“O Falsificador Mórmon”: Um breve resumo sobre quem foi Mark Hofmann

No dia 03 de março, a Netflix irá lançar uma nova série documental que explora vida e os assassinatos de Mark Hofmann, um falsificador que matou duas pessoas em uma tentativa de que seus crimes e mentiras não fossem descobertos.

Hofmann nasceu em uma família de membros da Igreja, serviu missão e se casou no templo, porém  disse perder a sua fé, e acabou se afastando dos ensinamentos e princípios que aprendeu durante toda a sua juventude.

Na década de 1980, Hofmann, que havia entrado para o ramo de livros raros, começou a alegar que havia encontrado documentos extremamente raros e valiosos relacionados ao início da história de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Suas falsificações enganaram vários líderes da Igreja, historiadores e especialistas em documentos.

Por não ser mais um membro ativo da Igreja, Hofmann foi movido pela ganância e pelo desejo de humilhar os líderes da Igreja.

Sua falsificação mais popular, conhecida como a carta Salamandra, afirmava que Joseph Smith estava fortemente envolvido com magia e com o sobrenatural.

Muitos críticos começaram a usar a carta como parte de suas campanhas e fizeram muitos santos dos últimos dias duvidarem de sua fé.

No entanto, Hofmann logo se endividou devido ao seu estilo de vida luxuoso. Suas contínuas descobertas de documentos raros começaram a levantar suspeitas.

Ele começou a construir bombas com a intenção de matar aqueles que poderiam revelar as suas mentiras.

Em 15 de outubro de 1985, ele matou o colecionador de documentos Steven Christensen, que comprou a carta Salamandra e a entregou à Igreja, e Kathy Sheets, esposa do ex-empregador de Christensen ao enviar duas bombas por correio.

Hofmann foi pego no dia seguinte quando foi gravemente ferido por uma bomba que detonou em seu carro. Ele recebeu uma sentença de prisão perpétua por assassinato, roubo por engano e fraude.

É importante que os santos dos últimos dias em todo o mundo tenham conhecimento da mídia e do entretenimento a que são expostos, para estar preparados para responder a perguntas e compartilhar a verdade sobre possíveis desinformações e exageros sobre a Igreja.

Fonte: LDS Daily

| Notícias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *