Santo dos Últimos Dias compartilha a Luz de Cristo por meio de fotos que representam o Salvador

Eva Koleva Timothy nasceu na Bulgária, sob a Cortina de Ferro, na época da Guerra Fria. Com a queda do Muro de Berlim, seu país se encheu de missionários, o que a levou a pensar mais em Deus. Aos 15 anos, foi batizada na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias juntamente com seus pais. 

Eva aprendeu inglês sozinha e alguns anos depois foi estudar fotografia nos Estados Unidos. Ela serviu missão na cidade de Nova Iorque e depois voltou para Utah para terminar seus estudos. Depois de se formar, Eva e seu esposo se mudaram para a Inglaterra, onde ambos estudaram em Oxford.

Como fotógrafa, Eva iniciou um novo projeto neste ano, que se chama “O Senhor é a Minha Luz”, onde fotos representam o relacionamento das pessoas com o Salvador. As fotos são combinadas com cores fortes para criar um efeito visual poderoso.

“A ideia principal da série de fotos é a de que Deus está aqui conosco, e que tudo o que Ele fez foi para cada um de nós individualmente”, disse Eva.

Tirar as fotos contribuiu para experiências missionárias. “Conheci tantas pessoas, e foi tão legal porque é como se eu fosse uma missionária novamente”, disse Eva, que precisou entrar em contato com um criador de ovelhas para uma foto.

A família de Eva também está envolvida no projeto. Seu esposo e três filhos aparecem em todas as fotos e participam da preparação espiritual para cada foto. “É por isso que decidi não mostrar rostos nas fotos. Quero que as pessoas sintam que estão ali com o Salvador, como se fosse seus pés que Ele está lavando”.

“Acho que essa é a primeira foto que tirei – ‘Vinde a mim’ – precisava dessa foto para mim. Mas minha maior meta é trazer as pessoas para mais perto de Cristo por meio desse projeto, e eu nunca me senti tão guiada e inspirada em meu trabalho como me sinto nesse projeto”.

Sabendo da importância das escrituras durante a pandemia, Eva se inscreveu para receber uma ajuda financeira do Centro de Artes Santo dos Últimos Dias. Ela ganhou a bolsa e por isso criou uma continuação de seu projeto, onde trabalha as fotos para que pareçam manuscritos das escrituras combinadas com a imagem já existente.

“Conseguir criar é muito importante para um artista. Existe alegria em criar e eu sinto que o Senhor quer que façamos isso, e eu sou tão grata por essa oportunidade. Senti uma alegria imensa ao trabalhar nesse projeto”, disse Eva.

Confira o projeto completo aqui.

Fonte: Church News

Relacionado:

Como Jesus Cristo mudou corações, não apenas mentes

| Entretenimento

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *