primeira-visão-mórmon-corpo-deus
Pergunta:

Por que Santos dos Últimos Dias acreditam que Deus tem um corpo se João 4:24 ensina que “Deus é Espírito”?

Adriano, São Paulo-SP


Resposta:

Olá Adriano,

Embora o versículo à primeira vista pareça representar um desafio à doutrina SUD de que Deus possui um corpo físico, uma análise detalhada de seu contexto revela pontos problemáticos na construção da linha de raciocínio de tal argumento. João 4:24 sobre o ponto afirma:

“Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.”

A interpretação tradicional Cristã para tal versículo consiste em simplesmente visualizar a superfície e concluir que João fazia nessa afirmação uma descrição da natureza corporal de Deus. Há entretanto boas razões para questionar tal interpretação. Alguns dos pontos mais problemáticos dessa visão são:

1. Deuteronômio 4:24 e Hebreus 12:29 afirmam que Deus é “fogo consumidor”. 1 João 1:5 afirma que Deus é “luz”. 1 João 4:4,16 afirma que Deus é “amor”. Afirmar que Deus é apenas um espírito porque João 4:24 declara que “Deus é espírito” faz tanto sentido como afirmar que Deus é apenas “fogo consumidor,” “luz” ou “amor”, visto que tais versículos são igualmente diretos ao descrever a natureza de Deus. Seria Deus apenas “amor”? Seria Ele apenas “fogo consumidor”? Seria Deus apenas “luz”? Naturalmente não. Dessa forma, é inconsistente concluir que Deus é apenas espírito baseado apenas na leitura de João 4:24, que não é uma descrição da natureza metafísica de Deus, mas uma demonstração de como Deus deve ser adorado.

2. João declara que aqueles que O adoram, devem fazer em “espírito e verdade”. Se eu posso adorar a Deus em espírito possuindo um corpo físico, o que impediria Deus de ser adorado em espírito sendo igualmente possuidor de um corpo?

3. O verbo “é” na sentença “Deus é Espírito” não está presente nos manuscritos gregos originais, do qual as traduções da Bíblia existentes foram traduzidas. Isso reforça a ideia de que o verso em questão não constitui uma descrição de João da natureza corpórea de Deus.

Confira o restante desse artigo no Intérprete Nefita.