O irmão Aldo e Francily Francesconi, que serviram como Presidente e Diretora do Templo de Porto Alegre até o final de outubro de 2018, viajaram para Roma para participar dos eventos associados a Dedicação do Templo de Roma. Eles escreveram o seguinte relato sobre a viagem:

“Após doze longos anos de busca de informações e documentos sobre os ancestrais de minha esposa, no ano passado ela obteve a tão desejada cidadania italiana. Prometi-lhe em razão de sua determinação e esforço que estaríamos presentes na dedicação do Templo de Roma.

Essa promessa se cumpriu graças ao grupo de amigos que foi formado pela BNT (empresa de turismo). O desafio seguinte era o de conseguir convites para assistir à dedicação do templo. Felizmente líderes do Departamento de Templo atendeu à solicitação do grupo e obtivemos permissão de acesso.

Na noite que antecedeu a dedicação chegamos à cidade de Roma e após acomodarmo-nos no hotel rumamos para conhecer o Templo. Nada pudemos ver pois estava fechado pronto para o que o ocorreria na manhã seguinte. Só em vê-lo circundando o local fomos todos tomados de grande emoção.

O Senhor toca-nos na individualidade a cada um de nós segundo as nossas necessidades. No dia da dedicação ao ter acesso a entrada fomos reconhecidos por um líder do Departamento de Templo que gentilmente nos encaminhou a sala B de ordenanças do Templo. Não havia ninguém na sala e ele recomendou que sentássemos na primeira fila. Acomodamo-nos nas cadeiras extras ali colocadas e ansiosos ficamos aguardando os demais convidados e o início da sessão.

Após algum tempo de espera fomos surpreendidos com a entrada na sala do Élder Utchdorf que veio e cumprimentou o nosso grupo. Momentos depois a surpresa e a emoção chegaram ao seu clímax quando entrou na sala o Presidente Nelson e sua esposa Wendy e Elder Ballard que caminhando ao nosso grupo começou a nos cumprimentar. Quando o Presidente Nelson se aproximou de nós deu-nos um largo sorriso e após cumprimentar-nos disse “Este é o seu Templo”.

Fomos tomados de emoção em saber que este é o Templo do Senhor e voltado para seus filhos italianos. Estar presentes à sessão dedicatória e ouvir a oração feita pelo Presidente Nelson em inglês e em seguida lida em italiano foi profundamente tocante.

Soubemos por ouvir dias antes da viagem à Roma que todos os apóstolos estariam presentes a dedicação do templo. Será que isso realmente haveria de acontecer? Em nenhum dos templos modernos fora dos Estados Unidos jamais aconteceu de todos os apóstolos e a Primeira Presidência estarem juntos. Aconteceu!

Todos nós estávamos lá, quando os demais membros da Igreja, curiosos, como nós quiseram saber o motivo de tos os apóstolos viajarem. E quem respondeu a essa inquietação foi a Sister Nelson declarando que ouviu seu amado esposo e profeta afirmar “O Senhor mandou que eu levasse a todos e eu vou levá-los.”

Até o momento estamos extasiados em saber que o próprio Senhor demonstrou que de todas as suas Casas espalhadas pelo mundo o seu interesse é redobrado em Roma. Indagamos a nós mesmos o motivo, e talvez seja porque ali Pedro, o seu apostolo sênior, foi morto entre outros cristãos. Ou talvez porque em Roma a fé cristã floresceu e espalhou-se pelo mundo. Outros motivos existem com certeza.
Estivemos presentes com um grupo seleto de amigos e juntos presenciamos tudo isso.

Foi algo inesquecível que jamais será suplantado por qualquer outro acontecimento!” (Aldo Francesconi)

O templo abriu as portas em 19 de março. Os templos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias diferem das capelas usadas para as reuniões dominicais. Os membros da Igreja consideram os templos casas de Deus onde eles fazem compromissos formais com Deus e realizam os mais altos sacramentos da fé, como o casamento dos casais e o “selamento” das famílias para a eternidade.

Relacionado:

Presidente Nelson presta seu testemunho em Roma, Itália