Por que se unir à igreja de Cristo?

Existem muitos motivos pelos quais as pessoas se unem e permanecem na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Alguns são membros porque é uma tradição de sua família. Outros são membros porque gostam das amizades e conexões formadas na igreja. Alguns são membros porque acreditam que o evangelho traz bênçãos às suas vidas. Outras são membros porque acreditam que essa é a maneira de obter a vida eterna. A maioria dos membros se une à igreja por uma combinação desses motivos e outros.

Por que, então, as pessoas se afastam da igreja? E como podemos evitar que isso aconteça?

Na Conferência Geral de Outubro de 2014, Élder M. Russell Ballard nos deu uma resposta.

O Velho Barco Chamado Sião

Jesus-Tempestade-Barco-MormonPara ilustrar a idéia de pessoas que se afastam da igreja, o Élder Ballard usou uma metáfora criada pelo profeta Brigham Young. Essa metáfora consiste de um grande barco em que residem todos os membros fiéis da igreja.

“[Brigham Young] disse em certa ocasião: “Navegamos em alto mar. Quando chega a tempestade, nós, os marinheiros, dizemos que [o barco] vai muito mal. ‘Não vou permanecer aqui’, diz um; ‘Não creio que este seja o navio chamado Sião’, diz outro. ‘Mas estamos no meio do oceano!’ ‘Pouco me importa, não vou ficar aqui’. Ele procura escapar e salta pela amurada. Irá afogar-se? Sim. O mesmo acontece àqueles que se afastam desta Igreja. Ela é ‘o Velho Barco Chamado Sião’; permaneçamos nele!” ”

Como mencionado acima, muitas pessoas se unem à igreja e permanecem nela porque acreditam que a igreja vai trazer bênçãos, amigos, e uma vida de paz. Quando passam por dificuldades e começam a sentir que não estão recebendo essas bênçãos, muitas dessas pessoas saem da igreja. Superficialmente, essa idéia parece fazer sentido.

Qual é o problema, então, com essa atitude?

Quando passamos por dificuldades, sofrimentos, e provações, a igreja não é a causa de nossos problemas. De fato, a igreja é um para-choque contra o impacto da vida mortal. Ela pode nos proporcionar apoio e ajuda durante esses tempos difíceis. Quando saímos da igreja durante a ‘tempestade’, podemos ter certeza de que nos ‘afogaremos’.

Essa idéia não é nova. Em Outubro de 2012, o Élder Neil A. Anderson deu o mesmo aviso:

“Quando se deparar com uma prova de fé — aconteça o que acontecer, não se afaste da Igreja! Se nos distanciarmos do reino de Deus durante uma prova de fé, será como sair da segurança de um abrigo contra tempestade justamente quando aparece um tornado.”

Quando o Tempo Está Calmo

Tempestades não são a única razão pela qual as pessoas deixam de ser fiéis na igreja. Pelo contrário, um ‘tempo calmo’ pode fazer com que as pessoas se afastem gradualmente também. Isso é um exemplo do orgulho: elas pensam que as bênçãos estão vindo por seu próprio esforço, e não valorizam a ajuda divina.

“E a outros pacificará e acalentará com segurança carnal, de modo que dirão: Tudo vai bem em Sião; sim, Sião prospera. Tudo vai bem—e assim o diabo engana suas almas e os conduz cuidadosamente ao inferno” (2 Néfi 28:21)

O Élder Ballard explica assim:

“Em outra ocasião, o Presidente Young disse que também se preocupava com as pessoas que se perdiam quando eram abençoadas, quando sua vida era muito boa: “É quando o tempo está calmo, o velho barco chamado Sião navega numa brisa suave [e] tudo está em silêncio no convés, que alguns dos irmãos querem sair nos botes para (…) dar um mergulho, e alguns se afogam, outros ficam à deriva e outros voltam novamente ao navio. Permaneçamos no velho barco e ele nos levará [em segurança] até o porto; vocês não precisam se preocupar”

Por fim, o Presidente Young lembrou aos santos: “Estamos a bordo do velho barco chamado Sião. (…) [Deus] está ao leme e ali Ele ficará. (…) Está tudo certo, cantem Aleluia, pois o Senhor está aqui. Ele prescreve, orienta e dirige. Se as pessoas tiverem total confiança em seu Deus e se nunca abandonarem seus convênios nem seu Deus, Ele as dirigirá para o bem”

Como Permanecer no Barco

Como então podemos nos assegurar que sempre permaneçamos no velho barco chamado Sião?

Em verdade, é impossível fazer algo hoje que certifique nossa permanência amanhã. Precisamos, portanto, lembrar constantemente de nossos convênios e fortalecer cada vez mais nosso testemunho.

Como um conhecido ditado diz, “o maná de hoje não serve para amanhã.” Experiências espirituais, até experiências poderosas, não são o suficiente para manter um testemunho para sempre. São os atos contínuos, como oração diária, leitura das escrituras, e frequência à igreja, que ajudam a manter um forte testemunho.

O Élder Ballard afirma:

“Precisamos passar por uma conversão contínua, aumentando nossa fé em Jesus Cristo e nossa fidelidade a Seu evangelho por toda a vida — não uma única vez, mas regularmente. Alma perguntou: “E agora, eis que eu vos digo, meus irmãos [e irmãs], se haveis experimentado uma mudança no coração, se haveis sentido o desejo de cantar o cântico do amor que redime, eu perguntaria: Podeis agora sentir isso?”

Para ficarmos na igreja, também precisamos confiar nos líderes da igreja, tanto líderes gerais como locais. É um indício preocupante quando alguém começa a desconfiar dos seus líderes.

Os guias experientes de hoje podem ser comparados aos apóstolos e profetas da Igreja e aos inspirados líderes locais do sacerdócio e das auxiliares. Eles nos ajudam a chegar em segurança ao nosso destino final.

Jesus-Anda-Aguas-MormonRecentemente, falei num seminário para novos presidentes de missão e dei-lhes o seguinte conselho: “Mantenham os olhos da missão sobre os líderes gerais da Igreja. (…) Não desviaremos (…) nem poderíamos desviar [vocês]…

Nossos líderes locais, assim como os guias experientes dos rios, foram formados pelas experiências da vida, foram treinados e orientados por apóstolos e profetas e outros líderes da Igreja; e, o mais importante, foram formados pelo Próprio Senhor.”

Quando confiarmos nos líderes da igreja, estamos sendo guiados na direção correta. Quando combinamos essa humildade com a obediência contínua aos nossos convênios, podemos estar seguros que estaremos seguramente fixados ao velho barco chamado Sião.

“Irmãos e irmãs, fiquem no barco, usem seu colete salva-vidas e segurem-se com as duas mãos! Evitem distrações! E, se algum de vocês tiver caído para fora do barco, nós o procuraremos, encontraremos, ensinaremos e puxaremos em segurança para dentro do Velho Barco Chamado Sião, onde Deus, nosso Pai, e o Senhor Jesus Cristo estão no leme e nos dirigirão para o bem. Disso eu testifico humildemente, em nome de Jesus Cristo. Amém.”

Este artigo foi escrito por Payton Jones

Recursos Adicionais

Saiba mais sobre a Igreja de Jesus Cristo

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *