Alguns conselhos práticos que gostaria de ter recebido antes de ir para a missão:

  1. A maioria dos momentos são administrativos (procurar pessoas para ensinar, contatar referências, etc.), mas os milagres que verá e as pessoas que amará farão cada momento valer a pena.
  2. PLANEJAR É ESSENCIAL. Tenha planos alternativos para os planos alternativos e para os planos alternativos.
  3. Você conhecer vários cachorros fedorentos (e ponha fedorento nisso). Contudo, terá que fingir que eles cheiram bem.

Mais do que qualquer coisa, gostaria que alguém tivesse dito para levar algumas coisas aleatórias, mas bem úteis.

Caderno de mensagens

Um caderno de mensagens é um livro ou fichário para que outros missionários (membros ou investigadores) escrevam algo para quando for transferido para outra área. Os fichários permitem que você remova uma página para dar a alguém escrever algum recado ou mensagem, depois você compila todas.

Um relógio

Percebi bem rápido como é importante ter um relógio na missão. É difícil chegar a tempo nos compromissos (as pessoas gostam de falar muito), No entanto é ainda mais difícil se não monitorar quanto tempo você passa nas lições.

Canetas coloridas para o diário da missão

Como missionário, você assiste a muitas reuniões: reuniões de distrito, reuniões de zona, conferência de zona, conferência de missão, etc. — portanto, ter um diário para escrever suas impressões nesses eventos é uma obrigação. Não é necessário ter diferentes canetas coloridas ou marcadores não são necessárias, mas elas tornam o diário mais divertido e permitem a você criar cores-padrão e fazer uma legenda por tópicos ou oradores.

Uma representação do Plano de Salvação

Você pode criar um desenho bem elaborado do Plano de Salvação mesmo antes de ir para a missão. Isso facilita a visualização na hora de ensinar. Use lápis de cor, canetinhas e o que achar mais explicativo. Um diagrama em folha branca é fácil de ser guardado dentro da bolsa ou das escrituras.

Álcool em gel de bolso

Você vai apertar a mão de muuuuuuuitas pessoas todos os dias. Pessoas que você não conhece. Preciso dizer mais?

Um pequeno caderno de receitas

Os objetivos deste livro são:

1 – Fazer coisas que você comia em casa;

2 – Anotar receitas de comidas novas que conhecer (pois vai comer muitas coisas deliciosas que vai querer preparar depois).

Ter um livro ou fichário onde você pode escrever as receitas irá garantir que elas não serão perdidas ou esquecidas. Além de poder preparar algo para jantar ou para fazer para um companheiro faminto.

Ibuprofeno

Tenha uma cartela de ibuprofeno ou Paracetamol na bolsa para aqueles momentos em que você o companheiro tenha dor de cabeça.

Uma bolsa à tira colo

Desde de 2013, os missionários já não usam mochilas, optando por um look mais profissional. É bem mais fácil levar as escrituras, uma garrafa de água, panfletos, remédio ou uma carteira em uma bolsa do que na mão. Vá por mim!

Kit de primeiros socorros

Espero que nunca precise dele! Mas é uma boa ideia levar um kit de primeiros socorros com band-aids, pomadas antibióticas, gaze, etc. Recomendo manter alguns medicamentos básicos para alergias, resfriados e outras doenças comuns.

Um pequeno kit de costura

Tenho uma breve história chamada “minha saia ficou presa nas rodas da bicicleta” Sim, essa é a história toda, na verdade. Felizmente, com a ajuda de um pequeno kit de costura pude costurar a saia sem muito trabalho. (Se você não sabe costurar, imprima um tutorial básico e mantenha-o no kit).

Notas autoadesivas para referências das escrituras

Uma das coisas mais benéficas que fiz como missionária foi fazer referências escriturísticas na aba interna das escrituras. Nem sempre lembrava todas as referências dos versículos de cor. Por causa disso, quando me deparava com uma escritura que sentia ser aplicável em uma lição, escrevia na nota autoadesiva a palavra-chave relacionada. Poupou-me muito tempo, pois era fácil encontrar a escritura certa para aquela pessoa.

Lista de exercícios e circuitos

Quando suas calças estiverem muito apertadas e para não ter que cortá-las, recomendo uma lista básica de exercícios. Na internet você pode encontrar uma tonelada de exercícios ou pode usar algo como o livreto. Imprimi vários exercícios simples que poderiam ser feitos tanto dentro quanto fora de casa. Lembre-se que é regra em todas as missões fazer 30 minutos diários de exercício, e seria muito melhor se eles fossem produtivos.

Qual será o clima da sua missão?

Se você é de um lugar frio, mas acabou de ser chamado para um lugar muito quente, as chances de você não saber o que levar são grandes. Nesse caso, o Google e pode ajudar a ter uma ideia. Você encontrará fotos e artigos sobre quais tipos de roupa levar (entre outras coisas aleatórias, como talvez spray de mata mosquito ou repelentes). Ligar para o escritório da missão e tirar dúvidas, além de conversar com outras pessoas que serviram na mesma região são boas ideias.

Essa dica não é algo para se levar, mas algo para saber: peça para os membros embalem a comida antes de explodir de tanto comer. Você pode dizer algo como: “Isto está tão delicioso, mas estou bem satisfeita. Poderia embalar um pouco para comermos em casa?” (Obviamente você não deve fazer isso se a família não tiver muita comida sobrando ou que tenha problemas financeiros). As pessoas gostam de saber que você gostou da comida e na maioria vezes ficarão felizes ao dar o que sobrou para vocês.

Embora exista diversas considerações diferentes para sua missão, saiba que todas essas coisas são úteis, mas suplementares. A coisa mais importante que você pode levar — e a coisa mais importante que você pode ter em sua vida — é um testemunho do evangelho. Com isso, você pode enfrentar qualquer coisa e resistir a qualquer tempestade.

Fonte: MormonHub

Relacionado:

Mães preparando filhos para a missão: confiram estas dicas!