Você não está estragando o plano de Deus para você

Entender o plano do Senhor para você

Na maior parte da minha vida, eu me perguntei se estava estragando o plano de Deus para mim.

Eu fiquei agoniada para fazer a ESCOLHA CERTA –  um dilema comum para alguém em meu estágio de vida onde grandes decisões precisam ser feitas. A decisão mais recente foi a escolha de minha carreira. E antes disso tive dúvidas com perguntas como “que faculdade escolher”, “com quem vou namorar”, “onde vou viver”, “como vou cumprir o meu chamado”, e assim por diante. Eu me perguntei se eu era capaz de alcançar meu potencial. É tentador pensar que Deus tem algum plano já definido, que minhas escolhas estão sendo comparadas com esse plano, e que se eu tomar um passo em falso eu perderei para sempre a minha chance de felicidade ou terei de viver com aquele sentimento constante de que decepcionei Deus.

Mas sabe de algo? Ao examinar esse pensamento, aprendi que preciso da compreensão que vem de Deus sobre o significado de “Seu plano para mim”.

Estou aprendendo que Deus não é um ditador divino que exige conformidade perfeita com um plano predeterminado e fixo para nossas vidas. Parece mais que Ele está criando conosco o tipo de vida que queremos ter. Estou aprendendo que o Seu plano para mim é muito menos um campo minado com lasers e armadilhas, e mais uma jornada para que eu conheça a mim mesma e a Ele.

O que o plano de Deus não é: minhas expectativas de como minha vida “deveria” ser

Eu ouço muitas vozes em minha mente dizendo que “eu deveria”. Elas dizem coisas como “eu deveria estar casada”, “eu deveria estar namorando”, “eu deveria saber o que quero ser quando crescer”, “eu deveria ter um plano completo para os próximos 5 anos”, “eu deveria saber, passo a passo, o que fazer para ter uma carreira bem sucedida” – tudo para ontem. E, se eu não sou tudo isso, eu fracassei.

A voz de Deus, sem surpresa nenhuma, não concorda com isso.

O que o plano de Deus é: Uma alegre jornada de descobertas que começa onde estou

Através de muitas impressões, Deus continua me dizendo que este período em minha vida é um tempo de descoberta prazerosa – ênfase na palavra prazerosa. Uma impressão que eu recebi recentemente quando eu estava estressada para escolher a “carreira perfeita” foi esta: “Ariel, eu não me importo com o que você trabalhará para pagar as contas. Diverta-se! Explore. Faça o que você quer fazer. Só continue escrevendo, e faremos grandes coisas juntos.”

Bem, tudo bem então.

Eu questiono essas respostas, me perguntando se isso é algum tipo de teste para ver se eu vou escolher o certo e ganhar Sua aprovação ou escolher o errado e decepcioná-Lo. Eu hesito agir porque estou preocupada em fazer a coisa “errada”. Uma resposta como essa significa que preciso ir adiante com confiança, agir de acordo com os meus desejos justos, me aconselhar com Deus ao longo do caminho. Esse é o plano Dele para mim. Ele sabe exatamente onde eu estou. Ele é paciente com o meu progresso, e cada esforço sincero conta para Ele. Se Ele está feliz com o meu progresso e aprendizado, então eu também posso ser feliz.

O que o plano de Deus não é: a imposição da vontade de Deus sobre mim

Eu sempre tive medo de que, se eu me comprometesse em fazer tudo o que Deus pedisse, Ele me forçaria a fazer algo que eu não desejo.

Eu disse a Deus que eu não queria servir em uma missão. Não. É muito difícil, e você não pode me fazer mudar de ideia. Além disso, eu tinha um plano, e isso envolvia concluir meus estudos cedo e conhecer um certo rapaz que eu tinha certeza que seria parte de meu futuro.

Tenho certeza que você pode adivinhar o que aconteceu.

O que o plano de Deus é: convite para reconciliar minha vontade com a Dele e continuar a confiar Nele

É interessante – mesmo nas impressões mais claras que eu já recebi, como um aviso para eu sair em missão, Deus sempre deixou claro que é minha escolha obedecer ou não obedecer. Ele conhece os desejos mais profundos de meu coração e Ele quer que eu volte a Ele. Quando eu busco Sua orientação, Ele me mostra como alcançar esses desejos. Ele sempre está tentando me dar o que eu realmente, realmente quero. Mas a escolha é sempre, sempre minha.

Eu tinha uma escolha a fazer, e eu estava apavorada. O meu futuro parecia perfeito diante de mim, mas com a perspectiva de sair em missão, tudo mudou do dia para a noite. Eu tinha menos certeza de que os meus desejos para a minha vida viriam a acontecer, mas eu sabia que isso era um convite para praticar a confiança em Deus – confiar que Ele sabia o que eu desejava melhor do que eu mesma, e que esse era o caminho para eu alcançar Esses desejos justos. Eu escolhi servir.

Então aqui estou, vários anos depois de minha missão. Eu me formei na faculdade depois de voltar para casa, mas aquele rapaz se casou com outra pessoa, e eu ainda espero ver alguns dos meus desejos se materializarem. Confiar em Deus é algo que eu pratico todos os dias. Não ter os desejos de meu coração me ajudou a voltar-se para Deus constantemente, me ajudou a sempre procurá-Lo. E eu não sei se esse era o único propósito – usar esse tempo em minha vida para conhecê-Lo e saber como Ele trabalha comigo.

O que o plano de Deus não é: Uma única maneira perfeita e rígida de viver minha vida “corretamente”, com erros e escolhas corretas predeterminadas por Deus

Deus não dita todas as escolhas que fazemos. Não é a vontade de Deus que façamos qualquer escolha errada. É a vontade de Deus que tenhamos a oportunidade de escolher por nós mesmos.

O Senhor Deus concedeu, portanto, que o homem agisse por si mesmo; e o homem não poderia agir por si mesmo a menos que fosse atraído por um ou por outro. – 2 Néfi 2:16

É a Sua vontade que tenhamos um espaço seguro para aprender com a nossa própria experiência, para que as lições possam passar de nossa cabeça para os nossos corações. Ele não me faz cometer erros, mas há espaço em Seu plano para erros por causa da Expiação de Jesus Cristo.

O que o plano de Deus é: Jesus Cristo é o Caminho

Muitas vezes queremos saber “o caminho” para nossas vidas. Bem, adivinhe? Jesus Cristo é o Caminho – o único caminho para se tornar como nosso Pai e voltar a viver com Ele.

5 Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?

6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim. – João 14:5-6

Seguir Jesus Cristo por meio do processo contínuo de exercer fé Nele, arrepender-se, fazer e guardar convênios e receber o dom do Espírito Santo é o caminho de volta ao Pai. Enquanto eu continuar nesse processo, estou seguindo o plano.

Em um dia recente eu estava me sentindo particularmente desanimada sobre a minha aparente incapacidade de “ter o controle” sobre a minha vida e alcançar as minhas próprias expectativas. De um lado do quadro branco no meu quarto eu escrevi todas as minhas expectativas para mim. Então eu desenhei uma linha, e do outro lado, em frente a cada uma de minhas declarações, eu escrevi o que eu sentia que Deus diria sobre aquilo.

Tudo se resumiu a isso: Meu aprendizado é o plano. Minha mudança é o plano. E há um monte de boas maneiras de fazer isso. Meu batismo foi um compromisso para continuar aprendendo e continuar voltando-me para Cristo. Não é um compromisso de ser perfeita (e falhar assim que eu cometer o meu primeiro erro). É um compromisso para continuar tentando. Se eu continuar me voltando para Jesus depois de me desviar, se eu estiver comprometida a continuar aprendendo, se eu continuar tentando e descansar quando preciso, então estarei seguindo o Seu plano para mim.

O que o plano de Deus não é:

  • Minhas expectativas de como minha vida “deveria” ser
  • A imposição da vontade de Deus sobre mim
  • Uma única maneira perfeita e rígida de viver minha vida “corretamente”, com meus erros e escolhas corretas predeterminadas por Deus

O que o plano de Deus é:

  • Uma alegre jornada de descobertas que começa onde estou
  • Um convite para reconciliar minha vontade com a Dele e continuar a confiar Nele
  • Jesus Cristo é o Caminho

Este artigo foi escrito por Ariel Szuch no blog do site LDS.org. Traduzido por Esdras Kutomi.

 

| Inspiração
Publicado por: Esdras Kutomi
Formado em SI, mórmon, gosta de RPG e Star Wars, lê artigos científicos por diversão, e se diverte mais com crianças ou idosos do que com pessoas de sua idade.
Jesus Cristo
4 Tradições de Páscoa para aproximar a sua família de Cristo
Jesus Cristo - campanha Príncipe da Paz
Participe da campanha de Páscoa da Igreja - "Príncipe da Paz"

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *