“Há alguns assuntos sobre os quais é melhor orar em particular, onde não tenhas que se preocupar com o tempo nem com a privacidade. A oração em particular é produtiva e proveitosa. O orar em privado contribui para que nos livremos da vergonha ou fingimento, de qualquer tipo de engano; nos ajuda a abrir o coração e a sermos completamente sinceros e honrosos ao expressar todas as nossas esperanças e maneiras de pensar. Se nestes momentos especiais de devoção não confiamos tudo ao Senhor, Ele talvez tampouco nos dê algumas das bênçãos que tenha para nós. Depois de tudo, nos apresentamos como pedintes ante um onisciente Pai Celestial; portanto, por que haveríamos de pensar sequer em ocultar sentimentos ou pensamentos que sejam essenciais para nossas necessidades e bençãos?”

(Presidente Spencer W. Kimball, Ensinamentos dos Presidentes da Igreja, págs. 59,60)