Rakel Nilsson no seu escritório em Bruxelas - (Fotografia por Francesco Di Lillo)Uma entrevista com Rakel Nilsson
Por Francesco Di LilloPor Francesco Di Lillo

O Escritório de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias da União Europeia apoia os esforços da Igreja nas relações governamentais na área geográfica da União Europeia. Sediado em Bruxelas, na Bélgica, procura envolver-se em assuntos relacionados com a fé, a família e a liberdade religiosa ou  a crença, aliando-se a outras denominações religiosas e organizações com vista a promover e garantir a livre prática da fé e da religião a todas as pessoas.

Rakel Nilsson, um membro da Igreja, com um bacharelato em Relações Internacionais, de Helsingborg, na Suécia, terminou recentemente o seu estágio no Escritório de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias da União Europeia em Bruxelas. Ela contou como foi estagiar lá. Confira abaixo:

Podes falar-nos um pouco sobre ti e o que te levou a candidatares-te a um estágio no Escritório da Igreja na União Europeia?

Rakel: Bom, conforme disseste, eu tenho um bacharelato em Relações Internacionais mas ainda não tenho muita experiência de trabalhado nesta área, de modo que quando o meu bispo me apresentou esta possibilidade de estágio pensei que seria uma boa experiência para aperfeiçoar as minhas capacidades no âmbito das relações internacionais e ver se era um ramo por onde me interessava enveredar. Sempre me interessei por relações internacionais e intercâmbios culturais. Existe algo de muito apelativo no estabelecimento de pontes entre diferentes culturas, opiniões, pontos de vista e ideias. Por outro lado, passar uns dois meses em Bruxelas não me pareceu nada mau.

Podias descrever um dia normal de trabalho no escritório?

R.: Não sei se existe algum dia normal de trabalho no escritório. Estar sujeito a tudo o que se passa em Bruxelas torna difícil ter uma rotina normal. As minhas funções incluíam participar em diferentes comités no Parlamento Europeu, escrever relatórios, preparar reuniões, comparecer em eventos, fazer pesquisas e muito mais. Por vezes havia dias em que tinha de tudo um pouco. Julgo que é importante ser flexível num escritório como este, onde os planos do dia podem ser mudados a qualquer momento, o que, na minha opinião até torna o trabalho divertido.

 

Para continuar lendo a entrevista clique aqui (você será direcionado para o site oficial da Igreja).