fbpx

Sou cristão, posso assistir filmes de terror?

Terror talvez seja o gênero de filmes que mais divide as pessoas. Quem gosta, gosta muito. Quem não gosta, não gosta mesmo.

Além disso, os filmes de terror podem causar certa discussão entre os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e também outros cristãos já que estão relacionados com violência e possuem histórias envolvendo espíritos malignos, demônios e até mesmo Satanás.

Então podemos nos perguntar se é adequado assistir a este tipo de filme e se já recebemos revelações modernas sobre o assunto.

Para o Vigor da Juventude

Bom, vamos começar pelo livreto Para o Vigor da Juventude (que mesmo que seja algo especialmente para os jovens, tem conselhos importantes que servem para Santos dos Últimos Dias de todas as idades) no tópico “Diversão e Mídia”:

“Você vive em uma época de tecnologias maravilhosas, que lhe proporciona fácil acesso a uma grande variedade de mídia, inclusive a Internet, os dispositivos móveis, os videogames, a televisão, o cinema, a música, os livros e as revistas. As informações e as diversões oferecidas por essas mídias podem aumentar sua capacidade de aprender, comunicar-se e tornar-se uma força para o bem no mundo. Entretanto, algumas informações e diversões podem desviar você de um viver reto. Escolha sabiamente as mídias que usa, porque tudo o que ler, ouvir ou vir exercerá influência sobre você. Escolha apenas mídias que sejam edificantes.”

O livreto continua:

“Tenha cuidado para que o uso que você faz da mídia não entorpeça sua sensibilidade ao Espírito ou interfira em suas interações pessoais com as outras pessoas.”

Realmente é inevitável não ser influenciado pelas mídias que fazem parte de nossas vidas, e é por isso que precisamos escolher muito bem o que consumimos.

Relacionado: Guia completo de filmes Santos dos Últimos Dias

Regra de Fé

No Manual Geral, vemos no tópico “Padrões”, o conselho que encontramos na décima terceira regra de fé: “Se houver qualquer coisa virtuosa, amável, de boa fama ou louvável, nós a procuraremos.”

Muito simples, certo? Se algo for bom, então queremos. Se não for, não queremos

regras de fé

Arbítrio e o Espírito Santo

O Para o Vigor da Juventude afirma que precisamos escolher mídias que sejam edificantes, o que nos mostra a importância de seguir o Espírito e também de usar o arbítrio que recebemos de nosso Pai Celestial.

O Espírito Santo sempre nos ajuda a sentir se algo é bom ou não para nós. O mesmo vale para os filmes que decidimos assistir. Basta seguirmos Sua orientação e estaremos bem, pois tomaremos as melhores decisões.

É importante lembrar que o Espírito Santo fala conosco de uma maneira muito delicada. É algo tão sutil que, assim como disse o Élder Boyd K Packer, “se estivermos preocupados com alguma outra coisa, talvez não sintamos coisa alguma.”

Se um filme de terror nos afeta de maneira a trazer certa preocupação ou sentimentos mais intensos que abafa os sussurros do Espírito Santo, precisamos urgentemente avaliar e tomar uma decisão.

Como escolher melhor?

Na revista New Era, encontramos o seguinte guia para avaliarmos melhor o tipo de conteúdo que queremos consumir:

  1. Você está bem informado? Se não leia uma avaliação de boa reputação e pergunte às pessoas.
  2. Possui conteúdo vulgar, pornográfico ou outro tipo de material inadequado?
  3. Sua mensagem constrói ou destrói os ensinamentos do evangelho?
  4. Se decidiu que sua escolha é inapropriada, nunca é tarde demais para levantar e sair da sala ou desligar a televisão.

Conclusão

Os filmes de terror frequentemente geram sentimentos de medo, tensão, ansiedade, entre outros para aqueles que os assistem. Tais sentimentos podem durar pouco tempo para alguns, ou podem permanecer por alguns dias e podem ser mais intensos para uns do que para outros.

Faça uma autoavaliação, siga os sussurros do Espírito Santo e se necessário, busque conselhos adicionais com um líder da Igreja para saber quais tipos de filmes são adequados para você.

| Perguntas e Respostas, Popular
Publicado por: Marie Sunaga
Tradutora e intérprete, mãe da Isabel e entusiasta de idiomas. Trabalhou como instrutora e supervisora no Centro de Treinamento Missionário. Fez missão em Manaus - Brasil, ama ler, tocar violão e comer sushi. É a gerente de conteúdo do time português na More Good Foundation.
Como Joseph Smith aprendeu hebraico bíblico
Templo de Heber Valley Utah
Igreja anuncia a localização de dois templos nos Estados Unidos

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *