*Mórmons Jejuam*

Para um santo dos últimos dias jejuar significa abster-se voluntariamente de comer ou beber com o propósito de chegar mais perto do Senhor e invocar suas bênçãos. Na igreja atualmente um domingo de cada mês é designado para se jejuar. Neste dia os membros abstêm-se de alimentos e bebidas durante 24 horas e doam à igreja o dinheiro que gastariam naquelas refeições. Essa contribuição é chamada de oferta de jejum. A igreja utiliza a oferta de jejum para ajudar aos pobres e necessitados. Acompanhe a seguir algumas razões pelas quais os mórmons jejuam:

Obediência

“Então apregoei ali um jejum junto ao rio Aava, para nos humilharmos diante da face de nosso Deus, para lhe pedirmos caminho segur0 para nós, para nossos filhos e para todos os nossos bens. Nós pois jejuamos e pedimos isso ao nosso Deus, e moveu-se pelas nossas orações” (Esdras 8:21 e 23)

Para o bem estar da humanidade Deus há revelado mandamentos. Os mandamentos são expressão do amor de Deus por seus filhos porque Ele deseja que obtenham prosperidade e felicidade em suas vidas. O jejum é um destes mandamentos e foi uma lei cumprida inclusive por Jesus Cristo que é exemplo perfeito em todas as coisas.

Esta lei foi revelada por profetas desde o Antigo Testamento e continua em vigor atualmente. Muitas bênçãos podem ser alcançadas por aqueles que tem a capacidade de demonstrar sua obediência. Para algumas pessoas o mandamento de jejuar pode ser fácil, para outras pode ser uma grande pedra de tropeço. Ao jejuar o cristão exerce fé e se aproxima do Senhor. A primeira razão pela qual os mórmons jejuam é por obediência a lei.

Bem estar físico e autocontrole

mórmons jejuam

Os mórmons jejuam porque acreditam que isso traz saúde.

“Vai, ajunta todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de dia nem de noite, e eu e as minhas moças também assim jejuaremos; e assim irei ter com o rei, ainda que não seja segundo a lei; e se perecer, pereci.” (Ester 4:16).

A história de Ester é um lindo exemplo do poder de um jejum. Ester era uma jovem judia que se casou com o rei da Pérsia os judeus seriam exterminados pelo rei. Ester precisava falar com o rei para tentar salvar o povo mas havia um decreto que se alguém falasse com o rei sem uma autorização prévia esta pessoa poderia sofrer pena de morte. Ester pediu ao seu povo que jejuasse por ela por três dias. Ester foi bem sucedida, o rei a escutou e seu povo foi salvo.

Assim como na antiguidade os mórmons jejuam porque acreditam que o jejum pode trazer bem estar físico e superação espiritual. O jejum não consiste somente em não comer. Durante o jejum a pessoa deve procurar se aproximar ao Senhor por meio de orações e leitura das escrituras. O jejum é um retiro espiritual o cristão procura se afastar das coisas carnais e se aproximar das coisas espirituais. O verdadeiro jejum pode trazer bem estar físico e autocontrole.

Ajuda aos necessitados

mórmons jejuam

Os mórmons jejuam para ajudar aos necessitados. (imagem via: oseas.blogpost.com)

Os santos dos últimos dias contribuem financeiramente para a igreja por meio de dois recursos, os dízimos e as ofertas. O dízimo tem um valor pré estabelecido pois ele representa 10% dos ganhos da pessoa. Já a oferta de jejum deve ser generosa e cada pessoa decide por si mesma quanto deseja doar.

Como é a sua alimentação? Quanto você gastaria em suas refeições em um período de 24 horas? Essa é a quantia que os santos  são incentivados a doar. Cada pessoa pode aplicar o princípio da generosidade em sua oferta uma vez que o valor doado compete somente a sua própria consciência.

A oferta pode ser vista como uma dádiva que se dá diretamente ao Senhor. No Velho Testamento as ofertas eram feitas em forma de sacrifícios ou holocaustos. Hoje em dia as ofertas de jejum são feitas em dinheiro. É com este dinheiro que a igreja financia seus projetos de ajuda humanitária e os bispos de cada região em que a igreja está localizada podem ajudar pessoas carentes que vivem em sua área.

Semestralmente a igreja oferece relatórios sobre o uso de seus recursos nas Conferências Gerais, além disso uma vez a cada ano os membros podem fazer uma entrevista de ajuste de contas e verificar com o bispo de sua unidade que o dinheiro que foi doado por essa pessoa chegou sem desvios ao escritório da igreja. Os mórmons jejuam porque acreditam que esta é uma maneira de ajudar aos necessitados.

Alcançar bênçãos

“Eis que jejuei e orei muitos dias, a fim de saber essas coisas por mim mesmo” (Alma 5:46)

Quando Jesus Cristo esteve na teve aconteceu um episódio interessante relatado no livro de Mateus. [1] Os apostólos tentavam ajudar o filho de um homem que era visto como lunático os discípulos tentaram sem sucesso expulsar os espirítos que atormentavam o jovem mas somente o próprio Jesus Cristo teve sucesso ao fazê-lo. No versículo 21 deste capítulo o Senhor explica porque:

“Mas esta casta não se expulsa senão por oração e jejum”.

O jejum é um recurso adicional proporcionado pelo Senhor para alcançar bênçãos. Além de orar por determinadas coisas que precisa, você conta com o recurso de jejuar por isso. Cada jejum deve conter um propósito. A razão de jejuar não é passar fome. O jejum existe para fortalecer as pessoas. Ao jejuar muitas vezes as pessoas recebem inspiração de como resolver problemas que dependem delas e milagres para solucionar situações que não estão ao seu alcanse.

Muitos milagres já foram testificados por aqueles que jejuaram. Os mórmons jejuam para alcançar bênçãos que necessitam.

 


Bibliografia

Guia de Estudo das escrituras – Jejum (aqui)

Por ventura não é este o jejum que escolhi? – Élder Henry B. Eyring, Conferência Geral, Abril 2015. (aqui)

Por que jejuamos – lds.org (aqui)

[1] ver Mateus capítulo 17.