fbpx

Histórias de Fé: “Senti a paz do templo pela primeira vez”

Esse é a história de fé de Leonardo de Oliveira Alves, do Distrito de Presidente Prudente-SP

Desde que me conheço por gente sou católico, mas eu nunca fui um católico muito praticante. Normalmente eu ia para a igreja só quando tinha vontade ou quando as circunstâncias da vida me levavam a ir.

Mas tudo mudou quando conheci minha namorada, Janaína, e logo ela me levou para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Foi uma experiência diferente de todas as outras idas a outras igrejas.

Em meu primeiro domingo na capela de um ramo de minha cidade, fui muito bem recebido pelos membros e senti uma paz muito grande ali – como seu eu já pertencesse àquele lugar. Esse sentimento foi tão forte, que posso dizer que eu já tinha certeza que estava na Igreja certa desde o primeiro momento.

Continuei frequentando as reuniões e aprendendo com os missionários. Busquei sempre fazer as coisas certas e dali dois meses mais ou menos, decidi ser batizado. Fui muito acolhido pelos membros do ramo! Tanto que após meu batismo eles fizeram uma reunião familiar especial, onde me deram conselhos e compartilharam citações que nunca esqueci. Eles foram essenciais nesse meu início como membro da Igreja.

Nesse processo todo, aprendi como o evangelho de Jesus Cristo nos capacita para vivermos grandes experiências ao mesmo tempo que exige grandes coisas de nós. Também aprendi a importância de honrarmos sempre os convênios que fazemos com Deus para recebermos Suas bênçãos.

Aprendi a ler as escrituras, a orar com fervor e também a amar o próximo, agindo da maneira que o nosso Salvador Jesus Cristo agiria. Me batizar na Igreja foi realmente a melhor decisão de minha vida!

Alguns meses após meu batismo, tive a oportunidade de, pela primeira vez, ir ao templo de Campinas em uma caravana de meu distrito (Presidente Prudente-SP).

Estava orando muito para que pudesse receber alguma resposta lá, uma confirmação, uma revelação – inclusive sobre minha namorada, se ela era mesmo a pessoa certa para mim. E o Senhor me respondeu com paz e tranquilidade de que tudo estava bem.

Também, estava ansioso para realizar ordenanças por meu pai e meus avós que são falecidos. Foi tão emocionante! Senti que estava perto deles. Fiquei muito feliz por essa oportunidade de fazer o bem por minha família e também por outras pessoas que já se foram.

O templo é verdadeiramente a casa do Senhor e o que pude sentir lá é algo indescritível. Senti algo maravilhoso, muita paz e calma, como se fosse aquele sentimento que tive em meu primeiro domingo na Igreja, mas multiplicado por 100.

Pude aperfeiçoar meu espírito ao ir ao templo e perceber a mudança que o evangelho causou em minha vida. Foi muito claro e rápido. Só podemos receber bençãos, se estivermos dignos, honrando nossos convênios e guardando os mandamentos do nosso Salvador Jesus Cristo.

| Santos no Brasil

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *