Como Não Servir Uma Missão

Outubro de 2012 – anúncio do Presidente Monson sobre o trabalho missionário. Minha primeira reação foi de surpresa, e então rapidamente receio. Eu era uma estudante da BYU na época, e eu pude ver imediatamente as consequências do anúncio – centenas de jovens mulheres dignas saindo para pregar o evangelho a todos os quatro cantos da terra – e eu, sentada em meio a pilhas de trabalhos escolares vendo-as sair para servir.

Então, Por Que Não Ir?

Presidente Thomas S. Monson

Presidente Thomas S. Monson, profeta e presidente da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

 

Eu era perfeitamente capaz de ir, é claro. Eu não tive quaisquer doenças físicas ou mentais que me impediriam de servir, e meu testemunho era forte e constante. De fato, quando via minhas amigas e companheiras de quarto saindo uma por uma, pareceu-me (de minha parte arrogante) que eu era mais espiritualmente preparada para ir do que muitas delas. Então, por que não ir?

Eu não tinha nenhum desejo.

Não me interpretem mal, eu adorava (e ainda amo) o Evangelho de todo o meu coração. Eu sou um membro nascido e criado na fé SUD, e eu não posso imaginar a vida sem o poder de cura da Expiação e o conhecimento do meu amado Pai Celestial. A minha alma se enche de alegria ao pensar em tantas pessoas aprendendo o evangelho através dos missionários – Eu só não tenho desejo algum de me juntar às fileiras formalmente.

“A minha alma se enche de alegria ao pensar em tantas pessoas aprendendo o evangelho através dos missionários – Eu só não tenho desejo algum de me juntar às fileiras formalmente.”

Ocasionalmente, eu sentia que tinha que justificar a minha decisão. A minha escolha de servir em uma missão viria em conversas no campus, com membros da família, ou em cartas a meus amigos.

Eu ignoraria a primeira vez que tocassem no assunto, responderia na segunda de forma embaraçosa, e sentiria que eu tinha que defender a minha decisão na terceira. Eu diria coisas como: “Bem, sim, eu não estou servindo, mas eu tenho um chamado de responsabilidade”, ou “Eu estou cuidando de meus estudos agora”.

Ter de me defender criou em mim uma pequena ferida. Um dos meus maiores incômodos foi numa aula de Doutrinas do Evangelho, onde o professor dizia: “Algum de vocês missionários retornados têm histórias ou ideias sobre isso?” É claro, eu não teria experiências relevantes. Eu não tinha servido.

Doutrina e a Importância das Missões

Duas mulheres lendo o Livro de Mórmon

“vocês também fazem uma valiosa contribuição como missionárias, e ficamos felizes quando decidem servir.” Pres. Monson

 

Agora, o evangelho deve cobrir toda a Terra – cada pessoa terá a oportunidade de ouvir, entender e aceitar ou rejeitar a mensagem do evangelho. A Igreja atualmente está encorajando a todos, quer sejam missionários de tempo integral ou não, a “acelerar” o trabalho de pregação do evangelho pessoalmente, estando presente ou online.

“Todo rapaz digno e capaz deve preparar-se para servir em uma missão. Esse serviço é um dever do sacerdócio — uma obrigação que o Senhor espera de nós, que tanto recebemos Dele … Moças, embora não tenham a mesma responsabilidade de servir como missionárias de tempo integral, como os rapazes do sacerdócio têm, vocês também fazem uma valiosa contribuição como missionárias, e ficamos felizes quando decidem servir.” – Thomas S. Monson

“Canais de mídia social são ferramentas globais que podem influenciar… um grande número de pessoas e famílias. … [Chegou] o momento de nós, discípulos de Cristo, usarmos essas ferramentas [inspiradas]… para testificar de Deus, o Pai Eterno, e de Seu plano de felicidade para Seus filhos e Seu Filho Jesus Cristo, como Salvador do mundo, para proclamar a realidade da Restauração do evangelho nestes últimos dias, e para concluir a obra do Senhor.” – David A. Bednar

A missão é uma pausa espiritual das coisas do mundo. Missionários interrompem os planos de suas vidas (uma decisão difícil ou fácil, dependendo da pessoa) para servir a Deus. Sem nunca ter servido uma missão, eu só posso imaginar o quão profundo os missionários precisam trabalhar e estudar para continuar indo em frente, avançar com fé e perseverar até o fim. Os mais difíceis e melhores dois anos, de fato.

Quem São Os Missionários?

Sisteres mórmons pregando o Evangelho

“Devotar tanto os talentos como os meios materiais à propagação da verdade e enaltecimento da raça; de manter dedicação à causa da verdade; e de procurar, por todos os meios, contribuir para a grandiosa preparação, a fim de que a Terra esteja pronta para receber seu Rei—o Senhor Jesus Cristo.”

 

De qualquer forma, apenas vestir um terno ou saia e usar uma plaqueta com o nome não faz de alguém um missionário. Missionários são imperfeitos, dedicados servos do Senhor que tentam o seu melhor todos os dias para comprometerem-se inteiramente com o evangelho. São pessoas que foram separadas de lado para compartilhar o evangelho – mas eles ainda são pessoas que dependem de Deus para abençoá-los em todos os seus esforços.

“Óbvio, não fui escolhida para pregar o evangelho … ou fui?”

Aparentemente, não fui atribuída para pregar o evangelho … ou fui? No manual de preparação para o templo diz que fazemos o convênio de:

“Devotar tanto os talentos como os meios materiais à propagação da verdade e enaltecimento da raça; de manter dedicação à causa da verdade; e de procurar, por todos os meios, contribuir para a grandiosa preparação, a fim de que a Terra esteja pronta para receber seu Rei—o Senhor Jesus Cristo.” [1]

Eu não tenho uma plaqueta com meu nome, mas se isso não é um chamado para pregar o evangelho, então eu não sei o que é. Tudo se resume a isso: somos todos missionários. Nós levamos sobre nós o nome de Cristo em nosso batismo. Todos nós representamos Ele no mundo.

Na verdade, no fim da semana passada eu tive a oportunidade de ser missionária. Eu viajei para a Califórnia para participar de um chá de panela. Enquanto estava lá, eu fiquei com a noiva e sua amiga.

Sua amiga era um membro devoto de uma igreja cristã e estava familiarizada com a fé mórmon. Eu era capaz de falar com ela um pouco sobre sua fé a medida que ela me perguntava sobre a minha. Não foi muito, mas eu espero ter gravado nela o quanto eu amo o Salvador e o evangelho.

Compreender o Plano do Senhor

Moças mórmons

“Deus tem um plano único para cada um de nós. … Você, aparentemente, não precisa dessas experiências para se tornar a pessoa que Deus precisa que você se torne.”

 

Enquanto meus amigos estavam tendo o pico espiritual de suas vidas, eu lutava para equilibrar meus estudos de período integral, trabalho de meio período, relacionamentos, atividades extracurriculares, chamados exigentes, frequência regular ao templo, e o ocasional drama familiar. Uma vida normal. Quando meus amigos retornaram de suas missões, eles diziam coisas como, “Você teve sua missão aqui.” Eu me sentia estranhamente aborrecida por ter que justificar a minha experiência.

Eu dividi um quarto com uma missionária retornada no meu último ano na faculdade. Ela sempre me impressionou com sua dedicação a seus estudos e seu amor ao evangelho. Eu estava expressando a ela, em um ponto, o quão frustrada e solitária eu me senti quando me reuni com meus amigos retornados. Expressei as mesmas dúvidas que eu tinha anteriormente. Eu também não era espiritual? Será que eu também não tinha um testemunho? Eu não sei também as escrituras?

“Deus tem um plano único para cada um de nós. … Você, aparentemente, não precisa dessas experiências para se tornar a pessoa que Deus precisa que você se torne.”

O que ela disse para mim mudou minha perspectiva sobre a minha situação radicalmente. Ela disse: “Deus tem um plano único para cada um de nós. Só porque o plano de outra pessoa precisou que ela servisse em uma missão não significa que você tem que ir. Você aparentemente não precisa dessas experiências para se tornar a pessoa que Deus precisa que você se torne.” Seu comentário me acalmou consideravelmente.

Deus sabe o que é melhor para cada um de nós, até as profundezas de nosso coração, e Ele tem um plano para todos nós. Eu aprendi com minha querida companheira de quarto naquele dia que, enquanto estivermos buscando a Seu conselho e fazendo Sua vontade para conosco, progrediremos à Sua vista e nos tornaremos o filho ou filha que Ele deseja que sejamos.

Exercer a Aceitação

Mulher mórmon fazendo uma oração

“Os membros estão aprendendo em seus lares assim como os membros que servem missão também estão aprendendo no campo. É verdade que eles podem estar aprendendo lições diferentes, mas estão todos progredindo.”

Eu ouço histórias de homens e mulheres que batem o pé no chão e declaram que não vão se casar com um homem ou uma mulher que não tenha servido uma missão. Gostaria de dirigir a estas pessoas o olhar para o nosso Profeta, Thomas S. Monson, que não serviu em uma missão tradicional, mas em vez disso serviu nas forças armadas. Claramente uma missão não é necessária para uma boa espiritualidade, mas sim, um coração fiel, amoroso e disposto a servir.

Eu cresci em um lar sem missionários retornados. Minha mãe não serviu em uma missão, e meu pai estava gravemente doente durante o tempo apropriado para servir.

Apesar da falta de histórias de missão, serviços e atitudes, eu e meus irmãos fomos criados em retidão e, de fato, nascidos de bons pais. Eles nos ensinaram a discernir o certo do errado, a tratar os outros com bondade, a viver e pensar deliberadamente, etc. Será que o fato de não ter sido criada por missionários retornados inibiu meu crescimento espiritual? Absolutamente não.

Em vez disso, fortaleceu meu testemunho e me fez a pessoa que sou hoje. É claro que, esperar se casar com um missionário retornado é louvável; no entanto, se tudo o que um homem ou uma mulher está procurando é um quadradinho preenchido numa lista de seu “cônjuge ideal”, eu os advertiria. Olhe para o coração da pessoa, e não seu currículo espiritual.

Os membros que não serviram uma missão não deveriam ter de justificar o porque deles terem ficado em casa. A decisão de ir para a missão é baseada em torno do diálogo intenso e pessoal com nosso Pai Celestial. Os membros estão aprendendo em seus lares assim como os membros que servem missão também estão aprendendo no campo. É verdade que eles podem estar aprendendo lições diferentes, mas estão todos progredindo.

Garantir o Seu Crescimento Espiritual

Mulher mórmon servindo uma idosa

“quando estais a serviço de vosso próximo, estais somente a serviço de vosso Deus”

Para aqueles entre nós que não tiveram a oportunidade de servir, que foram impedidos de servir, ou que simplesmente não escolheram servir uma missão nesse momento, aqui vai uma lista de coisas para garantir o seu progresso espiritual.

Faça as coisas básicas, ou seja, leia as escrituras, faça suas orações, vá às reuniões da igreja, cumpra seus chamados, faça a sua visita de mestre familiar / professora visitante, etc. Por meio de coisas pequenas e simples que as grandes são realizadas (Alma 37: 6). Aumente o seu testemunho achegando-se mais perto do Senhor.

Frequente o templo sempre, tanto quanto for possível. Eu tive sorte o suficiente de morar a cinco minutos do templo de Provo, mas mesmo que você viva a poucas horas de distância, tente ir tanto quanto você puder. Não há nada tão doce quanto o Espírito do Senhor e a paz que você sente dentro do templo. Por favor, compareça. Você não vai se arrepender.

Comece a trabalhar para receber sua investidura. Este processo foi uma das melhores coisas para mim. Eu achei que eu receberia a minha investidura quando me casasse, mas após quatro anos, alguns encontros, e vários cursos de preparação para o templo mais tarde, estou feliz que eu avancei com fé e recebi minha investidura por mim mesma, recebendo bênçãos tão necessárias em minha vida.

Sirva, sirva, sirva! Eu vou admitir, este ponto é provavelmente o mais difícil para eu cumprir, mas, “quando estais a serviço de vosso próximo, estais somente a serviço de vosso Deus”! (Mosias 2:17) Nada abranda mais o coração do que servir.

Estude suas escrituras. Eu sei que eu já mencionei isso acima, mas tenho de enfatizar mais uma vez. As verdades nelas contidas são as mais preciosas, brilhantes e reais. Eu tenho um profundo testemunho da inspiração espiritual que pode mover todos nós quando buscamos a palavra de Deus, tanto nas escrituras antigas como na revelação moderna.

Eu não pretendo diminuir o serviço desses homens e mulheres fiéis que entram para o mundo armados com o poder de Deus, a fim de trazer a salvação para as almas perdidas.

Em vez disso, espero inspirar as pessoas a aceitarem a contribuição daqueles que não serviram uma missão. As pessoas podem ser boas ou más independentemente de servirem em uma missão. Deus não olha para a aparência externa, mas para o coração.


Notas

[1] Investidos de Poder do Alto: Seminário de Preparação para o Templo, Manual do Professor, 2003. Lição 4.

Artigo escrito por Mackenzie Brown no site LDS.net. Traduzido por Esdras Kutomi.

| Missão
Publicado por: Esdras Kutomi
Formado em SI, mórmon, gosta de RPG e Star Wars, lê artigos científicos por diversão, e se diverte mais com crianças ou idosos do que com pessoas de sua idade.
Apóstolo Mórmon Boyd K. Packer
Presidente Boyd K. Packer falece aos 90 anos
Placas de Ouro
Placas de Ouro: O Resto da História

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *