Chris Pratt não concorda com a opinião que Hollywood é contra o cristianismo, disse ele à Associated Press em uma nova entrevista exclusiva .

Pratt falou sobre vários tópicos, incluindo como é estar nos telões, trabalhar com Tom Cruise e até crenças religiosas pessoais e a posição de Hollywood nisso.

Pratt apareceu nas manchetes em todo por falar sobre sua fé durante as premiações de cinema.

Ele disse que fala sobre religião porque é o que ele sente que foi chamado a fazer neste momento.

“Eu não sei se isso é motivado pela situação do mundo hoje em dia ou se é o que eu sou chamando para fazer agora. Eu acho que é uma combinação das duas coisas ”, disse ele à AP. “…

Esse tipo de mensagem, pode não ser para todos. Mas há um grupo de pessoas para quem essa mensagem é dirigida. E nada me deixa mais feliz do que pensar que talvez algum garoto assistindo aquilo dirá: ‘Ei, eu estava pensando sobre isso. Eu estava pensando em orar. Vou tentar.’

É a única maneira de eu sentir que posso retribuir o que essencialmente tem sido uma benção enorme em minha vida. ”

Pratt disse que não acha que é um risco falar abertamente sobre fé em Hollywood.

“Eu acho que existe essa narrativa que existe lá fora, que Hollywood é anti-cristã ou anti-religiosa, mas não é o caso”, disse ele.

“Eles são meio que anti-nada. Eles são a favor do que é autêntico para você. E eu gosto disso. Porque a minha autenticidade vem de ser pró-cristão, pró Jesus. Essa é a minha personalidade e eu gosto disso.

E eu nunca tive alguém tentando me constranger por isso. Talvez eles vão dizer algo pelas minhas costas. Mas se for esse o caso, vá em frente. Você pode dizer o que quiser sobre mim – na minha cara ou pela minhas costas. Eu não vou mudar.”

Fonte: DeseretNews

Relacionado:

Mark Wahlberg diz que sua rotina diária precisa de 30 minutos de oração