Santos dos últimos dias são encorajados a “amar, compartilhar, convidar”

Como outras religiões cristãs, os fiéis membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias levam a sério a convocação de Jesus Cristo para compartilhar Seu evangelho com os outros de maneira simples e natural.

Vários apóstolos ensinaram estes princípios em um recente evento global intitulado “Amar, compartilhar, convidar.”

A transmissão do evento foi feita no Teatro do Centro de Conferências na Praça do Templo em Salt Lake City, Utah.

A irmã Bonnie H. Cordon, presidente geral das Moças, moderou a discussão, que incluiu participantes remotos que compartilharam experiências e exemplos de vídeo de membros que têm colaborado com outros ao redor do mundo.

“Para mim, é interessante ver como o Salvador está realizando Seu trabalho de redenção por meio de pessoas que estão dispostas a amar, compartilhar e convidar”, disse a Presidente Cordon.

“Estamos todos fazendo o mesmo trabalho, ajudando os filhos do Pai Celestial a conectarem-se ao Salvador, fazendo e guardando convênios. E a maneira como fazemos isso é amando, compartilhando e convidando”, disse o Élder Cook.

“Espero que estes princípios sejam familiares a todos nós, porque eles realmente estão na base do que significa ser um seguidor do convênio de Jesus Cristo”, acrescentou o Élder Uchtdorf.

“Quando penso no amor, lembro-me dos dois grandes mandamentos do Senhor: amar a Deus de todo o poder, mente e força, e amar ao próximo como a nós mesmos. O amor deve ser a base e motivação para tudo o que fazemos”.

“Eu acho bom que compartilhamos o evangelho porque então outras pessoas podem sentir o nosso amor e o amor do Pai Celestial”, disse Coen Bates, de 10 anos, um membro da Igreja do Estado de Washington que trouxe um amigo para a Igreja.

“Acho que as crianças são os mais notáveis exemplos para todos nós, especialmente para nós, como adultos, para tocar em nossa criança interior e realmente aproveitarmos esses dons espirituais e, assim, estarmos capacitados para compartilhar o evangelho, de maneira muito natural e autêntica”, explicou Kemy Bates, presidente da Primária, em Seattle, Washington.

“Não é fácil para as crianças, ou para qualquer um, estar em um ambiente novo e desconhecido. Mas quando esse ambiente está cheio de amor, é muito mais fácil. É por isso que o amor tem que estar no alicerce de tudo o que fazemos”, disse Elder Cook.

Greg Droubay, o presidente em uma missão em Richmond, Virgínia, participou da transmissão com sua esposa.

“O que mais gosto em ‘amar, compartilhar, convidar’ é que não é um novo programa da Igreja. Estes são simplesmente princípios inspirados e atemporais que podem ser aplicados de maneiras autênticas enquanto simplesmente vivemos nossas vidas”, disse o Presidente Droubay.

“O amor não tem um horário ou uma data de validade. Quando compartilhamos e convidamos motivados pelo amor, não ficamos impacientes. Continuamos a tentar, e confiamos no Senhor”, continuou o Élder Bednar.

“Simplesmente incluímos outros nas coisas boas que já estamos fazendo. Este tipo de convite não é intimidante nem cria medo. Ele é inspirado pelo amor e cuidado com as outras pessoas”, ensinou o Élder Uchtdorf.

O Presidente M. Russell Ballard, presidente interino do Quórum dos Doze Apóstolos, foi o último orador.

“Temos de agir. Devemos amar, compartilhar e convidar. Ele nos levará a compartilhar nossa experiência, atividades e o que estamos fazendo. E ele nos inspirará a convidar outros para vir e ver, para vir e ajudar, e para vir e pertencer”, disse o Presidente Ballard.

Fonte: Newsroom

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *