobriram recentemente que existe mais agua sob o manto terrestre do que o volume dos oceanos combinados, dando sentido ao relato que as aguas vieram de baixo da superfície. A terra será batizada por fogo e glorificada no fim dos tempos, e se tornará a morada daqueles que herdarem o mais alto dos céus, ou celestial, o lugar onde Deus vive.

    A Arca de Nóe

    A Arca de Nóe

  5. Deus destruiu a humanidade – Os Mórmons acreditam que Deus destruiu todas as coisas vivas, pássaros, e animais terrestres no momento do diluvio. Com exceção de oito pessoas (As filhas de Noé se perderam, porque casaram com os “filhos dos homens”). E eles acreditam que dois de cada animal, insetos e aves foram salvos pela arca. Como isto foi possível, não sabemos. Se os animais hibernaram como no filme ou de alguma outra maneira, não sabemos.
  6. Noé era um profeta – Os profetas são seres humanos que possuem fraquezas, falhas de caráter, e tendências humanas comuns, como a de especular sobre as revelações que recebem do Pai Celestial. Entretanto, os Mórmons acreditam que todos os profetas, tinham um entendimento e testificaram do Salvador Jesus Cristo, desde Adão, e que Jeová, o Deus do Velho Testamento, era Jesus Cristo. É provável que todos os antigos profetas viram Cristo, pelo menos em visão. Noé não era um homem hesitante sem conhecimento da verdade. Ele realmente falou com Deus, que lhe instruiu a respeito de como construir a arca, e ele pregou arrependimento por mais de 100 anos, antes do diluvio. Os céus são tão reais quanto a terra, e os dois estão mais conectados do que muitas pessoas acreditam.mormon-arca-noé
  7. Pecado e Inocência – A Bíblia diz que a terra estava cheia de violência na época de Noé, mas os pecados sexuais e os casamentos fora do convênio também abundavam. Os justos já haviam sido retirados da terra – a cidade de Enoque, havia sido transladada, e outros justos já haviam se unidos a eles, incluindo Melquisedeque e o povo de Salém. Deus destruiu os iníquos quando estes “encheram o cálice da iniquidade”. Isto significa que 1) os justos haviam sido mortos, expulsos ou arrebatados, e somente os iníquos permaneceram, e 2) era impossível criar uma criança justa naquele grupo de pessoas, porque a lei havia sido corrompida e o pecado era aceitável. O povo da época de Noé estava tão perdido, que eles pensaram que não estavam fazendo nada de errado e que Noé estava louco. O filme mostra Sem tendo uma relação sexual com a filha adotada de Noé, chamada Ila (luz). Isto é pecado, e sem o devido arrependimento, Sem deveria ter sido condenado, assim como sua consorte que deveriam ter morrido no diluvio.
  8. As criancinhas são inocentes – A expiação de Cristo expiou pelo pecado original, por isso, todos os bebes nascem inocentes. Eles não podem pecar ou compreender os passos do arrependimento, até que atinjam a “idade da responsabilidade”, considerada como de 8 anos para uma criança saudável. Embora, a filha de Ila (luz) nunca tenha sido condenada por Noé pela sua iniquidade, sendo criada por pais justos, ela teve a chance de crescer nos caminhos do Senhor.mormon-batismo
  9. Esposas de Javé e Cão – A Bíblia não deixa claro que aqueles que entraram na arca tenham sido Noé e sua esposa, Sem e sua esposa, Javé e sus esposa e Cão e sus esposa. Embora, 8 humanos tenham sido salvos do diluvio. (1 Pedro 3:18-20)
  10. E os justos que morreram no diluvio? – Certamente, existiam crianças com menos de 8 anos que morreram no diluvio, e pessoas como Na’el que foram vitimas, pois não estavam completamente corrompidos. O que seria deles? Em 1 Pedro 3 lemos que alguns habitantes da terra da época de Noé, eram “algumas vezes desobedientes.” O profeta Mórmon, Joseph F. Smith ponderou e estudou sobre esta escritura, quando uma visão lhe foi dada, hoje conhecida como Doutrina e Convênios 138. Na visão, ele viu Cristo organizando os justos no céu para que ensinassem o evangelho aos espíritos que haviam morrido no diluvio, concedendo-lhes a chance de se arrependerem antes da ressurreição e julgamento. Deus é justo, mas Ele também é misericordioso.
  11. Guardiões e Gigantes – Eles são chamados anequim e nefilim nos escritos bíblicos. Os Mórmons rejeitam os relatos de que eles eram criaturas místicas que caíram dos céus. As filhas do convênio de Deus se casaram com os filhos dos homens, e seus filhos foram grandes guerreiros, revelando seu próprio poder. Alguns devem ter sido grandes como Golias, mas certamente eles não eram seres feitos de pedras.
  12. A Tzohar – Tzohar era uma pedra brilhante usada por Noé para iluminar o interior da arca (Gênesis 6:16 – a palavra “janela” é uma má tradução da palavra tzohar.) Mais tarde, como registrado no Livro de Mórmon, um profeta chamado Jarede, trouxe algumas pedras para que Cristo as tocasse com Seu dedo, afim de criar novas tzohar, para iluminar os barcos que deveriam navegar para o Novo Mundo. De acordo com os textos antigos, as tzohar tinham o proposito de prover luz e não criar fogo.

    O irmão de Jared vê o dedo do Senhor

    O irmão de Jared vê o dedo do Senhor

  13. Os únicos bons rapazes são vegetarianos – Os homens possuem domínio sobre as bestas da terra. O Senhor ordenou que não desperdiçássemos a carne, e ha nunca matar animais, peixes ou aves, a não ser com o proposito de nos alimentar-nos, mas Ele espera que os comemos. Em Doutrina e Convênios 89, em uma revelação chamada de A Palavra de Sabedoria, Deus diz o seguinte… “E também em verdade vos digo: Todas as ervas salutares indicou Deus para a constituição, natureza e uso do homem—Toda erva em sua estação e toda fruta em sua estação; todas essas para serem usadas com prudência e ação de graças. Sim, também a carne de animais e a das aves do ar, eu, o Senhor, indiquei para uso do homem, com gratidão; contudo, devem ser usadas moderadamente; Agrada-me que não sejam usadas a não ser no inverno ou em tempos de frio ou de fome.”mormon-familia-jantar2
  14. A separação de Cão da sua família – A rebelião de Cão esta registrada nas escrituras Mórmons. A Pérola de Grande Valor e a tradução do Gênesis feita por Joseph Smith, afirma que a Egyptus, a mulher de Cão, era descendente de Caim. Depois do diluvio, seus descendentes se estabeleceram no Egito, tendo como seu líder um homem justo chamado Faraó, mas eles não possuíam o sacerdócio. A respeito da nudez de Noé, enquanto este estava bêbado de vinho, os versículos não são claros, e podem se referir ao garment do santo sacerdócio que Noé tinha. “Alguns acreditam que o garment foi copiado, porque possuía um significado especial de caráter religioso e representava o sacerdócio de Noé. Se Canaã, ou Cão, pegaram o garment, a maldição pode estar relacionada a Abraão 1:26-27 onde lemos que os descendentes de Cão foram “amaldiçoados… em relação ao Sacerdócio” (v. 26).

Escrito por Gale

Recursos Adicionais

Saiba mais sobre o evangelho de Jesus Cristo