BednarEm um vídeo divulgado na internet, por meio não oficial, que foi extraído de uma reunião para membros da Igreja de língua espanhola no final de fevereiro, Elder David A. Bednar, do Quorum dos Doze Apóstolos, respondeu uma pergunta de um membro da Igreja do Chile.

Veja o vídeo oficial em espanhol aqui.

A pergunta foi: “Como podem os membros da Igreja que são homossexuais viver e permanecer fieis ao Evangelho?

Elder Bednar começou sua resposta dizendo que não há membros da Igreja homossexuais: “Não somos definidos por atração sexual. Não somos definidos pela conduta sexual. Somos todos filhos e filhas de Deus. E todos nós temos diferentes desafios na mortalidade. Há muitos desafios diferentes. (…) Algumas pessoas tem limitações físicas (…) Outras tem uma inclinação, como a atração por pessoas pelo mesmo sexo. Através da Expiação de Jesus Cristo, somos investidos com o arbítrio moral. Arbítrio é a capacidade de agir, e não simplesmente receber a ação.”

Elder Bednar, então, pegou uma garrafa de água e disse: “Isto é uma garrafa de água. É um objeto. Não tem capacidade de agir. (…) Somente de receber a ação. (…) Você e eu não somos objetos – somos agentes: investidos com o arbítrio, devido a Expiação de Cristo. E com este arbítrio devemos agir e não receber a ação. Esse arbítrio nós dá a capacidade para determinar como iremos responder à variedade de desafios que experimentamos na mortalidade.”

“Então” disse Elder Bednar, “você escolhe. Simplesmente ser atraído por pessoas do mesmo sexo não é um pecado. Há muitos membros da Igreja que sentem alguma manifestação desta atração. Eles honram seus convênios, eles guardam os mandamentos, são dignos, podem receber uma recomendação para o Templo e podem servir uma missão.”

“É quando atuamos, seguindo a inclinação ou atração, que pecamos. Então, a razão que eu comecei a resposta (…) [repudiando] a palavra homossexual para definir um membro da Igreja – por ser um título inadequado. Somos filhos de Deus – e nós determinamos como lidamos com a variedade de desafios da vida.”

“Agora quero lhe falar muito diretamente” disse Elder Bednar ao inquiridor. “O mundo ensina que devemos ser tolerantes e aceitar. Mas há algumas coisas que não aceitamos e nem toleramos. Nós amamos todas as pessoas, com qualquer desafio (…) O propósito do Evangelho e da Igreja do Salvador é ajudar as pessoas para que recebam forças para lidar com seus desafios. Assim não descriminamos e não odiamos. Estendemos o amor de Cristo a todos os filhos de Deus.

Qual é o propósito do Plano de Pai? Viemos a Terra, (…) recebemos um corpo físico. O casamento entre um homem e uma mulher é ordenado por Deus. E a família é o centro do Plano do Pai para a felicidade e destino eterno [dos filhos de Deus]. (…) Joseph Smith não criou o Plano. Thomas S. Monson não criou o Plano. Deus (…) criou o Plano. Assim, por favor, não deixem que as vozes do mundo, confundam-os ou os guie para uma direção diferente. Se vocês buscarem uma melhor compreensão do Plano do Pai, então vocês chegarão a um melhor conhecimento sobre o casamento entre um homem e uma mulher.”

Elder Bednar concluiu pedindo que a platéia estudasse a Família: Proclamação ao Mundo e notasse que a identidade feminina e masculina é espiritual. Ele também disse que o espírito masculino e feminino, quando unidos no casamento formam uma unidade perfeita, que não se pode alcançar de outra maneira.

 

Veja o vídeo (em espanhol/inglês) aqui: