Vítimas do Tiroteio

Cerca de 12 Santos dos Últimos Dias estavam na escola Marjory Stoneman Douglas, nos EUA, quando um atirador abriu fogo contra os estudantes no dia 14 de fevereiro, matando 17 e ferindo 14 outros. Entre as vítimas do tiroteio estavam Alaina Petty de 14 anos, que faleceu quando atingida pelos disparos feito pelo atirador de 19 anos, Nikolas Cruz.

Alaina Petty

Depois do falecimento de sua filha, a família Petty fez a seguinte declaração:

Estamos devastados pela sentimento de perda que sentimos por causa da tragédia que atingiu ontem a Escola Marjory Stoneman Douglas. Nossos corações simpatizam com as famílias que foram impactadas por causa dessa tragédia e nossas orações buscam seu conforto e cura. Queremos agradecer nossa família, amigos, e a comunidade pelo amor e apoio oferecidos a nossa família.

É importante relatar tudo o que Alaina significava e significa para sua família e amigos. Alaina era uma determinada e vibrante moça, amada por todos que a conheciam. Alaina amava servir. Ela serviu sua comunidade por meio de sua participação no programa JROTC da Escola Marjory Stoneman Douglas e suas incontáveis horas de serviço como uma voluntário do programa Mãos que Ajudam de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Alaina foi uma das centenas de voluntários que correram para as áreas mais impactadas da Flórida para limpar e ajudar a construir novamente a vida daqueles que foram atingidos pelo furacão Irma. Seu serviço abnegado trouxe paz e alegria para aqueles que tinham perdido tudo na tempestade. Embora não poderemos vê-la crescer e se tornar a mulher maravilhosa que sabemos que ela iria se tornar, nós mantemos uma perspectiva eterna. Somos gratos pelo conhecimento que Alaina é parte de nossa família eterna e que nos encontraremos com ela novamente. Este conhecimento e fé inabalável no plano de nosso Pai Celestial nos dá conforto durante esta época difícil.

 

Nas últimas 24 horas, nossa família tem sido tocada por centenas de atos de serviço. Palavras não podem expressar a gratitude que temos em nossos corações por cada um desses atos. Gostaríamos de agradecer aos funcionários da Escola Marjory Stoneman Douglas pela bravura que eles mostraram em proteger e salvar tantas vidas. Gostaríamos também de agradecer especialmente as primeiras equipes de resgate pela sua coragem e bravura ao correr em direção ao perigo para impedir a continuação da violência vista ontem.

Madeleine Wilford

Outra moça mórmon, de 17 anos, foi atingida no ataque. Madeleine Wilford tem passado por diversas cirurgia.

“Madeleine passou por sua segunda cirurgia. Ela recebeu diversos tiros vindo de um rifle AR-15. Os cirurgiões não sabem quantos exatamente, mas ela estar viva é um milagre. Como os cirurgiões disseram, só precisamos de um. Um dos tiros atravessou suas costas e quebrou suas costelas, perfurou seu pulmão direito e saiu atravessando seu estômago. Diversos tiros atravessaram a extensão de seu ombro até seu braço direito. Ela perdeu tanto sangue, mas ela está estável na UTI. Ela passará por uma terceira cirurgia amanhã para colocar placas de titânio permanentes em suas costelas. Mesmo com tudo isso, as balas não acertaram seu fígado, órgãos reprodutivos ou seu coração. Ela poderia ter ficado paralítica. É um milagre. Por favor, continuem suas orações por todas as famílias. Principalmente por uma moça da Igreja que ainda não foi encontrada. Seu nome é Alaina. Os médicos parecem positivos que Madeleine se recuperará em seu tempo já que ela é jovem e forte. Ela está em uma aparelho de respiração artificial por que ela está usando apenas um pulmão e suas costelas estão pressionando o outro. Que Deus possa me dar a força que eu não tenho sozinha.”

Fonte: LDSLiving

Relacionado:

Duas estudantes mórmons entre as vítimas do tiroteio em escola nos EUA