Seremos mães para sempre, mesmo que nossos filhos tenham partido | Mães de Fé

Este artigo faz parte da série “Mães de Fé”, onde homenageamos as incríveis mães que temos e falamos de sua fé em Deus e em Jesus Cristo

Um dos momentos mais sublimes da vida de uma mulher é ser mãe. Muitas mulheres sonham com o momento em que estão casadas com seu companheiro eterno e têm a honra de se tornar mãe de um filho do Senhor. Planejamos cada momento com muito amor e até pensamos em cada desafio que enfrentaremos.

Mas as coisas nem sempre acontecem como planejamos.

Anatália Araújo é natural da Paraíba e atualmente mora no estado de Pernambuco. Ela serviu como missionaria na missão Piracicaba e é mãe do anjo Raul, que mesmo tão novo lutou e cumpriu sua missão nesta vida.

A dor de perder um filho

Perder um filho é, sem dúvidas, uma dor enorme. É um momento muito doloroso na vida de uma mulher e, é em momentos como esse, que dúvidas sobre o amor e a justiça Divina surgem naturalmente.

Anatália sofreu essa dolorosa perda, assim como muitas que podem estar lendo esse relato. A falta de esperança e a depressão tomaram conta de seu coração por muito tempo, e foram sete anos longe da Igreja de Jesus Cristo e de Seu Evangelho.

Ela não conseguia falar sobre seu filho sem sentir dor e chorar, mesmo de muito tempo de sua morte. Ao contrário do que muitas pessoas afirmam, o tempo não aliviou a sua dor.  

Decisão de voltar à Igreja

“Em um determinado momento, depois de vários questionamentos sobre a vida, tudo que já tinha passado e a ausência de Raul, eu parei – na minha casa onde morava sozinha – e me perguntei: sou feliz? Demorei muito para responder essa pergunta. Por mais que tivesse minha estabilidade financeira, uma casa e uma “boa vida” eu não conseguia responder essa pergunta.

Depois me questionei: já fui feliz em algum momento da minha vida?

Naquele momento rapidamente lembrei de como era feliz vivendo o evangelho de Jesus Cristo, e mesmo em meio a dificuldades na época, eu era muito feliz.”

Podemos encontrar alento, consolo, amor, carinho e esperança no evangelho de Jesus Cristo durante momentos de dor extrema, como a perda de um filho. Por meio do Plano de Salvação, temos o conhecimento de que a morte física não é o fim de tudo. Por causa da Ressurreição de Cristo todos iremos vencer essa morte, e poderemos estar novamente com aqueles que amamos.

Um conselho de mãe para mãe

“Você precisa ter muita força e fé, se apegar a sua fé e olhar o futuro com os olhos da fé!”, aconselhou Anatália.

É natural perder as esperanças por não saber o que acontece quando alguém morre. A morte de um filho não é e nunca será fácil, mesmo para uma mãe que conhece o plano de Deus. Contudo, podemos buscar apoio e ajuda nas promessas que o Senhor nos faz se seguirmos seus mandamentos.

Anatália conta sobre o consolo que recebeu por meio de sua bênção patriarcal.

“Depois pude olhar para minha benção patriarcal e ver que as bênçãos lá contidas eram minhas, mas eu precisava ir atrás de cada uma delas. E Deus me dá essa força!”

O presidente Nelson disse: “A perspectiva eterna nos dá a paz ‘que excede todo o entendimento’” (Filipenses 4:7).

Seremos mães para sempre. Mesmo se nossos filhos estiverem no outro lado do véu, eles continuam sendo nossos e continuamos sendo suas mães. Podemos estar juntos novamente por causa de Jesus Cristo e de Seu imenso amor.

Escrito por Ana Carla

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *