Shawn Bradley: Atleta Mórmon que Foi Multado por Manter Seus Valores

Com seus 2m 30cm, parecia que o “Furacão Mórmon” Shawn Bradley iria revolucionar o basquete profissional. No entanto, após uma carreira atormentada pela inconsistência, o notável jogador da NBA se tornou o garoto-propaganda da enterrada.

 

basquete

Tracy McGrady enterrando em Shawn Bradley

Basquete Durante o Ensino Médio

O “Enorme Mórmon” (outro pseudônimo de Bradley) foi o segundo escolhido no Draft da NBA de 1993. Estudante de ensino médio da pequena cidade de Castledale, Utah, Bradley era um dos mais bem-sucedidos jogadores de basquete na história do estado. Ele foi chamado de “Americano da cabeça aos pés” por várias publicações, inclusive pelo USA Today, pela revista Parade Magazine e a Street and Smith. Bradley terminou a sua carreira de ensino médio com médias de 20,3 pontos, 11,5 rebotes e 5,4 bloqueios por jogo.

Basquete Universitário

Shawn Bradley foi para a Universidade Brigham Young, onde se tornou o líder no país em total de arremessos bloqueados (177). Como jogador de basquete universitário, Bradley recebeu elogios e títulos por suas conquistas. Ele recebeu o título  de Calouro do Ano pela Western Athletic Conference (WAC) e recebeu todas as honras de membro da equipe de defesa e dos times dos novatos da WAC. A Associated Press (uma agência de notícias americana) até incluiu Bradley como menção honrosa para o título All-American.

Após o primeiro ano, Bradley serviu sua missão na Austrália. Ao retornar, ele preferiu renunciar a uma carreira no basquete universitário e em vez disso entrou de cara para o draft da NBA de 1993.

 NBA

Durante sua carreira profissional, Bradley jogou como pivô para o Philadelphia 76ers, o New Jersey Nets e o Dallas Mavericks. Depois de acumular 274 rejeições para o Philadelphia, o “Furacão Mórmon” estabeleceu o recorde da franquia para a maior quantidade de bloqueios em uma única temporada. Enquanto jogou pelos Nets, ele se tornou o primeiro jogador na história da NBA a realizar duas vezes em jogos consecutivos uma quantidade de dois dígitos de bloqueios de arremessos em uma única temporada. Já como um Dallas Maverick, Bradley tornou-se o quinto jogador da NBA a marcar um mínimo de 20 pontos, 20 rebotes e 10 bloqueios em um jogo.

Mas o sucesso de Bradley foi marcado pela inconsistência. Seu tipo físico magro nunca atendia completamente as expectativas dos treinadores, tornando Bradley um alvo móvel na quadra.

Um programa da ESPN, 30 por 30 traça o perfil de Bradley, agora aposentado, e avalia sua carreira no passado e sua vida atual.

O semblante do ex-jogador da NBA é humilde ao confirmar abertamente o que os críticos já defendiam: que o basquete não é prioridade em sua vida. “Nunca foi e nunca será. Dou valor a minha família e minha religião em primeiro lugar.”

Preços x Valores

Sua dedicação à sua fé foi exemplificada quando toda a equipe marcou para se encontrar em um clube. Após fazer uma pesquisa rápida Bradley, descobriu que o clube não era só um bar, mas era também um clube de strip. Ele ligou para a gerência do time e disse-lhes que deviam saber que ele não apareceria em um local desse tipo. A gerência disse-lhe ele seria multado em US$ 10.000 se ele não aparecesse. Bradley considerou aquele um preço pequeno a pagar para permanecer fiel aos seus valores.

O episódio do programa 30 por 30 da ESPN deixa isso bem claro. A fé que Bradley tem vem sempre em primeiro lugar.

Escrito por Gabriella Loosle e traduzido por Luciana Fiallo.

Fonte: mormonhub.com

| Inspiração
Publicado por: Luciana Fiallo
Tradutora e intérprete de formação e paixão. Escolheu essa profissão para, no futuro, poder fazer lição de casa com os filhos e continuar trabalhando.
Por Que o Nome da Igreja Mudou ao Passar do Tempo?
Apóstolo Mórmon Discursa em Seminário Teológico em Princeton

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *