Como essa jovem se converteu ao evangelho ao assistir à Conferência Geral

Como Joseph Smith, eu estava procurando uma religião com a qual me identificar. Pesquisei em todos os cantos da Internet e ouvi muitos sermões cristãos. Porém, só em outubro de 2014 que encontrei o que desejava. Descobri a Conferência Geral.

Meu amor pela conferência geral começou aos 18 anos, quase imediatamente depois de ouvir pela primeira vez sobre o evangelho restaurado.

Comecei a conversar com os missionários em meados de um lindo setembro em Michigan. Então, em outubro, vi um profeta vivo de Deus.

182 conferencia geral da Igreja

Em outubro de 2014, tive certeza de duas coisas: (1) que o Presidente Thomas S. Monson era definitivamente um profeta de Deus e (2) que estava ansiosa para ouvir o que ele tinha a dizer.

Até aquele momento, eu havia tido apenas algumas lições com os missionários, então na Conferência Geral senti como se estivesse bebendo água direto da fonte mais pura.

Eu desejava compreender e internalizar cada palavra. Fiz anotações o mais rápido que pude, para registrar toda a luz e verdade que estava ouvindo. Até fiz desenhos para ilustrar o que alguns dos oradores disseram.

Foi emocionante escutar a voz e o testemunho do Presidente Monson em particular.

Foi muito impactante vê-lo e saber que ele era um profeta vivo de Deus. Que ele estava ali, na minha frente, na tela da minha TV, falando e sorrindo.

Depois de um de seus discursos, anotei uma pergunta comovente: “Por que eu faria algo diferente se encontrei a verdade?”

Comecei a conferência geral com muitas perguntas e terminei a conferência geral com muitas orações respondidas. O caminho diante de mim era simples. Eu sabia que precisava continuar aprendendo sobre o evangelho restaurado e seguir os ensinamentos de Cristo.

Já assisti à conferência geral com amigos e sozinha. Já assisti em dormitórios, salas de estudos, apartamentos, casas e até mesmo no Centro de Conferências. Porém, não importa onde você esteja, a experiência é a mesma. Eu amo toda vez que assisto.

Adoro ouvir os servos escolhidos do Senhor. Realmente ouvimos profetas vivos, verdadeiros apóstolos e líderes designados por Deus.

Durante a maior parte da minha vida, não tive ideia de que isso poderia ser uma possibilidade. Parece algo que saiu de um conto de fadas, porque parece bom demais para ser verdade, mas é verdade.

Arte: Kim Yongsung

O Senhor disse:

“Minha palavra não passará, mas será toda cumprida, seja pela minha própria voz ou pela voz de meus servos, é o mesmo.” (Doutrina e Convênios 1:38)

Ouvir Seus servos escolhidos na conferência geral é como ouvir a Ele. Amo ouvir Jesus Cristo. Às vezes, Suas palavras me pegam de surpresa, enquanto outras vezes Suas palavras são doces e familiares.

Uma das vezes em que Suas palavras me pegaram de surpresa foi durante a última conferência geral em abril, durante o discurso do Élder Neil L. Andersen “Lembranças espirituais determinantes”. Senti como se, a convite do Élder Andersen, o Salvador do mundo estivesse se dirigindo pessoalmente a mim, dizendo:

“Compreendam suas lembranças sagradas. Acreditem nelas. Escrevam-nas. Compartilhem-nas com sua família. Confiem que vocês as recebem de seu Pai Celestial e de Seu Filho Amado. Deixem que elas tragam paciência para suas dúvidas e entendimento para suas dificuldades. Prometo-lhes que, ao reconhecerem voluntariamente e apreciarem cuidadosamente os acontecimentos espirituais determinantes de sua vida, eles acontecerão mais e mais. O Pai Celestial conhece e ama vocês!”

Segui esse convite, sabia que era exatamente o que o Salvador teria me aconselhado a fazer. Comecei a registrar cada momento em que o Pai Celestial me fez sentir especial.

Uma das coisas mais bonitas para mim é que o Espírito pode nos ajudar a lembrar mais do que podemos sozinhos. Cristo ensinou:

“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” (João 14:26)

Ao me lembrar, momento após momento, pude sentir o Senhor me ajudar por meio do Espírito.

Nos momentos em que me sentia estagnada e incapaz de pensar em outra coisa, o Espírito me perguntava gentilmente: “E quanto a isto?” Então, eu continuava escrevendo.

Parecia que o Senhor e eu estávamos escrevendo uma história juntos: a nossa história.

Minha lista passou de algumas lembranças para 75 indicadores poderosos de que o Senhor sempre cuidou de mim.

A promessa do Élder Andersen ressoou especialmente em mim porque, embora eu tenha me convertido ao evangelho, também tive muitas dúvidas.

Agora, essas dúvidas foram completamente superadas por todas as experiências pessoais que tive com o Salvador e Sua Expiação.

Sinto-me fortalecida e protegida por Ele, e as dúvidas perderam o poder sobre mim.

O Salvador sempre se lembrou dos momentos sagrados que tive com Ele, mas agora também me lembro deles, porque segui o conselho de um de Seus servos escolhidos.

Não tenho ideia do que o Senhor vai nos dizer neste fim de semana por meio de seus servos, mas mal posso esperar para ouvir o que eles nos convidarão a fazer, bem como para receber as bênçãos que prometerão.

Independentemente de onde você esteja espiritualmente, e mesmo se assistir sozinho à conferência geral, como eu, há um grande motivo para se alegrar: O Senhor está falando conosco hoje.

Fonte: LDS Living

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *